Cultos domésticos geram crescimento na Igreja


Familia CristaEU E A MINHA FAMÍLIA SERVIREMOS A DEUS, O SENHOR. Josué 24.15b

A igreja deve sempre focar em seu crescimento, não podemos nos acomodar com um centena de pessoas e achar que já cumprimos a nossa missão de evangelizar e discipular.

Uma das formas que contribui para o crescimento da igreja é a manutenção da família na mesma fé, onde os pais, filhos e netos servem ao Senhor na mesma comunidade cristã. Infelizmente, muitos filhos de crentes vão a igreja até determinada idade e depois se afastam totalmente porque não damos a devida atenção ao culto doméstico.

A família contemporânea possui uma agenda de atividades intensa; mesmo quando estão reunidos fisicamente continuam separados virtualmente e espiritualmente. Isso é fato e tem atrapalhado o avanço do evangelho. A maioria das famílias cristãs não realizam qualquer atividade religiosa entre si, o máximo que fazem é orar juntos na hora do almoço ou na hora de dormir.

Lembrança da infância. Aos 07 anos de idade, eu e meus irmãos e amigos, costumávamos estender um lençol sobre a mesa e fechávamos suas laterais e depois entrávamos sob a mesa para o culto infantil, com pregação, oração e louvor. Nós imitávamos os líderes da igreja, essa lembrança foi importante para a minha formação cristã na juventude. Tenho outras lembranças das reuniões de orações familiares que uma vizinha (irmã Aparecida) realizava com as crianças; na juventude as reuniões de oração também marcaram a minha vida cristã.

Embora não exista uma ordem bíblica explicita, o culto doméstico tem a sua importância para a família e o crescimento da igreja local. Na história de Israel os pais deveriam ensinar os mandamentos dos Senhor para seus filhos, eu acredito que essa função é válida para a igreja atual, os pais devem ensinar aos filhos e não simplesmente força-los a viver a fé cristã. Essa é uma recomendação bíblica, Provérbios 22.6 – “Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele”.

 

HÁ MUITAS REFERÊNCIAS NA BÍBLIA SOBRE ENSINAR OS FILHOS CULTUAREM AO SENHOR:

  • Deuteronômio 4.10 – o que aconteceu no monte Sinai naquele dia em que vocês estiveram na presença do SENHOR, nosso Deus, quando ele me disse: “Reúna esse povo na minha presença para que escutem o que vou dizer, a fim de que aprendam a temer-me a vida inteira e assim ensinem os seus filhos.”
  • A palavra do Senhor para Abraão, Gênesis 18.19 – Eu o escolhi para que ele mande que os seus filhos e os seus descendentes obedeçam aos meus ensinamentos e façam o que é correto e justo. Se eles obedecerem, farei por Abraão tudo o que prometi.”
  • Deuteronômio 6.7 – e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem.
  • Salmos 78.3,4 – São coisas que ouvimos e aprendemos, coisas que os nossos antepassados nos contaram. Não as esconderemos dos nossos filhos, mas falaremos aos nossos descendentes a respeito do poder de Deus, o SENHOR, dos seus feitos poderosos e das coisas maravilhosas que ele fez.
  • O Apóstolo Paulo falou sobre a importância de ensinar os filhos os ensinamentos do Senhor em Efésios 6.4 – Pais, não tratem os seus filhos de um jeito que faça com que eles fiquem irritados. Pelo contrário, vocês devem criá-los com a disciplina e os ensinamentos cristãos.
  • I Timóteo 5.8 – Porém aquele que não cuida dos seus parentes, especialmente dos da sua própria família, negou a fé e é pior do que os que não creem.

 

Voltamos para o texto base da mensagem em Josué 24.14,15 – Josué terminou, dizendo: – Portanto, agora temam a Deus, o SENHOR. Sejam seus servos sinceros e fiéis. Esqueçam os deuses que os seus antepassados adoravam na Mesopotâmia e no Egito e sirvam o SENHOR. Mas, se vocês não querem ser servos do SENHOR, decidam hoje a quem vão servir. Resolvam se vão servir os deuses que os seus antepassados adoravam na terra da Mesopotâmia ou os deuses dos amorreus, na terra de quem vocês estão morando agora. Porém eu e a minha família serviremos a Deus, o SENHOR.

NESSE TEXTO DESTACAM-SE TRÊS LIÇÕES FUNDAMENTAIS:

1º.   A adoração e culto ao Senhor deveria ser total, pois Deus não divide a sua glória com outros deuses. Ninguém seria obrigado a servir ao Senhor, mas o que o fizessem tinham que temê-lo, serem sinceros e fiéis.

