Deus ama quem dá com alegria


II Coríntios 7b – Há muitas mensagens nas Escrituras que são fáceis para pregar, mas há também temas que os pregadores evitam por falar de juízo, exortação, repreensão, etc. Nós devemos pregar tudo o que ensinam as Escrituras, mesmo que, às vezes, os temais pareçam duros aos nossos ouvidos.

Um dos temas mais difícil de ser ministrado na igreja é a mordomia cristã que trata das contribuições de cada membro à Igreja.

Embora algumas pessoas discordem, todos aqueles que se dizem membros da Igreja de Cristo devem dar a sua contribuição, servindo de alguma maneira: ensinando, evangelizando, orando, cantando, etc. Toda contribuição deve estar acompanhada de sinceridade e testemunho pessoal, nas ações e palavras. Juntos nos complementamos no serviço para Deus.

De igual modo, também devemos contribuir para a igreja ofertando. As pessoas mais ricas contribuem com maior abundância, mas os pobres não estão isentos desse privilégio de ofertar ao Senhor. Quando a pessoa não dispõe de renda, pode contribuir parte do seu tempo nos diversos serviços da igreja ou de outra maneira que possa contribuir.

Nenhum cristão deve ficar isento de ofertar, pois todos recebemos de Deus as suas bênçãos, por isso devemos dar-Lhe o nosso louvor, adoração, serviços e ofertar em favor da igreja. Porém, como diz o texto sagrado, a oferta deve ser com alegria.

Paulo fala sobre ofertar em todo o capítulo 9 de I Coríntios, ele elogia a atitude dos irmãos que ofertam, mas nesse verso deixa bem claro que o ato de doar (ofertar) também é percebido por Deus e que Deus se alegre quando alguém o faz com alegria. O que vale não é o que as pessoas dizem sobre a tua oferta, mas o que Deus diz.

Tudo o que fazemos nos diversos serviços da igreja deve ser voltado para agradar a Deus. Algumas pessoas ficam preocupadas se estão sendo notadas pelos outros, lembre-se que a melhor aprovação é aquela que vem de Deus.

Você não deve estar preocupado com o que estão dizendo ou pensando sobre você, se estão te elogiando ou criticando pelo serviço que faz ou pelas ofertas que dá na igreja. A sua preocupação deve ser a seguinte: Deus está se alegrando do que eu tenho feito?

I – QUAL O SIGNIFICADO DE DAR COM ALEGRIA?

É mais fácil compreendermos o texto sagrado explicando o que não significa ‘dar com alegria’, vejamos o que diz o início do verso 9: Que cada um dê a sua oferta conforme resolveu no seu coração, não com tristeza nem por obrigação.

  • Quando alguém dá com tristeza significa que a pessoa o fez sem desejar. Algumas pessoas dão uma pequena oferta, embora pudessem dar mais, como se fosse a última gota do seu sangue. Tais pessoas não se incomodam em gastar somas maiores com coisas fúteis, mas sentem na alma qualquer centavo que dá ao Senhor, esquecendo que Deus é Senhor de tudo e que se lhe faltar as bênçãos divina a sua vida poderá tornar-se miserável.
  • Dar com alegria é ofertar proporcionalmente ao que recebe do Senhor. Portanto, é justo que alguém que ganhe menos oferte menos, ao passo que aquele que ganha mais possa oferta mais. Mas, também deve se levar em consideração que algumas pessoas ganhem mais e também gastem mais por conta de ter em sua família mais pessoas e mais despesas. Por isso a oferta é proporcional, o amor de Deus é por aquele que dá com alegria, então se a pessoa oferta por obrigação não está agradando a Deus.

O texto que estamos estudando não trata do dízimo, aliás esse é um dever cristão que não cabe questionamento nessa passagem. A doutrina cristã tem sua base na lei judaica e os judeus davam seus dízimos, ofertas voluntárias e outras ofertas especiais ao longo do ano, perfazendo algo em torno de 1/3 da sua renda ao Templo do Senhor. Outros religiosos costumam também ofertar em grande proporção. Agora, imaginem a igreja de Cristo, nós devemos agir de igual modo pois temos algo precioso que só pode ser encontrado em Jesus – a salvação eterna.

Não temos uma regra específica no N.T. sobre doutrina da contribuição, portanto, que cada um de nós dê segundo o seu coração e proporcionalmente segundo a prosperidade que Deus lhe deu. Não pensem em ofertar preocupado com o que as pessoas possam dizer, pensem no que Deus lhes dirá – Deus ama quem dá com alegria.

