Pastor: faça o bem e falarão mal de você


falem malFale mal, mas falem de mim… Muitas vezes eu ouvi essa frase e, sinceramente a considerava legal, mas o tempo me ensinou outra frase, de minha autoria: Faça o bem e falarão mal de você. Você já reparou que dificilmente as pessoas se reúnem para falar bem de alguém? Se você tem dúvida, faça parte de uma roda de conversa entre pseudos cristãos. Eles falam de todos, dos políticos, artistas, esportistas, etc, mas o prato principal é o PASTOR. Alguns opinam, criticam, murmuram, elogiam, condenam, acusam ou etc, sem nenhum conhecimento de causa. O que importa para os tais é discordar de tudo, mesmo que o assunto seja salvação.

Quem nunca atirou uma pedra no pastor? O pior é que a vítima não é somente o pastor, mas toda a sua família. Ser esposa ou filho de pastor é simplesmente cruel. A família observa o seu líder comprometido com a missão de ajudar pessoas, resgatá-las das trevas para a luz; às vezes a esposa ou filhos de pastores são ignorados em datas importantes porque o pastor está ocupado tentando ajudar a família de alguém.

O que fazem os murmuradores? Nos corredores e encontros massacram o pastor e sua família sem dar-lhe a mínima chance de defesa. Quando a situação complica para eles, a primeira pessoa a quem recorrem buscando ajuda é exatamente aquele a quem tanto massacraram – o PASTOR. A alegria dos murmuradores é falar de alguém porque não são capazes de falar de si próprio, não tem nada para acrescentar.

Eu busco entender o que leva tais pessoas agredirem ou difamarem seus pastores (não estou falando dos maus pastores, deixa eles para outro comentário) e cheguei a seguinte conclusão: a boca fala do que o coração está cheio, como disse Jesus, quando alguém fala mal de outrem significa que o coração dessa pessoa está cheio de maldade, nele não há respeito, cordialidade, amor, etc. Por isso só podem falar daquilo que sentem.

Portar um título de cristão não torna as pessoas melhores, nem as diferencia daquelas que assumidamente são maus. O que faz uma pessoa ser do bem é o viver de acordo com a natureza divina de Cristo, ser capaz de reconhecer seus erros e limitações e investir o seu tempo em busca de uma humanidade mais justa e pura aos olhos de Deus. Se conseguirmos ser um pouco melhor do que somos, começando pelo frear a língua, então seremos bons e sábios aos olhos de Deus – O tolo sente necessidade de falar, mas o sábio refreia a sua língua.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s