Comprometidos com o Reino


LUCAS 9.5seguir a Jesus7-62

57. Quando Jesus e os discípulos iam pelo caminho, um homem disse a Jesus: – (1) Eu estou pronto a seguir o senhor para qualquer lugar onde o senhor for.

58. Então Jesus disse: – As raposas têm as suas covas, e os pássaros, os seus ninhos. Mas (1) o Filho do Homem não tem onde descansar.

59. Aí (2) ele disse para outro homem: – Venha comigo. Mas ele respondeu: – Senhor, primeiro deixe que eu volte e sepulte o meu pai.

60. Jesus disse: – (2) Deixe que os mortos sepultem os seus mortos. Mas você vá e anuncie o Reino de Deus.

61. Outro homem disse: – (3) Eu seguirei o senhor, mas primeiro deixe que eu vá me despedir da minha família.

62. Jesus respondeu: – (3) Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus. Essa passagem mostra o estilo de liderança de Jesus e o modo como ele tratava as pessoas que ele convidava ou que almejavam segui-lo.

 

Essa passagem apresenta três personagens:

1º.   O primeiro se oferece para seguir a Jesus;

2º.   O segundo é convidado por Jesus para segui-lo;

3º.   O terceiro também se oferece para seguir a Jesus, mas tem uma condição.

Jesus sempre requereu dos seus discípulos total comprometimento com a sua causa. Ele exigiu que eles fossem responsáveis e dispostos a qualquer sacrifício para cumprir a sua missão.

A pergunta básica a toda pessoa que deseja seguir a Jesus é: Você está disposto a se comprometer com a missão do Reino de Deus, sujeitando-se a autoridade divina de Jesus?

Ao analisar o quadro atual da igreja vimos varias formas de comprometimento, contudo, nem todas são saudáveis do ponto de vista bíblico:

1º.   Comprometimento através da emoção: São pessoas que sentem alegria em participar e ajudar o grupo, geralmente elas são tomadas pela alegria ao ver os resultados almejados alcançados. O problema surge quando não há a presença da emoção e as ações requerem uso da razão;

2º.   Comprometimento através da premiação: Tais pessoas dependem de elogios constantes para estar firmados no propósito do grupo. Quando não recebem o reconhecimento público ou premiação financeira pelos esforços empreendidos, elas desistem do compromisso;

3º.   Comprometimento sociológico: Pessoas nessa condição sentem-se bem quando lideradas por alguém, elas estão sempre dispostas a contribuir, ajudar e fazer alguma coisa, desde que alguém as comande;

4º.   Comprometimento com manuais e normas: Essas pessoas são excelentes quando o assunto requer o seguimento de regras, porém, são limitadas porque não aceitam inovações, quando isso ocorre geralmente se afastam e tendem a desistir do seu compromisso;

5º.   Comprometimento total: As pessoas 100% comprometidas são movidas por um sentimento de auto responsabilidade pelo exercício de uma ação, elas se entregam sem hesitação e estão dispostas a sacrifícios para alcançar determinados objetivos. Os resultados alcançados servem de motores para novas ações.

A história que antecede essa passagem fala que Jesus estava indo para Jerusalém e procurou abrigo numa aldeia samaritana. Porém, os samaritanos não o receberam porque o seu aspecto era de alguém que ia para Jerusalém. Os discípulos de Jesus ficaram indignados e queriam destruir a cidade enviando fogo do céu (lucas 9.55,56 NTLH) – “55 Jesus, porém, voltando-se os repreendeu [e disse: Vós não sabeis de que espírito sois].

 56 [Pois o Filho do Homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las.]  E seguiram para outra aldeia.”

 

EU ESTOU PRONTO PARA SEGUI-LO

Foi nesse momento que uma pessoa se aproximou de Jesus e se ofereceu para segui-lo: (v.57b) – “Eu estou pronto a seguir o senhor para qualquer lugar onde o senhor for”

Que declaração linda de alguém que está disposto seguir Jesus. Mas, Jesus não facilitou a conversa com essa pessoa e falou sobre o significado de “seguir o Senhor”. Não seria fácil acompanhar Jesus: As raposas têm as suas covas, e os pássaros, os seus ninhos. Mas (1) o Filho do Homem não tem onde descansar. (v.58).

Jesus fala sobre a falsa sensação de segurança que os esforços humanos garantem. As raposas e os pássaros têm seus lugares para descansar, nem por isso estão seguros. Do mesmo modo, as pessoas que confiam em suas riquezas ou bens naturais não estão seguras.

