De volta à Jerusalém


Lucas 24.13-35

13 Naquele mesmo dia, dois dos seguidores de Jesus estavam indo para um povoado chamado Emaús, que fica a mais ou menos dez quilômetros de Jerusalém. 14 Eles estavam conversando a respeito de tudo o que havia acontecido. 15 Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus chegou perto e começou a caminhar com eles, 16mas alguma coisa não deixou que eles o reconhecessem.

17 Então Jesus perguntou: – O que é que vocês estão conversando pelo caminho? Eles pararam, com um jeito triste, 18e um deles, chamado Cleopas, disse: – Será que você é o único morador de Jerusalém que não sabe o que aconteceu lá, nestes últimos dias?

19– O que foi?– perguntou ele. Eles responderam: – O que aconteceu com Jesus de Nazaré. Esse homem era profeta e, para Deus e para todo o povo, ele era poderoso em atos e palavras. 20 Os chefes dos sacerdotes e os nossos líderes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. 21 E a nossa esperança era que fosse ele quem iria libertar o povo de Israel. Porém já faz três dias que tudo isso aconteceu. 22 Algumas mulheres do nosso grupo nos deixaram espantados, pois foram de madrugada ao túmulo 23 e não encontraram o corpo dele. Voltaram dizendo que viram anjos e que estes afirmaram que ele está vivo. 24 Alguns do nosso grupo foram ao túmulo e viram que realmente aconteceu o que as mulheres disseram, mas não viram Jesus.

25 Então Jesus lhes disse: – Como vocês demoram a entender e a crer em tudo o que os profetas disseram! 26 Pois era preciso que o Messias sofresse e assim recebesse de Deus toda a glória. 27 E começou a explicar todas as passagens das Escrituras Sagradas que falavam dele, iniciando com os livros de Moisés e os escritos de todos os Profetas. 28 Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez como quem ia para mais longe. 29 Mas eles insistiram com ele para que ficasse, dizendo: – Fique conosco porque já é tarde, e a noite vem chegando. Então Jesus entrou para ficar com os dois. 30 Sentou-se à mesa com eles, pegou o pão e deu graças a Deus. Depois partiu o pão e deu a eles.

31 Aí os olhos deles foram abertos, e eles reconheceram Jesus. Mas ele desapareceu. 32 Então eles disseram um para o outro: – Não parecia que o nosso coração queimava dentro do peito quando ele nos falava na estrada e nos explicava as Escrituras Sagradas? 33 Eles se levantaram logo e voltaram para Jerusalém, onde encontraram os onze apóstolos reunidos com outros seguidores de Jesus. 34 E os apóstolos diziam: – De fato, o Senhor foi ressuscitado e foi visto por Simão! 35 Então os dois contaram o que havia acontecido na estrada e como tinham reconhecido o Senhor quando ele havia partido o pão.

 

Porque as pessoas mudam de igrejas e religião? As estatísticas confirmam. Mudança de igreja na população evangélica:

24% da população brasileira já mudaram de religião em algum momento, enquanto apenas 0,00034% dos brasileiros já mudaram de time de futebol;

23,9% dos homens e 23,1% das mulheres;

53,3% dos adultos entre 35 e ­55 anos compõem o grupo etário que mais transitou entre religiões;

84,6% dos evangélicos pentecostais tem procedência em outras religiões;

43,8% das pessoas divorciadas ou separadas judicialmente já mudaram de religião;

Qual a razão principal para a escolha da religião atual?

Bem-estar e aproximação com Deus – Evangélicos pentecostais: 31,3%;

Aproximação com Deus – 26% dos evangélicos pentecostais.

13,9% abandonaram as igrejas evangélicas pentecostais por discordâncias doutrinárias;

21,% evangélicos pentecostais por falta de apoio religioso em momento de dificuldade

Fontes: Censos do IBGE de 1991 e 2000 e pesquisa Ceris/CNBB 2005.

Todos os anos milhares de pessoas ingressam na igreja evangélica brasileira e ao mesmo tempo outros milhares a abandonam. Imagine a cena, os novos conversos entrando pelas portas da frente enquanto outros fiéis saem pelas portas do fundo.

Os motivos para justificarem a saída são inúmeros: escândalos, adultérios, fornicação, desvios doutrinários, frieza espiritual, exagero nas manifestações espirituais, mau uso das finanças, etc.

Na verdade a pessoa que aceitou a Cristo com convicção sabe que nada poderá separá-lo do amor de Deus: “Pois eu tenho a certeza de que nada pode nos separar do amor de Deus: nem a morte, nem a vida; nem os anjos, nem outras autoridades ou poderes celestiais; nem o presente, nem o futuro; nem o mundo lá de cima, nem o mundo lá de baixo. Em todo o Universo não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor.” Romanos 8.38-39.

