Ai de mim se não anunciar o evangelho


I Corintios 9.16 NTLH – “Eu não tenho o direito de ficar orgulhoso por anunciar o evangelho. Afinal de contas, fazer isso é minha obrigação. Ai de mim se não anunciar o evangelho!”

Essas palavras expressam o sentimento de Paulo em relação a sua missão, como servo e apóstolo enviado de Deus, para alcançar as pessoas para Cristo: Ele afirma que: “Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele.” (v.23).

Interessante observar que embora o cristianismo tenha nascido judeu, numa cidade judia, onde os seus fundadores eram judeus (Cristo e os discípulos), a declaração em I Co 9.16 não foi dita por um judeu, mas por um gentil que transformou o cristianismo numa religião para todos os povos.

As motivações de Paulo não se baseavam em popularidade, enriquecimento e reconhecimento. Essas coisas não resistiriam às angústias e aflições enfrentadas por aqueles que pregam o evangelho. A sua motivação vinha de uma fé genuína, consciência e convicção do seu chamado. Por isso, ele se tornou conhecido como o maior missionário na história do cristianismo.

 

Qual o significado de Evangelho?

  1. É dizer às pessoas que Deus é amor e está interessado que elas tenham comunhão com Ele;
  2. A notícia que Jesus morreu para nos remir e salvar;
  3. O evangelho não é apenas uma boa notícia. É o próprio Cristo revelado;
  4. A manifestação visível da graça e misericórdia divina em favor dos pecadores;
  5. O caminho que traz o homem de volta à Deus;
  6. O indicador que mostra ao errante o caminho de volta;
  7. É o alerta para o mundo sobre o juízo que está à porta.

 

 

O que é Evangelizar?

  1. Não é arrebanhar membros de outras igrejas;
  2. Não é atividade exclusiva de pastores ou líderes;
  3. Não é apenas pregar através do púlpito da igreja em culto;
  4. Não é propagar sobre sua denominação em particular, denegrindo a imagem de outras igrejas ou líderes;
  5. Não é o excesso de atividades de uma igreja ou na vida particular de cada cristão;
  6. É um ato contínuo. As boas novas são anunciadas constantemente a todos, inclusive cristãos. Muitas pessoas morrem na fé porque são convidadas para vir a igreja, mas não são ensinadas sobre a fé cristã;
  7. É anunciar as boas novas para todas as pessoas que Jesus veio, subiu ao céu, enviou o Espírito Santo para estar com a igreja até o dia em que ele irá voltar para levar seus escolhidos;
  8. É a mais nobre missão que Deus confiou a sua igreja;
  9. É ensinar as verdades sobre Jesus Cristo.

10. Testemunhar acerca de Cristo;

11. Conduzir as pessoas a Cristo;

 

Evangelizar é necessário.

Todas as pessoas são pecadoras, por consequência estão condenadas e precisam de um salvador (Gl 3.22; Rm 3.23). Jesus Cristo morreu por todos (I Tm 2.6; Mt 11.28; Is 53.5).

Visto que todos são pecadores, o arrependimento é necessário para todos (II Pd 3.9; At 17.30; Lc 13.3). Nós recebemos o evangelho de graça e devemos compartilhar com outras pessoas (Mt 10.8; I Co 9.19,23; Jo 1.16).

 

Qual o objetivo da evangelização?

 

Salvação das pessoas (II Pd 3.9). Oferecer-lhes a oportunidade para saírem do reino das trevas para o reino da luz em Cristo (Cl 1.13).

Transformação total na vida pessoal. Em Cristo somos novas criaturas, uma nova pessoa, uma nova família, uma nova sociedade.

Proporcionar crescimento a igreja local. Novos membros.

Promover o reino e a glória de Deus.

 

Como podemos evangelizar?

Massa – evangelização através dos cultos, cruzadas, shows, grandes eventos dentro ou fora do templo. Foi um método muito usado por Jesus para atrair milhares de pessoas. Foi o método usado por Pedro após a descida do Espírito Santo.

