Diga sim ou não!


Mateus 5.37 (RA) – “Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.”

Você conhece um mentiroso? Já trabalhou ou conviveu com alguém que fala mentira constantemente? Tem algum mentiroso em sua família? O nosso mundo é caracterizado pela mentira. As pessoas mentem em média três vezes nos dez minutos iniciais de conversa com um estranho.

A mentira está presente em todo o mundo: os políticos mentem; os religiosos mentem; os cônjuges mentem; os filhos mentem; a sociedade mente.

É comum depararmo-nos com alguém que diz uma coisa, porém age de modo diferente. Numa matéria publicada no site UOL[i], psicólogos, antropólogos e neurobiólogos afirmaram que a mentira é um componente decisivo de nossa competência social.

Nos dias de Jesus a situação não era diferente. Os ricos e pobres, os políticos e religiosos, todos mentiam. Muitos agiam com certa áurea de santidade diante do povo, mas tinham um coração cheio de mentiras. A mensagem de Jesus veio expor os pecados daquela época, do mesmo modo que se contrapõem ao modelo de vida que vivemos na atualidade.

Surge então uma pergunta: Se é comum as pessoas mentirem, significa que as pessoas que mentem, são felizes? Geralmente não. A pessoa mentirosa não consegue dormir tranqüila, chega um momento em sua vida que não consegue discernir a mentira da realidade, então passa a viver dramas contínuos e solidão por causa do afastamento das pessoas que descobrem suas falsidades. Então, Por que mentir?

Tem uma passagem na Bíblia sobre Pedro, onde ele afirmou que jamais negaria Jesus. Pedro era do tipo religioso e amigo fiel que jamais desapontaria alguém. Porém, quando o Mestre foi preso e Pedro foi interrogado no pátio pelos criados, por três vezes negou Jesus (Mateus 26.69-75). O medo levou Pedro negar o Mestre. Mas de onde vem o medo?

A origem do medo está no pecado. Quando Adão e Eva desobedeceram à ordem de Deus no Jardim do Édem, a reação que sentiram após o ato foi de medo (Genesis 3.10). Isso mostra que o medo é conseqüência do pecado. E, o que é pecado?

Pecado significa ‘errar o alvo’, ou seja, não atingir o ideal. Deus tinha planejado um ideal para todo ser humano, mas o pecado fez com que errássemos esse ideal. Desde então, passamos a viver sob o domínio do pecado e conseqüentemente adquirimos algumas características que deturpam a imagem divina almejada para todo ser humano.

A única forma para se libertar da mentira é aceitar Jesus em seu coração. Quando Ele reside em seu coração, a mentira, o medo e o pecado desaparecem e surge uma nova vida, plena em Cristo Jesus.

“Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não”. Ao proferir tais palavras, Jesus requer de seus seguidores que sejam autênticos, que estejam dispostos a sofrer qualquer retaliação ou perseguição em nome da verdade. Ele é o caminho, a verdade e a vida que conduz a pessoa a Deus.

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s