2º.   Josué chamou os chefes das famílias do povo (Js 24.1) e ordenou o culto ao Senhor baseado em seu exemplo pessoal quando afirmou “eu e a minha família serviremos a Deus, o Senhor”. Ele falou em nome da sua família apesar da idade avançada. Suas palavras motivaram outros líderes e incentivou outras gerações a fazer o mesmo, Josué 24.31 – O povo de Israel serviu a Deus, o SENHOR, enquanto Josué viveu. E também depois da sua morte, enquanto viveram os líderes que sabiam de tudo o que Deus havia feito pelo povo de Israel. Que o Senhor nos ajude a fazer o mesmo para que as próximas gerações sejam alcançadas a temam ao Senhor;

3º.   Josué e sua família estavam dispostos a servir ao Senhor, no original essa palavra significa adoração e irrestrita obediência ao Senhor em tudo.  Mas, notem que o que ele diz: Eu e minha casa. Ele chama para si a responsabilidade de conduzir a sua família em servir ao Senhor, a responsabilidade de transformar o seu lar em lugar de adoração é o chefe da família. Isso não quer dizer que tenha que ser o esposo propriamente dito, o chefe é aquele que comanda as questões familiares, na ausência de um homem que o faça. O sucesso ou fracasso da sua família depende de alguém que assume o controle para conduzir a família ao altar de Deus.

COMO PODEMOS DESENVOLVER O  CULTO DOMÉSTICO NO LAR?

culto a Deus na familiaLeitura da Palavra de Deus – Deuteronômio 11.18-20: – Lembrem desses mandamentos e os guardem no seu coração. Amarrem essas leis nos braços e na testa, para que não as esqueçam, e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem, e as escrevam nos batentes das portas das suas casas e nos seus portões.

A leitura pode ser realizada em qualquer período do dia, o ideal é estabelecer um horário (refeição, deitar, etc.). Existem várias formas de ler as escrituras e Bíblias ilustradas que facilitam a compreensão dos filhos quando ainda são pequenos. As histórias bíblicas da minha infância permanecem vívidas em minha memória.

Oração diária – todos os dia devemos orar ao Senhor, ensinar aos filhos como orar e fazê-lo em conjunto ajudará na comunhão dos membros da família. Salmos 128 fala sobre a bem aventurança do homem que teme ao Senhor. Podemos orar pela paz, segurança, perdão, comunhão, etc. na família.

Canções que louvem ao Senhor. Salmos 118.15 diz: Escutem os gritos alegres de vitória no acampamento do povo de Deus: “O poder do SENHOR nos deu a vitória.” Em nossa casa deve-se ouvir cantos ao Senhor ao invés de impropérios ditos normalmente. Que o desejo paulino se torne realidade em nossos lares, conforme Colossenses 3.16 – Que a mensagem de Cristo, com toda a sua riqueza, viva no coração de vocês! Ensinem e instruam uns aos outros com toda a sabedoria. Cantem salmos, hinos e canções espirituais; louvem a Deus, com gratidão no coração.

É preciso que os chefes de famílias assumam a responsabilidade de implantar cultos domésticos em seus lares, a presença de Deus será notória quando orientamos os nossos filhos no caminho do Senhor. Esse é o papel dos chefes familiares, Gênesis 18.17-19: Aí o SENHOR Deus disse a si mesmo: “Não vou esconder de Abraão o que pretendo fazer. 18 Os seus descendentes se tornarão uma nação grande e poderosa, e por meio dele eu abençoarei todas as nações da terra. 19 Eu o escolhi para que ele mande que os seus filhos e os seus descendentes obedeçam aos meus ensinamentos e façam o que é correto e justo. Se eles obedecerem, farei por Abraão tudo o que prometi.”

O culto doméstico nos levará a uma comunhão intensa com Deus, os seus planos serão revelados e se obedecermos ao Senhor, a nossa família será grande e poderosa.

Uma família que adora ao Senhor produz salvação aos demais familiares por gerações, do mesmo modo que a pregação produz salvação de almas numa igreja. Salmos 78.5-7: O SENHOR deu leis ao povo de Israel e mandamentos aos descendentes de Jacó. Ordenou aos nossos antepassados que ensinassem essas leis aos seus filhos 6 para que os seus descendentes as aprendessem, e eles, por sua vez, as ensinassem aos seus filhos. 7 Assim eles também porão a sua confiança em Deus; não esquecerão o que ele fez e obedecerão sempre aos seus mandamentos.

O culto doméstico é importante no processo de criação dos filhos. O conhecimento acerca de Deus fortalece a vida espiritual dos filhos e quando crescerem não se desviarão, sofrerão menos influência do secularismo e serão mais generosos, eles compreenderão o significado da sua existência e a missão de cada de um nessa vida.

Se os teus filhos já cresceram, mesmo assim não se esqueça deles: ore por eles; ore por seus netos, se houver; se não puder realizar com frequência, sempre que puder realize um culto familiar.

O culto doméstico fará que seus filhos sejam piedosos e dispostos a servir à igreja do Senhor para que outras famílias sejam salvas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s