Betel lugar de aliança e concerto com Deus


Bethel a place of covenant with GodBetel - lugar de aliança com Deus

Gênesis 35.1-15 NTLH

1 Deus disse a Jacó: – Apronte-se, vá para Betel e fique morando lá. Em Betel construa um altar e o dedique a mim, o Deus que lhe apareceu quando você estava fugindo do seu irmão Esaú.

2 Então Jacó disse à sua família e a todos os que estavam com ele: – Joguem fora todas as imagens dos deuses estrangeiros que vocês têm. Purifiquem-se e vistam roupas limpas.

3 Aprontem-se, que nós vamos para Betel. Ali vou fazer um altar dedicado ao Deus que me ajudou no tempo da minha aflição e que tem estado comigo em todos os lugares por onde tenho andado.

4 Eles entregaram as imagens dos deuses estrangeiros que tinham e os brincos que usavam nas orelhas. E Jacó enterrou tudo debaixo da árvore sagrada que fica perto de Siquém.

5 Quando eles foram embora, Deus fez com que os moradores das cidades vizinhas ficassem com um medo terrível, e por isso eles não perseguiram Jacó.

6 Assim, Jacó e toda a sua gente chegaram a Luz, cidade que também é conhecida pelo nome de Betel e que fica na terra de Canaã.

7 Ali ele construiu um altar e pôs naquele lugar o nome de “O Deus de Betel” porque ali Deus havia aparecido a ele, quando estava fugindo do seu irmão.

8 Naquele lugar morreu Débora, a mulher que havia sido babá de Rebeca. Ela foi sepultada debaixo da árvore sagrada que fica ao sul de Betel. E puseram naquele lugar o nome de “Árvore Sagrada das Lágrimas”.

9 Quando Jacó voltou da Mesopotâmia, Deus lhe apareceu outra vez e o abençoou, 10 dizendo: “Você se chama Jacó, porém esse não será mais o seu nome; agora o seu nome será Israel.” Assim, Deus pôs nele o nome de Israel.

11 E disse também: Eu sou o Deus Todo-Poderoso. Tenha muitos filhos e muitos descendentes. Uma nação e muitos povos sairão de você, e entre os seus descendentes haverá reis.

12 A terra que dei a Abraão e a Isaque darei também a você e depois a darei aos seus descendentes.

13 Quando acabou de falar com Jacó, Deus subiu e foi embora daquele lugar. 14 Então Jacó pegou uma pedra e a colocou como pilar no lugar onde Deus havia falado com ele. Ele a separou para Deus, derramando vinho e azeite em cima. 15 E pôs naquele lugar o nome de Betel.

 

Jacó assume destaque na história bíblica após o episódio onde enganou o seu irmão e teve que fugir. No caminho para Padã-Arã Ele teve a visão de uma escada que tocava os céus (os anjos desciam e subiam por ela – Gn 28.11-15) e Deus lhe fez grandes promessas.

Jacó estava emocionado diante da visão e fez um voto ao Senhor, Gn 28.20-22: “Ali Jacó fez a Deus a seguinte promessa: “Se tu fores comigo e me guardares nesta viagem que estou fazendo; se me deres roupa e comida; e se eu voltar são e salvo para a casa do meu pai, então tu, ó Senhor, serás o meu Deus. Esta pedra que pus como pilar será a tua casa, ó Deus, e eu te entregarei a décima parte de tudo quanto me deres.”

Mas, passaram-se 20 anos e Jacó se esqueceu do voto que fizera. Como consequências surgiram crises em sua vida. O mesmo acontece conosco quando quebramos a aliança que temos com o Senhor.

A Bíblia alerta a respeita de fazermos promessas à Deus, Eclesiastes 5.4-6: “4 Assim, quando você fizer uma promessa a Deus, cumpra logo essa promessa. Ele não gosta de tolos; portanto, faça o que prometeu. 5 É melhor não prometer nada do que fazer uma promessa e não cumprir. 6 Não deixe que as suas próprias palavras o façam pecar. Assim, você não terá de dizer ao sacerdote que o que você queria dizer não era bem aquilo. Para que fazer Deus ficar irado com você? Por que deixar que ele destrua as coisas que você conseguiu com o seu trabalho?

 

Os problemas na família de Jacó surgiram por três razões:

1º.   Ele se esqueceu do voto que tinha feito ao Senhor;

2º.   Desobedeceu a Deus seguindo por outro caminho. O Senhor lhe disse para sair da casa de Labão, mas ele não retornou para Betel (O lugar da promessa) – Gn 31.13; 33.18-20;

3º.   O altar em Betel não tinha sido levantado. Ele comprou terras dos filhos de Hamor, o pai de Siquém, e ficou por ali, inclusive construiu um altar ao Senhor. Muitas pessoas tentam agradar a Deus escolhendo seu próprio caminho.

