Objetivo divino: Uma grande familia


O nosso Deus não é improvisador. Ele é um governo plenipotenciário. Ele traçou um projeto para a humanidade, uma grande família. Romanos 8.28,29: Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano. Porque aqueles que já tinham sido escolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho. Ele fez isso para que o Filho fosse o primeiro entre muitos irmãos.

Deus nos amou ‘tanto’, isso nos leva a compreender que Deus entregou o seu filho pela humanidade e continua entregando os seus filhos (a igreja) pela salvação da humanidade. João 3.16: Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna. Os objetivos de Deus para essa grande família incluem:

salvacao objetivo divino

  1. Primeiro, que todos sejam salvos, II Pedro 3.9: O Senhor não demora a fazer o que prometeu, como alguns pensam. Pelo contrário, ele tem paciência com vocês porque não quer que ninguém seja destruído, mas deseja que todos se arrependam dos seus pecados.
    • – Um dos problemas detectado quando o assunto é salvação de todos, é que a igreja não evangeliza, apenas convida as pessoas para virem às reuniões. A mulher samaritana sequer conhecia a Jesus, mas quando chegou à cidade falou para todos sobre o homem que conhecera e todos se converteram. Pergunta: O que aconteceria se todos os discípulos atuais falassem de Jesus?
    • Outro problema é que ao evangelizar a igreja entra em guerra contra satanás, ele é o maior inimigo da evangelização, Lucas 4.1,14 – A primeira batalha de Jesus foi com o diabo. Qualquer ação evangelística começa batalhando contra o diabo.
    • Para vencer a guerra contra a evangelização nós precisamos do poder do Espírito Santo que foi dado à igreja para torná-la testemunha de Jesus, os milagres e afins são secundários. A igreja deve buscar o poder do Espírito Santo para capacitá-la em sua missão de pregar o evangelho.
    • – Quem pode mudar o cenário? Não são os políticos que poderão mudar a história do mundo, mas a igreja. Para que isso ocorra precisamos entender que toda pessoa precisa ser evangelizada para que haja transformação.
    • – A fé revela o poder que existe na igreja. O poder do Espírito Santo está em nós, mas o que falta na igreja é fé para exercer e exercitar esse poder que opera em nós – evangelizar requer palavras e também poder. Colossenses 1.28,29; Gálatas 4.19; II Coríntios 3.18.
  2. Segundo, Deus quer que a igreja pratique o discipulado. O discipulado é um processo paulatino e constante, começa na conversão e dura por toda a vida. Deus está clamando por pais espirituais nas igrejas, pessoas que saibam criar seus filhos espirituais na fé em Cristo. Deus não busca chefes que imponham suas regras ditatorialmente em detrimento de outros. O que precisamos são pais que ensine os discípulos a se tornarem como Jesus, ao invés de perder tempo com seus estudos teológicos de menor importância. João 17.20-23; Efésios 2.14-22.
    • – Há uma igreja em cada cidade e ela não é como nos pensamos. Que sejamos como um corpo que represente a Cristo, a cabeça da igreja. Que sejamos uma família, um povo. Somos diferentes entre nós, mas somos irmãos. Se você não for capaz de amar e perdoar é porque não tem amor em si.
    • A competitividade na igreja é cada vez maior em nossos dias. Um conselho: não olhe para o que o teu irmão anda fazendo, atente para quem você é e o que está fazendo, faça a sua parte.
    • Mateus 5.13-16; Filipenses 2.12-16. Jesus nunca pensou em um modelo de igreja parecido com um convento, mas em uma igreja que seja como o sal e a luz. Assim como o sal altera o sabor de um alimento, a igreja deve influenciar o mundo a sua volta com a sua maneira de ser, pensar e agir; ela também deve preservar tudo o que é bom e seus valores em um mundo contaminado que se deteriora a cada dia. A luz não imite som, mas aonde chega dissipa as trevas e muda o ambiente à sua volta.
    • Uma igreja que não é sal e luz se torna uma igreja sem influencia, portanto uma igreja introvertida, sem resultados.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s