Atributos de uma igreja saudável, parte 2


somos o corpo de cristoNA IGREJA, DEUS PÔS TUDO NO LUGAR CERTO.

I Coríntios 12.28a (NTLH)

 

1. A IGREJA SAUDÁVEL COMPREENDE O SIGNIFICADO DAS BOAS NOVAS

O evangelho é o coração do cristianismo, sem evangelho o cristianismo perde vida e se torna uma mera filosofia ou história para se contar.

O evangelho é o centro da nossa fé, devemos sempre estar mais interessados no evangelho do que qualquer outra atividade na vida da igreja.

O evangelho é uma oferta especial de Deus para salvação dos pecadores. Seu tema central: Jesus Cristo veio ao mundo para salvar todos aqueles que estão perdidos e resgatar a comunhão entre Deus e humanidade.

A igreja saudável conhece o evangelho e compartilha o evangelho. A todo instante ela compartilha com alguém sobre as coisas de Deus. Ela fala das bênçãos naturais e também da salvação obtida através do arrependimento do homem e perdão divino.

A igreja saudável está cheia de pessoas que tem um coração para o evangelho. Ela não apenas fala das boas novas, mas vive cada momento respirando as boas novas que o evangelho traz.

 

2. A IGREJA SAUDÁVEL COMPREENDE O SIGNIFICADO BÍBLICO DA CONVERSÃO

Ela entende que adesão não é conversão. Uma igreja pode ter muitas pessoas e poucos cristãos conversos.

Há uma forte crise entre os evangélicos quanto a sua identidade: Comunidades cristãs para homossexuais; blocos evangélicos de carnaval; práticas sexuais inconcebíveis estão sendo aceitas com normalidade; materialismo; cristãos que praticam o espiritismo; cultos transformados em espetáculos midiáticos; embriaguez pelo poder; integridade cristã desvirtuada.

Conversão significa: Dar meia volta; mudar o sentido de direção; deixar a direção errada, para seguir a correta. No caso da conversão cristã é a decisão tomada pelo homem de repudiar o pecado para seguir a Jesus Cristo. A conversão cristã é o resultado do arrependimento e da fé.

A conversão provoca uma mudança radical e visível, operada pelo Espírito Santo, na vida do homem arrependido e com fé em Jesus Cristo. Isso é resultado da graça de Deus que transforma o homem em nova criatura –

  • II Corintios 5.17 (NTLH) – “Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo.”
  • Tito 3.5 (NTLH) – “ele nos salvou porque teve compaixão de nós, e não porque nós tivéssemos feito alguma coisa boa. Ele nos salvou por meio do Espírito Santo, que nos lavou, fazendo com que nascêssemos de novo e dando-nos uma nova vida.”

A conversão é fruto da decisão do próprio homem, em resposta à ação de Deus em sua alma. Com a conversão, o homem escolhe viver uma nova vida em Jesus Cristo, decorrendo a mesma do apelo que o evangelho lhe faz (João Batista em Marcos 1.15 NTLH) – “Ele dizia: – Chegou a hora, e o Reino de Deus está perto. Arrependam-se dos seus pecados e creiam no evangelho”

Certa vez Spurgeon encontrou-se com um bêbado que, apoiado em um poste, lhe disse: “Ei senhor Spurgeon, eu sou um dos seus seguidores…” – Spurgeon lhe respondeu: “Talvez você seja um dos meus seguidores, mas com certeza não é um dos seguidores de Jesus”

Quando a igreja não compreende o significado da conversão, ocorre de as pessoas viverem sinceramente por um determinado período de suas vidas nos templos, mas por não terem experimentado uma conversão radical do ponto de vista bíblica, acabam abandonando a fé.

A condição do homem sob o domínio do pecado. A maldade estava impregnada no coração das pessoas, a mente estava controlada pela natureza humana:

  • Gênesis 6.5,6 (NTLH) – Quando o SENHOR viu que as pessoas eram muito más e que sempre estavam pensando em fazer coisas erradas,
  • Ficou muito triste por haver feito os seres humanos. O SENHOR ficou tão triste e com o coração tão pesado”
  • Romanos 8.7 (NTLH) – “Por isso as pessoas que têm a mente controlada pela natureza humana se tornam inimigas de Deus, pois não obedecem à lei de Deus e, de fato, não podem obedecer a ela.”

Efésios 2.1-10. Através da conversão do homem, o Senhor trouxe grande mudança no coração do homem:

1        Antigamente, por terem desobedecido a Deus e por terem cometido pecados, vocês estavam espiritualmente mortos.

2        Naquele tempo vocês seguiam o mau caminho deste mundo e faziam a vontade daquele que governa os poderes espirituais do espaço, o espírito que agora controla os que desobedecem a Deus.

3        De fato, todos nós éramos como eles e vivíamos de acordo com a nossa natureza humana, fazendo o que o nosso corpo e a nossa mente queriam. Assim, porque somos seres humanos como os outros, nós também estávamos destinados a sofrer o castigo de Deus.

4        Mas a misericórdia de Deus é muito grande, e o seu amor por nós é tanto,

5        que, quando estávamos espiritualmente mortos por causa da nossa desobediência, ele nos trouxe para a vida que temos em união com Cristo. Pela graça de Deus vocês são salvos.

6        Por estarmos unidos com Cristo Jesus, Deus nos ressuscitou com ele para reinarmos com ele no mundo celestial.

7        Deus fez isso para mostrar, em todos os tempos do futuro, a imensa grandeza da sua graça, que é nossa por meio do amor que ele nos mostrou por meio de Cristo Jesus.

