AS MULHERES E A FÉ CRISTÃ


eliana barrosI Pedro 3.3-6 – Que mulher não gostaria de ficar mais bonita? Sem dúvida, muito tempo e dinheiro é gasto com essa finalidade. Infelizmente, muitas pessoas acham que a beleza física é a mais importante.

A experiência vai mostrar que isso não é verdade. A beleza física, que é dom de Deus pode não valer muito, se outras qualidades não existirem.

O apóstolo Pedro dá conselhos sábios às mulheres cristãs. Elas devem entender que uma mulher é simpática e atraente não apenas por meio de adornos externos, mas principalmente pelos adornos da personalidade e do espírito (v. 4). A mulher que assim age será bonita de verdade.
Reflexão: 

  • Você concorda que existem mulheres bonitas e desagradáveis?
  • Como é possível isto?
  • Você já conheceu uma moça muito bonita e infeliz ao mesmo tempo?
  • Beleza física é tudo?
  • Será que dá para confiar demais na beleza física?
  • O que será dela daqui a 20 anos?
  • O que será de quem não possui outras qualidades?

Não é o cristianismo uma religião que desvaloriza a mulher? (Atos 17.1-4)

Essa é a acusação que algumas pessoas fazem contra a fé cristã. Para tais pessoas, o cristianismo dava uma posição inferior às mulheres e valorizava exclusivamente pessoas do sexo masculino.

Essas acusações não são verdadeiras. A maior prova disso é que as
próprias mulheres foram muito atraídas pela mensagem cristã, como vemos no versículo 4, convertendo-se a Cristo. Como é possível que as próprias mulheres aceitassem voluntariamente uma mensagem que as desvalorizava? Toda a Bíblia está cheia de história de mulheres de destaque como:

  • Juíza (Débora – Juízes 5);
  • Profetiza (Filhas de Filipe -Atos 21.9);
  • Rainha (Ester 2).
  • Jesus deu atenção às mulheres (João 4);
  • Mulheres atuavam efetivamente na igreja primitiva (Atos 1.14; Atos 18.2; Romanos 16.1).

Portanto, essa acusação não prevalece diante dos fatos.

 

Reflexão: 

  • Em que países do mundo as mulheres têm mais liberdade e dignidade?
  • A base religiosa desses países tem influência nisso?
  • Será que a exploração comercial da sensualidade feminina valoriza a mulher?
  • Não é ela tratada como um objeto?
  • Deve a mulher imitar o modo masculino de ser e de agir? Isso é valorizá-la?
  • Como pode a esposa ganhar o marido para Cristo? (1Pedro 3.1-2)

Essa parece ser uma pergunta fácil de responder.

Alguém poderia arriscar uma resposta lógica: a melhor maneira de ganhar alguém para Cristo é falando de Cristo para a pessoa em vista.

Nesse caso, a resposta não é essa. O conselho do apóstolo Pedro é muito sábio. No caso do marido, ou de um parente próximo, a melhor estratégia de proclamação do evangelho é pregar com a vida e não com as palavras. São as mudanças que Deus faz em nossa vida. Que impressionam aqueles que nos conhecem e abrem o coração dos mesmos para a Palavra de Deus. Portanto, na maior parte das vezes, não é aconselhável que a esposa crente (ou qualquer outro cristão)

Procure convencer o marido (ou o parente próximo) falando insistentemente com a pessoa sobre o evangelho.

Reflexão: 

O que acontece com o nosso testemunho quando a conduta não corresponde às palavras?

Você tem consciência de que é o Espírito de Deus que converte uma pessoa e não somos nós?

Como isso influencia a sua maneira de evangelizar?

Você sabia que a falta de sabedoria nessa questão pode até dificultar ainda mais a conversão de uma pessoa?

Será um livro arcaico como a Bíblia útil para uma mulher atarefada como a mulher moderna? (Provérbios 31.10-31). Quem diria? Poderia um livro antigo, vindo de um contexto patriarcal, contemplar a vida de uma mulher moderna? A resposta é sim. Somente nas Escrituras a mulher tem o lugar que Deus lhe dá. Deus a reconhece como pessoa, como mãe, como esposa e como profissional atarefada. Nesse texto podemos destacar as capacidades de uma mulher virtuosa:

  • Vive bem com seu marido, mesmo sendo muito capaz (v.11)
  • Trabalha muito e é incansável (v.13-15)
  • Sabe fazer negócios (v.16)
  • Apesar de tantas tarefas, mantém em dia o seu lar (19,21)
  • Preocupa-se com os pobres (v.20)
  • Sabe lidar com as palavras e com a língua (v.26)
  • Sabe ser mãe e é amada pelos filhos (v.28)
  • Teme a Deus e a vaidade não a domina (v.30)

 Fonte:  Bíblia de Estudo Esperança

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s