Ele afirma que segui-lo torna essa situação mais complexa ainda, pois o filho do homem não veio para trazer repouso terreno. Portanto, seguir a Jesus significa estar disposto a viver uma vida de penitência e desapego a valores terrenos.

Ele não prometeu casa, carro, emprego, fama, glamour, etc. Ele jogou aberto com aquele rapaz – “se você deseja me seguir, saiba que não tenho nada para te oferecer…”

 

O CONVITE DE JESUS PARA SEGUI-LO REQUER MUDANÇA TOTAL

O quadro muda a sua paisagem. Jesus vê outro rapaz e lhe convida para segui-lo: “Venha comigo…”

Esse é um convite especial que partiu do próprio mestre. Certamente, aquele rapaz já estava dentre a multidão que acompanhava Jesus, mas Jesus queria que ele abandonasse a sua posição de expectador para se tornar um discípulo comprometido com a causa do mestre.

Imagine a cena, aquele rapaz acabara de ouvir Jesus afirmar que não tinha aonde repousar a cabeça. Como deixar tudo e seguir alguém que não tinha nada para lhe oferecer?

Embora o convite honroso partisse do próprio Jesus, aquele rapaz tinha alguns impedimentos para seguir a Jesus naquele momento. Ele precisava de um tempo para resolver algumas pendências pessoais e somente depois seguir Jesus. (v. 61) – “Mas ele respondeu: – Senhor, primeiro deixe que eu volte e sepulte o meu pai.”

A resposta de Jesus foi ríspida, não dava para esperar. A decisão tinha que ser tomada naquele instante: (v. 60) – “Jesus disse: – (2) Deixe que os mortos sepultem os seus mortos. Mas você vá e anuncie o Reino de Deus.”

Aquele que segue a Jesus não pode se envolver com questões que venham impedi-lo de cumprir o seu chamado (II Tm 2.4) – “Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida, porque o seu objetivo é satisfazer àquele que o arregimentou.”

 

COMPROMETIMENTO COM A FÉ CRISTÃ REQUER AVANÇAR

O terceiro personagem parece disposto seguir Jesus, mas ele tinha uma exigência que aparentemente era simples: despedir-se da sua família.

Uma exigência simples é negada por Jesus que lhe diz: (v 62) – “Jesus respondeu: – Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus.”

Esse era o estilo de liderança de Jesus e o modo como ele tratava as pessoas que ele convidada ou que almejavam segui-lo.

A grande verdade é que para aquele homem o ato de se despedir da família não representava perigo, mas Jesus enxerga o coração do homem e o futuro que o aguarda, de acordo com a sua decisão.

Foi exatamente isso que aconteceu com Pedro que afirmou nunca negar a Jesus, bastou que fosse confrontado no pátio do templo por algumas pessoas para que ele o negasse e esquecesse a sua promessa.

Às vezes, Deus não aprova que façamos coisas aparentemente simples e inofensivas porque ele sabe o que essas coisas podemos trazer sobre nós. Deus conhece o coração humano, melhor que nós mesmos (I Sm 16.7b).

Para se comprometer com Jesus aquele rapaz deveria romper com o seu passado, com a sua família, com as amizades, etc.

Notem que Jesus não disse ‘voltar para trás’, mas basta ‘olhar para trás’ e estará fora do Reino de Deus. A mulher de Ló não voltou para trás, ela apenas olhou e se transformou em estátua de sal (Lc 17.32). O passado pode tornar-se uma armadilha de satanás que impedirá a pessoa de seguir Jesus.

 

EXISTE RECOMPENSA PARA AQUELES QUE ESTÃO COMPROMETIDOS COM JESUS

Marcos 10.28-30 (NTLH) – “28  Aí Pedro disse: – Veja! Nós deixamos tudo e seguimos o senhor.

 29 Jesus respondeu: – Eu afirmo a vocês que isto é verdade: aquele que, por causa de mim e do evangelho, deixar casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos ou terras

 30 receberá muito mais, ainda nesta vida. Receberá cem vezes mais casas, irmãos, irmãs, mães, filhos, terras e também perseguições. E no futuro receberá a vida eterna.”

Essa é a esperança e prêmio dos seguidores comprometidos com Jesus: Novos relacionamentos, mas também muitas perseguições. No futuro o prêmio maior: A vida eterna.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s