Lembra-te pois onde caiste


As cartas às igrejas da Ásia refletem a realidade em que viviam as Igrejas na Ásia. Elas falam sobre características que essas igrejas tinham em comum e que se aplicam às igrejas em qualquer época ou lugar.

Para cada tipo de Igreja o Senhor entrega uma mensagem. Algumas recebem mensagens de aprovação e outras são reprovadas pelo Senhor:

  • A Igreja em Laodicéia teve a sua conduta totalmente reprovada perante o Senhor;
  • As Igrejas de Éfeso, Pérgamo, Tiatira e Sardes foram elogiadas, mas também receberam advertências do Senhor;
  • As Igrejas de Esmirna e Filadélfia foram elogiadas pela postura diante do Senhor.

Baseados nesses números podemos afirmar que na soma geral daquelas igrejas:

  • 14,3% – estavam reprovadas;
  • 57,1% – embora reprovadas em algumas atitudes, o Senhor oferece uma segunda chance;
  • 28,6% – teve aprovação total do Senhor.

SOBRE ÉFESO (Apocalipse 2.1-7)

  • Era uma cidade imponente;
  • Era o principal centro do culto a deusa Diana, a idolatria, superstição e imoralidade reinavam naquele lugar;
  • O apostolo pregou por 3 anos em Éfeso. Os primeiros cristãos denunciaram publicamente o pecado da cidade. Eles eram amorosos e chegarem receber elogios de Paulo por sua caridade, Efésios 1.15,16 – Por isso, desde que ouvi falar da fé que vocês têm no Senhor Jesus e do amor que vocês têm por todos os irmãos na fé, não paro de agradecer a Deus por causa de vocês. Eu sempre lembro de vocês nas minhas orações.
  • Timóteo e o apostolo João também foram pastores em Éfeso.
  • 40 anos depois, o Senhor elogia e adverte a nova geração de crentes de Éfeso.
  • Eles se mantiveram fiéis a doutrina dos apóstolos.
  • Porém, tinham deixado de lado o primeiro amor.
  • A mensagem começa com Cristo se apresentando a igreja. Ele anda em meio as igrejas, tem seus anjos em suas mãos e sonda a sua igreja. Infelizmente, muitas pessoas acreditam na transcendência do Cristo mas não aceitam a sua imanência, as pessoas perderam a percepção da glória de Deus na igreja.

JESUS VÊ TUDO DE BOM E RUIM QUE ACONTECE NA IGREJA

Quando Jesus está na igreja, Ele vê tudo que se passa na igreja – aspectos positivos e aspectos negativos. Jesus viu 3 virtudes em Éfeso:

  • Era uma igreja doutrinada, fiel aos princípios apostólicos:
  • Em Atos 20.29,30, Paulo alertou a igreja em Éfeso que depois da sua partida surgiriam lobos em meio ao rebanho. O tempo havia chegado, a heresia estava dentro da igreja;
  • O apostolo João também alertou que a igreja deveria tomar cuidado com os falsos profetas em seu meio, I João 4.1 – Meus queridos amigos, não acreditem em todos os que dizem que têm o Espírito de Deus. Ponham à prova essas pessoas para saber se o espírito que elas têm vem mesmo de Deus; pois muitos falsos profetas já se espalharam por toda parte.
  • Naquele tempo surgiram algumas pessoas se dizendo apóstolos que estavam ensinando erroneamente a igreja. Mas, a igreja de Éfeso tinha discernimento espiritual e intolerância as heresias e a imoralidade (v. 2,6)
  • Os Nicolaítas ensinavam um cristianismo liberal, sem restrições, que não exigia nada em troca. Um evangelho de via única, onde Deus entrou com seu filho, a salvação e bênçãos e as pessoas não precisavam dar algo em troca, bastava aceitar seus ensinos. Jesus ensinou que para ser seu discípulo precisa negar-se a si mesma, tomar a cruz de cada dia. O evangelho de Cristo exige renúncia.
  • Essa mensagem serve de alerta para a igreja atual. Alguém escreveu que: atualmente as pessoas não querem pensar, querem sentir; não querem doutrina, querem as novidades, as revelações, os sonhos e as visões; não querem estudar a Palavra, querem escutar testemunhos eletrizantes; não querem o evangelho da cruz, buscam o evangelho dos milagres, etc.
  • A igreja contemporânea caminha sem direção. O que determina a visão da igreja é o gosto do freguês e o que dá mais ibope, as mensagens são para satisfazer o ego das pessoas, os crentes estão analfabetos da Bíblia, aceitam qualquer coisa que venha em nome de Deus, essa é triste realidade da igreja em muitos lugares.
  • Éfeso era uma igreja comprometida com a Missão Integral.
  • Ela não era uma igreja que ficava só no discurso, ela agia.
  • Ela não era uma igreja que agia pensando somente em si, através de Éfeso o Evangelho alcançou outras regiões na Ásia Menor;
  • Infelizmente, em nossos dias, muitas igrejas estão totalmente focadas em seus programas internos e não cumprem a missão de evangelizar outras pessoas.
  • Éfeso era uma igreja que perseverava nas tribulações.
  • A igreja de Éfeso sofria a investida de falsos de apóstolos, da política e da idolatria que exigia que os povos se prostrassem diante do Imperador no culto em sua homenagem;
  • Eles não se dobraram diante das investidas, por isso eram vistos como pessoas impopulares;
  • Na atualidade muitas igrejas estão mais preocupadas em ser reconhecida na terra do que no céu, por isso fazem concessões em nome do evangelho ao invés de denunciar e combater o pecado.