O que dizer para aqueles que abandonam suas igrejas e deixam a fé em Cristo? Veja como a Bíblia os qualificam:

Comer o próprio vômito e rolar na lama novamente – II Pedro 2.20-22 (NTLH) – Portanto, aqueles que chegaram a conhecer o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e que escaparam das imoralidades do mundo, mas depois foram agarrados e dominados por elas, ficam no fim em pior situação do que no começo. Pois teria sido muito melhor que eles nunca tivessem conhecido o caminho certo do que, depois de o conhecerem, voltarem atrás e se afastarem do mandamento sagrado que receberam. O que aconteceu a essas pessoas prova que são verdadeiros estes ditados: “O cachorro volta ao seu próprio vômito” e “A porca lavada volta a rolar na lama.”

Baseado no texto em epígrafe, podemos considerar algumas razões:

1º – Dar ouvidos à conversas improdutivas que enfraquecem espiritualmente. 14 Eles estavam conversando a respeito de tudo o que havia acontecido. 15 Enquanto conversavam e discutiam.

Ganhar uma vida para Jesus envolve, na maioria das vezes, várias pessoas (oração, convite, folheto, etc.). Mas, para tirar alguém do caminho, basta uma pessoa ou uma palavra. Ao invés de palavras de encorajamento, ouvem-se palavras que não edificam.

Aqueles homens saíram de Jerusalém (a cidade onde o Espírito Santo desceria) para Emaús, uma pequena cidade que foi destruída pela invasão romano em 30 d.C. se transformando num pequeno vilarejo.

Entendo que aqueles dois discípulos tinham pulado fora. A igreja estava reunida em Jerusalém e os dois estavam retornando a Emaús, quem sabe, para retornar a vida antiga.

A Bíblia cita o nome de apenas um deles – Cleopas, dando-nos a entender que ele era o motivador daquele retorno a Emaús. Ele demonstra nas palavras razões para sua desistência. Talvez tenha motivado o outro a segui-lo.

2º – Falta de visão espiritual. (v 15 a,16) “o próprio Jesus se aproximou e ia com eles. Os seus olhos, porém, estavam como que impedidos de o reconhecer

A conversa entre eles estava tão acalorada que sequer perceberam a presença de Jesus. Cleopas devia estar tentando convencer seu companheiro que a morte e ressurreição de Jesus era falsa.

A falta de visão impossibilitou de reconhecerem a Jesus. Cleopas se mostrou conhecedor dos fatos ocorridos nos últimos três dias. A sua ignorância impediu-o de enxergar Jesus.

Quantas pessoas se julgam profundos conhecedores de temas bíblicos a ponto de discordarem da capacidade de Deus em realizar o impossível.

3º – Tristeza profunda, v 17 – “Então, lhes perguntou Jesus: Que é isso que vos preocupa e de que ides tratando à medida que caminhais? E eles pararam entristecidos.

Qual o motivo daquela tristeza? Certamente a morte de Jesus, a injustiça praticada contra um homem inocente, a ingratidão do povo que Jesus tanto ajudara, a covardia de Pedro ao negar Jesus, a dispersão parcial do grupo, o testemunho das mulheres que viram anjos, etc.

Estavam tristes e não foram capazes de suportar a pressão. Optaram por se isolar, fugir, abandonar a carreira de discípulo. Do mesmo modo, muitos cristãos atuais param em sua jornada de fé por causa da tristeza provocada por fatos. Decepcionam-se com os irmãos, com Deus quando suas orações não são respondidas a contento, com a liturgia, etc.

A Igreja é uma Assembleia constituída por seres humanos, que em sua natureza, são frágeis, valentes, covardes, corajosos, amigos, inimigos, verdadeiros, falsos, etc. Não se trata de aceitar viver no pecado, mas reconhecer que nem todo cristão que frequenta a igreja é verdadeiro e está salvo.

4º – Saudades dos velhos e bons tempos, v 19“Ele lhes perguntou: Quais? E explicaram: O que aconteceu a Jesus, o Nazareno, que era varão profeta, poderoso em obras e palavras, diante de Deus e de todo o povo

Por inúmeras vezes Jesus afirmou que voltaria para o Pai e que seus seguidores deveriam realizar obras maiores que as vistas por eles. Eles estavam voltando para Emaús porque Jesus havia morrido.

Saudade significa culto ao passado. Algumas pessoas saem da igreja porque vivem do passado. Sentem saudades dos tempos das ‘Irmãs Falavinhas’, ‘Tonico e Tinoco’, Harpa Cristã cantada com a Banda, etc. Dizem que naquele tempo o povo era mais santo, orava mais, no tempo dos apóstolos, Jesus, etc.

As pessoas precisam entender que o Poder de Deus continua o mesmo. No momento do maior milagre – a presença de Jesus ressurreto, eles estavam descrentes achando que o poder de Deus tinha cessado.

Cuidado para não sair da igreja no momento em que o maior milagre está para acontecer.

