Contra tudo e todos em defesa da fé


fogo ardenteE ele lhes disse: – É verdade que vocês não prestam culto ao meu deus, nem adoram a estátua de ouro que eu mandei fazer? 15 Pois bem! Será que agora vocês estão dispostos a se ajoelhar e a adorar a estátua, logo que os instrumentos musicais começarem a tocar? Se não, vocês serão jogados na mesma hora numa fornalha acesa. E quem é o deus que os poderá salvar? 16 Sadraque, Mesaque e Abede-Nego responderam assim: – Ó rei, nós não vamos nos defender. 17 Pois, se o nosso Deus, a quem adoramos, quiser, ele poderá nos salvar da fornalha e nos livrar do seu poder, ó rei. 18 E mesmo que o nosso Deus não nos salve, o senhor pode ficar sabendo que não prestaremos culto ao seu deus, nem adoraremos a estátua de ouro que o senhor mandou fazer. Daniel 3.14-18

Até onde confiamos em Deus? Em que se baseia a nossa fé? Algumas pessoas alegam confiar em Deus quando os ventos sopram a seu favor, mas diante de uma tempestade retrocedem e desistem da fé. Em Hebreus 10.38,39 lemos: E todos aqueles que eu aceito terão fé em mim e viverão. Mas, se uma pessoa voltar atrás, eu não ficarei contente com ela.” 39 Nós não somos gente que volta atrás e se perde. Pelo contrário, temos fé e somos salvos.

A história dos três jovens judeus na Babilônia começa quando o rei Nabucodonosor invade Jerusalém e leva prisioneiros os filhos dos nobres. Além dos três, se destaca Daniel – eles foram obedientes ao Senhor e deram testemunho da sua fé mesmo sendo prisioneiros numa Nação estrangeira.

Quando esses jovens foram tirados das suas famílias não há menção na Bíblia que tenham murmurado ou desacreditados em Deus. Não há qualquer comentário sobre seus sentimentos diante da destruição do seu País e familiares e o fato de se tornarem prisioneiros. Eles mantiveram a fé – ao chegar à corte babilônica demonstraram confiar em Deus, apesar de todo o sofrimento imposto à eles.

O tempo passa e o rei decide construir uma estátua com 27 metros de altura e 2,70 de largura. Em seguida exigiu que todas as autoridades do seu reino viessem prestar culto à sua imagem durante um evento público, a Bíblia não diz se Daniel estava presente ao evento.

Atitude corajosa. A adoração à imagem do rei era uma ordem que devia ser obedecida por todos os presentes. Porém, ao ouvir o som dos instrumentos os jovens judeus permanecem em pé enquanto todos se ajoelharam.

Acusadores de plantão sempre procuram falhas. Alguns astrólogos ao ver que os jovens continuavam em pé aproveitaram daquela situação para acusa-los perante o rei (Dn 3.8). Eles exigem que o rei cumpra a Lei e puna os jovens judeus acusando-os de: desonrar o rei; não cultuar o deus do rei; não adorar a estátua do rei (Dn 3.12).

A segunda chance para negar seu Deus. O rei estava disposto a perdoar os jovens se eles se prostrassem e adorassem a sua imagem. Caso eles negassem, seriam sumariamente lançados numa fornalha de fogo ardente.

Existe Deus maior que o nosso Deus? Certamente que não. O rei se dirige aos jovens e lhes pergunta: E quem é o deus que os poderá salvar? Eu penso que essa pergunta levou aqueles jovens a refletir sobre o passado quando Jerusalém foi destruída e o seu povo feito escravos, aqueles jovens já tinham experimentado o sofrimento e passado por perdas, muitos judeus e povos vizinhos achavam que Deus tinha se esquecido do seu povo.

Como crer em um Deus que não os livrou dos inimigos no passado? Essa é uma pergunta pertinente aos descrentes, pois Jerusalém foi subjugada e a impressão que tiveram é que Deus não poderia salvá-los. Isso ocorre muitas vezes em nossas vidas quando passamos por situações que aparentam não contar com a ajuda divina.

Algumas situações dá a impressão que Deus o desamparou, mas na verdade elas são meios para que o Senhor seja glorificado e conhecido através da tua vida. Uma vez perguntaram a Jesus sobre um cego de nascença: Mestre, por que este homem nasceu cego? Foi por causa dos pecados dele ou por causa dos pecados dos pais dele? E Jesus respondeu: É cego para que o poder de Deus se mostre nele. (João 9.1-3).