A PREVENÇÃO CONTRA O ERRO CONDUZIA A IGREJA DE ÉFESO A FALTA DE AMOR

Embora a igreja de Éfeso fosse doutrinada, comprometida e perseverante, ela desenvolveu ao longo dos anos uma ortodoxia fria que desagravada ao Senhor. Verso 4 – Porém tenho uma coisa contra vocês: é que agora vocês não me amam como me amavam no princípio.

  • A sua fidelidade foi elogiada, mas a sua frieza reprovada. Éfeso era como numa relação conjugal onde um dos cônjuges mantém-se fiel ao casamento, mesmo sem amor ao outro. Não havia pecado em sua conduta, mas faltava-lhe sentimento;
  • A principal marca da Igreja de Cristo é o amor. As nossas atividades, fidelidade e serviços ao Senhor não substituem o amor que precisamos demonstrar como sua igreja, João 13.35 – Se tiverem amor uns pelos outros, todos saberão que vocês são meus discípulos.
  • Algumas pessoas, embora sejam bons cristãos capazes de defender a sua fé até a morte, não sentem mais prazer na comunhão com Deus e sua igreja, não sentem saudades da nossa pátria celestial.
  • Os fariseus eram bons religiosos e Jesus elogiou sua atitude, mas disse que eles precisavam exercer também a justiça, bondade e honestidade (Mt 23.23). Não podemos ser uma igreja pela metade, uma igreja que vive entre dois mundos sem saber para qual lado pender;
  • O perigo da falta de amor surge quando acreditamos conhecer o suficiente de Deus, mas o desafiamos agindo com rebeldia desobedecendo a sua vontade;
  • O nosso amor ao Templo e a ortodoxia não pode ser maior que o nosso amor a Jesus. Não basta ser fiel, precisamos demonstrar o nosso amor à Deus. Há uma canção na HC 291 que diz: “sim eu amo a mensagem da cruz, até morrer eu a vou proclamar. Levarei eu também minha cruz, até por uma coroa trocar”. A base da nossa fé cristã está no amor que temos por Cristo.
  • Os crentes em Éfeso eram capazes de identificar um falso apóstolo, mas não era capaz de perceber a sua falta de amor. Eles conheciam muito bem o evangelho, mas não tinham amor.

O SENHOR OFERECE UMA NOVA CHANCE PARA UM NOVO COMEÇO

 Para que a igreja de Éfeso fosse 100% aprovada pelo Senhor era necessário darem 03 passos:

1º.     Lembra-te, pois de onde caíste – v. 5

  • A pergunta principal aqui é: Onde foi que você caiu? Não se trata de um simples arrependimento, mas uma correção de rota, uma atitude para mudança a partir do ponto onde você deixou de amar ao Senhor como nos primeiros dias da sua fé;
  • O Senhor exige deles uma reflexão, um momento para relembrar a queda e se recuperar – não é como você caiu, mas onde caiu;

2º.     Arrepende-te – v. 5

  1. O que significa arrependimento? Uma decisão, atitude racional para romper com o que entristece o Espírito de Deus;

3º.     Volta à prática das primeiras obras – v. 5

  • Os resultados de um verdadeiro arrependimento são os frutos que expressam mudança de vida. Não há arrependimento verdadeiro quando a pessoa continua praticando as velhas práticas;

SE NÃO HOUVER MUDANÇAS, O FINAL PODE SER CATASTRÓFICO

 No final do verso 5 o Senhor declara: Se não se arrependerem, eu virei e tirarei o candelabro de vocês do seu lugar. 

  • A luz da igreja deve brilhar, caso contrário ela se torna inútil. Se não formos capazes de amar, vamos perecer com todo o nosso conhecimento e ortodoxia. As nossas reuniões serão tão vazias como o som de um sino, Paulo declarou em I Coríntios 13.1-3: Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino. 2 Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada. 3 Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada.
  • Notem que o Senhor reconhece as virtudes da Igreja, mas testemunho e conhecimento sem amor não adianta. O que restou de Éfeso? Somente ruínas. A igreja e a cidade deixaram de existir, hoje só há ruínas para visitação pública. Se tivessem se arrependido, talvez a sua história tivesse se perpetuado como a cidade de Esmirna que continua existindo até hoje com o nome de Izmir na Turquia.
  • Se a igreja atual não se arrepender poderá se transformar numa Éfeso no futuro. Somente lembranças, templos transformados em museus e mercados, por causa da falta de amor.

I Coríntios 13.13 – Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o amor.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s