A decisão de mudar-se para Siquém, por pouco não destruiu a família de Jacó. Jacó conhecia ao Senhor, na sua viagem de retorno da casa de Labão, Ele teve uma experiência sobrenatural no Vau de Jaboque (Gn 32.22-32), mas a sua família ainda não tinham experimentado o poder de Deus. A sua esposa era idólatra (Gn 31.32), os filhos violentos (Gn 49.5-7).

 

Deus sempre oferece uma solução e oportunidade para recomeçarmos.

Se Jacó tivesse obedecido a voz de Deus e se dirigido diretamente para Betel, teria evitado a crise. No capítulo anterior está a descrição da crise (filha violentada, filhos assassinos). A crise veio por causa da desobediência e insistência de Jacó em permanecer em um lugar que não era aprovado por Deus.

“Apronte-se, vá para Betel.”- Nas crises, em meio a tormenta, Deus se faz ouvir e mostra o caminho que Jacó e sua família deveriam tomar.

Betel quer dizer “Casa de Deus”. É o lugar onde Deus se encontrou com Jacó para restaurar suas esperanças e fazer promessas. Betel é o lugar certo para habitar.

Siquém possuía um valor sentimental importante para Jacó. Foi nesse lugar que Deus fez as primeiras promessas à Abraão (Gn 12.6-8). Mas, Abraão não ficou em Siquém, ele seguiu viagem passando por Betel até Canaã. Algumas pessoas sentem-se presas ao passado e tem dificuldade para abandoná-lo, o resultado dessa escolha pode ser desastroso para toda a família.

“Fique morando lá”.Deus não queria Jacó em Siquém, mas em Betel. Ele deveria abandonar as terras compradas e seguir para o lugar onde Deus queria.

“Construa um altar e o dedique a mim”. Deus requer muitos mais de Jacó. Ele deveria sair de Siquém, morar e construir um Altar ao Senhor em Betel.

Deus lembra Jacó como tudo começou – “o Deus que lhe apareceu quando você estava fugindo do seu irmão Esaú.” Não devemos esquecer-nos da nossa posição em Cristo. O lugar onde Deus nos restaurou e fala conosco – A Igreja.

 

 

Assumindo o controle e liderança da família.

Jacó está decidido, é hora de recomeçar no lugar certo. A ordem de Deus foi para Jacó, o chefe daquela família e incluía um altar para adorar ao Senhor. Do mesmo modo, Deus requer que cada chefe de família seja decidido em seu lar, nas questões seculares, educacionais e espirituais.

Algumas coisas deveriam ser deixadas para trás. Quando saíram da casa de Labão, a família de Jacó trouxe imagens de deuses estrangeiros, brincos de ouro e outras joias. Agora, o Senhor está dizendo para eles deixarem tudo e seguir para Betel. Será que temos deuses estranhos ou lembranças do passado em nosso lar? Eles podem representar pessoas ou coisas que fazemos questão de mantê-los: casa, parente, bens materiais, ídolos seculares, etc.

As roupas também deveriam ser novas. Eu penso que as roupas que usavam os identificavam com o passado da Casa de Labão, agora eles precisavam de nova identidade, novas vestes, uma nova vida. Assim é a nossa vida com Cristo, tudo se fez novo.

 

Em Betel o altar é construído e a aliança renovada.

Em Betel, Jacó ergue um altar ao Senhor e se lembra das aflições que sofreu, da proteção divina e promessas de Deus.

Em Betel Deus lembra a Jacó o seu novo nome – Israel. O seu nome foi mudado quando teve uma experiência sobrenatural no vau de Jaboque, mas somente agora, quando ele chega a Betel é que reconhece a vontade de Deus. Verso 10 dizendo: “Você se chama Jacó, porém esse não será mais o seu nome; agora o seu nome será Israel.” Assim, Deus pôs nele o nome de Israel.

As promessas de Deus são renovadas e reafirmadas na vida de Jacó. Isso só foi possível quando ele chegou a Betel: 11 E disse também: Eu sou o Deus Todo-Poderoso. Tenha muitos filhos e muitos descendentes. Uma nação e muitos povos sairão de você, e entre os seus descendentes haverá reis.12 A terra que dei a Abraão e a Isaque darei também a você e depois a darei aos seus descendentes.

A vida de Jacó não seria a mesma, a partir daquele momento as promessas de Deus iriam se cumprir em sua vida: 13 Quando acabou de falar com Jacó, Deus subiu e foi embora daquele lugar. 14 Então Jacó pegou uma pedra e a colocou como pilar no lugar onde Deus havia falado com ele. Ele a separou para Deus, derramando vinho e azeite em cima. 15 E pôs naquele lugar o nome de Betel.

 

Uma resposta para “Betel lugar de aliança e concerto com Deus

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s