Pequenos grupos – cultos domésticos, núcleos ou células, grupos de afinidades.

Individual/ Pessoal – O método mais usado por Jesus e pelos crentes primitivos. Certo pregador afirmou que se a sua salvação dependesse de alcançar 10 mil almas para Deus, dentre todos os métodos, ele escolheria o pessoal.

Exemplos de evangelismo pessoal na Bíblia:

  1. Jesus e a mulher samaritana (Jo 4.5-42);
  2. A mulher pecadora na casa de Simão (Lc 7.36-50);
  3. Zaqueu, o publicano (Lc 19.1-10);
  4. A mulher adúltera (Jo 8.3-11);
  5. Bartimeu, o cego de Jericó (Mc 10.46);
  6. Jesus e o jovem rico (Mt 10.17-31);
  7. Jesus e Nicodemos (Jo 3.1-21);
  8. Jesus e Natanael (Jo 1.47-51);
  9. João e André conversam com Jesus (Jo 35-40);

10. André conduz Pedro a Jesus (Jo 1.41,42);

11. Felipe falou de Jesus para Natanael (Jo 1.45-51);

12. Felipe pregou para o Eunuco (At 8.26-40).

 

Em novembro a nossa igreja estará evangelizando milhares de lares em nossa região. Os voluntários irão visitar casas, comércios e transeuntes. As pessoas receberão um livro, calendário e folheto. O método que usaremos é o evangelismo pessoal através da distribuição de literaturas, como veremos a seguir:

 

Literaturas. Distribuição de folhetos, livros, etc. Esse será o método que iremos utilizar no próximo mês. É uma tarefa interessante que se assemelha ao evangelismo pessoal. Porém, devemos atentar para algumas observações:

  1. Leia o material que irá distribuir. Alguém pode te questionar sobre o tipo de material, a sua mensagem, qual o objetivo desse material, etc;
  2. Linguagem acessível. Ao falar com as pessoas, procure interagir com elas, falando de assuntos que atraia a atenção do seu ouvinte, se tiver vários materiais utilize-os corretamente;
  3. Não se esqueça de colocar carimbo ou etiqueta com os dados da igreja, em algumas situações coloque o seu nome (a pessoa se sentirá mais segura quando vir à igreja, lembrando-se do seu nome);
  4. Demonstre interesse em ouvir cada pessoa em particular;
  5. Ore, consagre e jejue. Mantenha-se vigilante em todo momento;
  6. Se você tem dúvidas sobre a fé cristã ou receios quanto a abordagem de pessoas, procure alguém mais preparado para estar ao teu lado;
  7. Não distribua o material como quem distribui uma propaganda comercial ou política. Aguarde uma reação da pessoa (se tiver que gastar alguns minutos com a pessoa, faça-o);
  8. Evite criticar ou tecer comentários sobre outra igreja, lembre-se que o foco principal é falar de Jesus;
  9. Não force as pessoas aceitarem o material, se alguém recusar agradeça-o e siga em frente;

10. Se desejar, pesquise e busque se orientar sobre formas de distribuição de literatura (como se aproximar da pessoa, o que falar, etc);

11. O material em suas mãos é um excelente pretexto para iniciar uma conversa evangelizadora. Sucesso;

 

Quais os resultados esperados?

Vidas salvas e novos membros para a igreja. O resultado pode não ser imediato. O importante é que a Palavra foi anunciada. O tempo irá dizer quais foram os resultados.

Eclesiastes 11.1-6 RA – “1 Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás. 2 Reparte com sete e ainda com oito, porque não sabes que mal sobrevirá à terra. 3 Estando as nuvens cheias, derramam aguaceiro sobre a terra; caindo a árvore para o sul ou para o norte, no lugar em que cair, aí ficará. 4 Quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará. 5 Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas. 6 Semeia pela manhã a tua semente e à tarde não repouses a mão, porque não sabes qual prosperará; se esta, se aquela ou se ambas igualmente serão boas.”

Salmos 126.5,6 – “5 Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. 6 Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s