8        Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus.

9        A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la.

10    Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; em nossa união com Cristo Jesus, ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós.

3. A IGREJA SAUDÁVEL COMPREENDE O SIGNIFICADO BÍBLICO DO EVANGELISMO

Todo cristão deve ter uma compreensão bíblica acerca do evangelismo, significa entender e anunciar as ‘boas novas’. Não estou me referindo a ensinar tradições religiosas, mas falar do amor de Deus e da salvação que Ele oferece gratuitamente à todas as pessoas. É apresentar a boa notícia livremente.

Se nós entendemos o significado da conversão, então estaremos aptos para dizer as pessoas sobre o evangelho. Não me refiro a encher a igreja de pessoas para dizer que estão evangelizando, isso não é evangelismo. Ao evangelizar as pessoas precisamos considerar três coisas importantes:

1º.   Temos uma missão e não podemos voltar atrás, se isso acontecer é sinal que não estamos totalmente convertidos (Lucas 9.62 NTLH) – “Jesus respondeu: – Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus.”

2º.   Ao evangelizar alguém é preciso alertar sobre o tempo para decisão, o melhor dia é hoje (João 3.18,36 NTLH) – “ Aquele que crê no Filho não é julgado; mas quem não crê já está julgado porque não crê no Filho único de Deus… Por isso quem crê no Filho tem a vida eterna; porém quem desobedece ao Filho nunca terá a vida eterna, mas sofrerá para sempre o castigo de Deus.”

3º.   A decisão é muito importante, a pessoa não deve esperar, pois o diabo está a todo o momento tentando destruí-la. Ao aceitar Jesus, o diabo não terá mais domínio sobre essa pessoa (João 10.10 NTLH) – “O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que as ovelhas tenham vida, a vida completa.”

 

4. A IGREJA SAUDÁVEL COMPREENDE O SIGNIFICADO BÍBLICO DOS SEUS MEMBROS

Nao ha relato historico na Biblia sobre cadastro de membros na igreja primitiva, essa não era a maior das preocupações dos apóstolos. Tambem não era comum os cristãos mudarem de uma igreja para outra como ocorre atualmente, pois naquela época so havia uma igreja na comunidade. O que temos são relatos sobre pessoas associadas a igreja ou alguns casos envolvendo disciplina entre membros da igreja.

A pratica de arrolar pessoas como membro de uma comunidade crista surgiu com o objetivo de mante-los unidos e apoiarem-se uns aos outros na fe e amor. Portanto, quando alguém se filia a uma igreja, a pessoa procura acolhimento da parte daquela comunidade.

Observando por esse angula, podemos concluir que a ideia de ter pessoas como membro de uma comunidade crista e uma ideia bíblica, pois assim os cristãos cuidam-se mutuamente uns dos outros, tornando-a saudável.

Aqui não se trata de ver cristãos intrometendo-se na vida alheia ou do líder querendo dominar o rebanho como sua propriedade. Paulo alertou sobre essa possibilidade quando ordenou aos bispos de Efeso em Atos 20.28-30

  • 28 Cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho que o Espírito Santo entregou aos seus cuidados, como pastores da Igreja de Deus, que ele comprou por meio do sangue do seu próprio Filho.
  • 29 Pois eu sei que, depois que eu for, aparecerão lobos ferozes no meio de vocês e eles não terão pena do rebanho.
  • 30 E chegará o tempo em que alguns de vocês contarão mentiras, procurando levar os irmãos para o seu lado.

Em grandes comunidades é comum ver pastores orgulhosos pelo numero de membros que mantem cadastrados em sua secretaria, mas a verdade e que poucos são assistidos regularmente. Isso ocorre porque muitos lideres estão preocupados com a quantidade e não com a qualidade dos membros.

Quando evangelizamos as pessoas e as conduzimos a Cristo, se não tivermos pais espirituais suficientes para cuidar desses novos bebes espirituais, poderemos ter uma geração de cristãos enfermos espirituais. A igreja saudável procura nutrir seus membros com boa alimentação espiritual para que se tornem adultos e geradores de novas vidas espirituais.

Não estou afirmando que as igrejas devam reduzir seus quadros de membros ou que as igrejas que possuem milhares de membros estão erradas. Mas que, precisamos investir nosso tempo e recursos em programos de discipulados de garantam a sustentabilidade dos membros da igreja. Observem o que Paulo disse aos cristãos de Efeso, em Atos 20.31 (NTLH) – Portanto, fiquem vigiando e lembrem que durante três anos, de dia e de noite, eu, chorando, não parei de ensinar cada um de vocês.

Uma igreja discipulada e uma igreja saudável, isso e cuidar bem dos membros e reconhecer seus valores. O cuidado entre os membros traz muitos benefícios a igreja e ajuda a liderança identificar os que são realmente responsáveis. Em tudo isso, Deus sera glorificado.

Os membros da igreja devem entender o significado das palavras unidade, comunhão, participação, responsabilidade, compromisso e desafios. Essa e a marca de uma igreja saudável que compreende a importância do seu quadro social de membros. I Corintios 12.14, 27, 28a (NTLH) – Pois o corpo não é feito de uma só parte, mas de muitas… Pois bem, vocês são o corpo de Cristo, e cada um é uma parte desse corpo. Na Igreja, Deus pôs tudo no lugar certo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s