5º – Perda da Esperança , v 21“Ora, nós esperávamos que fosse ele quem havia de redimir a Israel; mas, depois de tudo isto, é já este o terceiro dia desde que tais coisas sucederam”

Aqueles homens esperaram por Jesus até a manhã do terceiro dia e, como não viram nada acontecer, decidiram que era hora de voltar.

Algumas pessoas saem da igreja porque perderam a esperança. Quando uma igreja passa por situação difícil é comum aparecerem os profetas das coisas ruins que desestimulam outros. A igreja de Cristo já enfrentou momentos terríveis em sua história, mas sempre resistiu e venceu, tornando-se mais forte a cada batalha.

Não devemos perder a esperança nas promessas de Deus. Devemos olhar as situações com olhar espiritual e então veremos a manifestação da graça de Deus, que traz salvação a todas as pessoas.

6º – Decepção, v 21“Ora, nós esperávamos que fosse ele quem havia de redimir a Israel; mas, depois de tudo isto, é já este o terceiro dia desde que tais coisas sucederam”

A esperança de alguns seguidores de Jesus era que ele iria formar um grande exército e lutar contra os romanos. Mas, quando Jesus foi preso, ele se portou como um cordeiro, não abriu a sua boca, não reagiu e aceitou a sentença da morte sem lutar.

Quem sabe, eles pensavam na possibilidade de se tornarem ministros, generais, capitães de Jesus em seu reino. De simples pescador a ministro, era um sonho e tanto.

A Bíblia é clara ao afirmar que quem crer em Jesus jamais será confundido (Romanos 10.11). O que então aconteceu com aqueles homens? Porque tanta decepção?

Eles optaram por ouvir e aceitar suas mentiras, ao invés da verdade inconfundível de Jesus.

Muitas pessoas se decepcionam com a igreja porque deixam de ouvir a voz de Deus e passam a ouvir outras vozes. Eles vão atrás de profetas para mendigarem uma oração, uma palavra, uma revelação, quando na verdade eles têm tudo isso a disposição diretamente de Deus, sem intermediários.

Quem vem a igreja e dá ouvidos a homens certamente irão se decepcionar, mas aqueles que vêm a igreja para ouvir a palavra de Deus, acima de tudo, com certeza serão vitoriosos e nunca aceitarão a decepção como fator para desistir da fé.

7º – Falta de fé, v 22-25“É verdade também que algumas mulheres, das que conosco estavam, nos surpreenderam, tendo ido de madrugada ao túmulo; e, não achando o corpo de Jesus, voltaram dizendo terem tido uma visão de anjos, os quais afirmam que ele vive. De fato, alguns dos nossos foram ao sepulcro e verificaram a exatidão do que disseram as mulheres; mas não o viram. Então, lhes disse Jesus: Ó néscios e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!

Impressionante o testemunho desses homens. Eles sabiam de tudo, ouviram tudo, mas isso não era suficiente. Nenhum testemunho verbal era suficiente para eles. Não acreditaram nas palavras das mulheres e dos homens que, a exemplo deles, andaram com Jesus.

Se eles cressem nos testemunhos de seus irmãos e irmãs, nunca teriam saído de Jerusalém.

Não podemos negar o exagero em alguns testemunhos que se ouvem nas igrejas, mas aqui se trata de testemunhos de pessoas conhecidas por eles.

O crente não deve acreditar em tudo que ouve, basta ter discernimento para saber o que procede de Deus. Nós vivemos pela fé e não por preconceitos.

8º – O caminho da volta, v 33 – “E, na mesma hora, levantando-se, voltaram para Jerusalém, onde acharam reunidos os onze e outros com eles,”

Como voltar a sentir o mesmo amor que você tinha no início da sua fé? Três coisas aconteceram na vida daqueles homens:

  1. Jesus ouviu atentamente aqueles dois e em seguida expôs-lhes as escrituras de tal modo que seus corações ardiam;
  2. Jesus permaneceu com eles por um período e partiu o pão, comendo com eles, restaurando a comunhão;
  3. Jesus abriu-lhes os olhos e o reconheceram. Era o fim da cegueira espiritual deles.

Eles recobraram a consciência cristã ao perceberem que seus corações ardiam diante da exposição bíblica de Jesus. Eles foram renovados e voltaram correndo para Jerusalém para dizer aos seus irmãos o que aconteceu. O testemunho daqueles homens renovou o ânimo dos demais irmãos.

Se desejarmos viver intensamente a nossa vida cristã como igreja de Jesus, precisamos de três coisas:

  1. Ouvir a Palavra de Deus – não há vida cristã sustentável sem a Palavra de Deus;
  2. Ter comunhão entre nós – Nisso o mundo saberá que somos de Deus, quando vivermos unidos como Jesus e o Pai são um;
  3. Olhos espirituais abertos para o que Deus está fazendo em nosso meio.

Voltar para Jerusalém é estar no lugar da promessa. É receber o poder de virá do alto. É contemplar o cumprimento das promessas de Deus sobre seu povo. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras – Apocalipse 2.5 a

Deus os abençoe!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s