Manter o silêncio pode ser melhor do que argumentar. O rei fez uma pergunta para os jovens e muitas coisas vieram as suas mentes, mas ele preferiram não perder tempo tentando se justificar das acusações e assumiram a sua fé, Daniel 3.16 – Ó rei, nós não vamos nos defender.

Deus nunca desampara o seu povo. II Coríntios 4.8,9: Muitas vezes ficamos aflitos, mas não somos derrotados. Algumas vezes ficamos em dúvida, mas nunca ficamos desesperados. 9 Temos muitos inimigos, mas nunca nos falta um amigo. Às vezes somos gravemente feridos, mas não somos destruídos.

A fé que eles tinham em Deus não estava condicionada a suas necessidades pessoais, eles simplesmente criam em Deus independente do que pudesse lhes ocorrer. Daniel 3.17 – Pois, se o nosso Deus, a quem adoramos, quiser, ele poderá nos salvar da fornalha e nos livrar do seu poder, ó rei. Notem que eles dizem que as suas vidas dependem da vontade de Deus. O apostolo Tiago declarou que: O que vocês deveriam dizer é isto: “Se Deus quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo.” Tiago 4.15.

Eles tinham uma posição firme sobre suas escolhas. A ideia de não adorar outro deus estava bem clara para eles, eles não se deixariam convencer por uma ameaça ou nova oportunidade do rei, eles disseram (Dn 3.18): E mesmo que o nosso Deus não nos salve, o senhor pode ficar sabendo que não prestaremos culto ao seu deus, nem adoraremos a estátua de ouro que o senhor mandou fazer.

Essa mesma posição de fé veremos nas palavras de Paulo à Timóteo (I Tm 1.12a) – É por isso que sofro essas coisas. Mas eu ainda tenho muita confiança, pois sei em quem tenho crido. É por isso que sofro essas coisas.

A ira do rei se acendeu contra eles e a fornalha foi aquecida sete vezes mais, os jovens foram lançados na fornalha. O calor era tão grande que os soldados que os lançaram foram mortos pelas labaredas, mas o milagre estava por vir. Deus não os livrou da fornalha, mas esteve com eles dentro da fornalha. Daniel 3.24,25: De repente, Nabucodonosor se levantou e perguntou, muito espantado, aos seus conselheiros: – Não foram três os homens que amarramos e jogamos na fornalha? – Sim, senhor! – responderam eles. 25 – Como é, então, que estou vendo quatro homens andando soltos na fornalha? – perguntou o rei. – Eles estão passeando lá dentro, sem sofrerem nada. E o quarto homem parece um anjo.

O reconhecimento da sua fé em Deus veio após a provação. Dentro da fornalha os jovens caminham esperando o momento em que o seu Deus seria reconhecido em suas vidas. O fogo não atingiu nem um fio de cabelo deles, as roupas estavam intactas e eles não estavam cheirando fumaça.

A coragem daqueles jovens chamou a atenção de todos, eles foram firmes até o fim. Daniel 3.28: O rei gritou: – Que o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego seja louvado! Ele enviou o seu Anjo e salvou os seus servos, que confiam nele. Eles não cumpriram a minha ordem; pelo contrário, escolheram morrer em vez de se ajoelhar e adorar um deus que não era o deles.

O espanto tomou conta de todos, eu penso que até os acusadores se renderam diante do poder de Deus, o rei reconhece o Deus que poderia salvar aqueles jovens. Daniel 3.29: Por isso, ordeno que qualquer pessoa, seja qual for a sua raça, nação ou língua, que insultar o nome do Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego seja cortada em pedaços e que a sua casa seja completamente arrasada. Pois não há outro Deus que possa salvar como este.

Deus honra os corajosos e convictos que não titubeiam diante da adversidade. Além de reconhecer o Deus daqueles jovens, o rei os exaltou diante de todo o povo, Daniel 3.30: Então o rei Nabucodonosor colocou os três jovens em cargos ainda mais importantes na província da Babilônia.

Ainda que morramos nessa vida, Deus reserva para nós uma herança e prêmio incorruptíveis e somente os vencedores herdarão. Daniel 12.13: E você, Daniel, continue firme até o fim. Você morrerá, mas no fim ressuscitará para receber a sua recompensa.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s