  • Quem dá com alegria, dá com voluntariedade, não precisa ser sangrado ou forçado por imposição.
  • Quem dá com alegria o faz de todo coração, quer seja nas ofertas ou nos serviços que prestam na igreja. Se você é responsável por algum ministério aprenda a ofertar de coração dando o seu melhor para Deus.
  • Quem dá com alegria o faz com fervor, imaginem os líderes, obreiros e membros ofertando ao Senhor com fervor, isso seria contagiante e outras pessoas passariam a contribuir de igual modo.
  • Quem dá com alegria deseja dar muitas vezes mais do que pode dar, geralmente quem oferta ao Senhor deseja fazer muito mais, seja em recursos, tempo ou serviço.

II – POR QUE DEUS AMA AO QUE DÁ COM ALEGRIA?

O texto não se refere a todas as pessoas, ele é específico. Alguém que não seja cristão e oferta com alegria, mas continua vivendo no pecado, continua vivendo sob a ira divina. Essa é uma mensagem para a comunidade cristã, para pessoas salvas que pertencem a igreja de Cristo.

  • O nosso Deus tem prazer em dar o que tem as pessoas: ele nos deu a vida, a natureza, o sol que brilha, a noite para descansarmos, etc.
  • Deus nos deu o que Ele tinha de melhor para nos redimir. Ele nos deu Jesus, e com ele a sua graça. Notem que, tudo que o evangelho oferece é de graça: salvação, perdão, justificação, regeneração, espírito santo, céu, etc.
  • Por isso, todo aquele que se diz cristão também é um doador e se não o faz está fora de sintonia com o plano de Deus através de Cristo. A doutrina da graça nos ensina a doar em favor de outros para que o mundo conheça a Cristo.
  • Deus ama quem dá com alegria porque o seu propósito é tornar o Seu povo feliz. Aquele que vive para si mesmo se torna infeliz e egoísta, o evangelho de Cristo nos ensina viver para os outros.
  • Deus ama quem dá com alegria porque vê nessa pessoa a obra do Seu Espírito. Isso ocorre quando a pessoa consagra a sua riqueza, assim como o seu coração, à Deus. Tais pessoas aprendem a amar aquilo que é espiritual mais do que o carnal.

III – PORQUE DEVEMOS DAR COM ALEGRIA?

  • Porque tudo o que temos devemos a Deus.
  • O que você trouxe ao mundo quando nasceu? Jó em sua aflição reconheceu que veio nu ao mundo e que tudo pertencia a Deus. Jó 1.21,22: Aí disse assim: – Nasci nu, sem nada, e sem nada vou morrer. O SENHOR deu, o SENHOR tirou; louvado seja o seu nome! 22 Assim, apesar de tudo o que havia acontecido, Jó não pecou, nem pôs a culpa em Deus.
  • Quem pode assegurar o teu futuro? Talvez você diga que tem propriedades, seguro, assistência médica, etc. mas, de que adianta tudo isso se não for feliz? Salmos 31.15 (NVI) – O meu futuro está nas tuas mãos; livra-me dos meus inimigos e daqueles que me perseguem.
  • Porque somos salvos pela graça de Deus. Os seus pecados estão perdoados; o Espírito Santo colocou o selo da adoção em você, agora és filho de Deus; você pertence ao Reino de Deus; Há uma mansão celestial preparada para você; você está livre da condenação eterna e do inferno; etc. Efésios 2.8 – Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus.
  • O tempo de doar logo terminará. Para o lugar onde iremos não há necessidade de riquezas terrenas; Deus enxugará as lágrimas de todos; seremos um só povo; Lá não haverá fome, sede ou necessidade alguma. Então, aproveite o seu tempo para ofertar com alegria ao Senhor! Mateus 6.20: Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las.
  • Nós necessitamos a todo momento de um Deus doador. Geralmente quando oramos, nós pedimos mais do que agradecemos. A todo momento queremos receber uma benção, uma cura, uma resposta, um emprego, uma casa, etc. A Bíblia ensina que o nosso Deus é justo, ele retribui a cada um segundo aquilo que semeia e ama quem dá com alegria. Gálatas 6.8: Não nos cansemos de fazer o bem. Pois, se não desanimarmos, chegará o tempo certo em que faremos a colheita.

Finalizando. Meus irmãos, sejam sempre generosos na medida em que Deus lhes abençoa; façam o serviço para o Senhor com carinho e alegria; Se você pode fazer alguma coisa não desperdice a chance de dar, etc. … Mas, antes de ofertar, pense:

  • Você está ofertando de coração?
  • Você depositou a sua confiança em Deus?

Se você deseja desfrutar do prazer de Deus pelo que fazes, faça-o com alegria porque Deus ama quem dá com alegria. II Co 9.7b

Extraído do Sermão de Charles Haddon Spurgeon, pregado na noite de quinta-feira, 27 de agosto de 1868, no Tabernáculo Metropolitano, Newington, Londres.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s