Vai tudo bem comigo …


II Reis 4.26 – “Corra até lá e pergunte se tudo está bem com ela, com o marido e com o filho. A mulher disse a Geazi que estava tudo bem

A mulher de Suném é um exemplo típico de como nós, cristãos, devemos agir diante de dificuldades que possam surgir em nossas vidas.

Ela abençoou o homem de Deus, Eliseu, ao construir um quarto para ele em sua casa, sem pedir qualquer coisa em troca. A bondade no coração da mulher e sua generosidade fez a diferença em sua vida.

Ela não tinha qualquer intenção em receber alguma coisa em troca quando abençoou Eliseu. Ela declarou que não precisava de favores junto ao rei ou ao comandante do exército, ela disse: “Eu tenho tudo o que preciso aqui, no meio do meu povo” (II Rs 4.13).

Mesmo assim, Eliseu sentiu no coração o desejo de abençoá-la, e tinha algo que ela não possuía. Sabendo que o seu esposo era velho e que eles não tinham filhos, o homem de Deus profetizou que no próximo ano aquela mulher seria mãe, o que de fato aconteceu.

Ser mãe era uma benção desejada, mas não esperada devida as circunstâncias. É desse modo que Deus age com as pessoas que são generosas e sinceras como aquela mulher, Deus sabe de tudo o que precisamos e como nos surpreender.

Os anos se passaram e um dia o menino passou mal e morreu. A mulher não se deixou levar pela sensação de perda, não disse nada ao esposo ou empregados. Ela deitou a criança na cama que ficava no quarto construído para Eliseu e fechou a porta. O quarto de Eliseu era um lugar privado onde ninguém ousaria entrar sem permissão. Tem situações que acontecem na vida que não devem ser compartilhadas com qualquer pessoa, mesmo dentro de casa, pois ninguém dará solução senão o Senhor.

Ela saiu de casa com missão – Encontrar o homem de Deus. Ela ordenou aos empregados que não parassem no caminho (v. 24). Quando você está em busca de uma benção não deve parar no caminho para dar explicações às pessoas que te questionam. O apóstolo certa vez declarou: … Porém uma coisa eu faço: esqueço aquilo que fica para trás e avanço para o que está na minha frente. 14 Corro direto para a linha de chegada a fim de conseguir o prêmio da vitória. Esse prêmio é a nova vida para a qual Deus me chamou por meio de Cristo Jesus. Fp 3.13,14

Eliseu ordenou a Geazi que fosse ao encontro da mulher e a perguntasse se estava tudo bem com ela, com o esposo e com o filho. Ela respondeu que estava tudo bem. Mas, a verdade é que as coisas não estavam bem. Em sua casa o marido a esperava sem saber do ocorrido e no quarto de Eliseu o menino estava morto sobre a cama.

Geazi era um discípulo de profeta, mas não o profeta. Quando temos uma situação a ser resolvida, devemos ir diretamente ao homem de Deus e não aos intermediários. Muitas pessoas fracassaram em suas buscas por soluções porque falaram com pessoas erradas que não poderiam ajuda-las. Essa mulher sabia quem era o homem de Deus e sabia que ele se importaria com a sua causa, somente Eliseu poderia falar a Deus por ela.

Ninguém pode deter a mulher de chegar até Eliseu. Do mesmo modo, a Bíblia fala da mulher que estava com hemorragia, ela rompeu a barreira de uma multidão que cercava o mestre e tocou em suas vestes para ser curada. Mateus 9.21,22: Pois ela pensava assim: “Se eu apenas tocar na capa dele, ficarei curada.” 22 Jesus virou, viu a mulher e disse: – Coragem, minha filha! Você sarou porque teve fé. E naquele momento a mulher ficou curada.

Diante do homem de Deus a mulher abriu o seu coração e revelou a sua angústia, no verso 27 diz que ela estava tão aflita que se atirou aos pés de Eliseu declarando o seu desespero. Eliseu demonstrou preocupação e enviou Geazi a casa da mulher para ver o que tinha acontecido e lhe disse:  Não pare para cumprimentar ninguém que você encontrar e, se alguém cumprimentar você, não perca tempo respondendo. Vá direto e ponha o meu bastão em cima do menino.

A mulher não ficou satisfeita com a decisão de Eliseu e não aceitou intermediário, ela precisava que Eliseu fosse a sua casa, somente Elizeu poderia colocar um ponto final naquela situação. Verso 30: Mas a mulher disse a Eliseu: – Juro pelo SENHOR Deus e juro pelo senhor mesmo que eu não o deixarei aqui. Aí Eliseu se levantou e foi com ela.

Algumas qualidades que podemos encontrar na história dessa mulher que fez a diferença em sua vida:

  1. Determinação: Ela sabia que Eliseu tinha como resolver a sua causa, por isso decidiu não falar ao esposo e empregados sobre a morte do menino. Ela também, não o colocou em qualquer lugar, mas no quarto do homem de Deus onde ninguém ousaria entrar;
  2. Sinceridade: Diante de Eliseu era abriu o coração, demonstrou a sua aflição e até desafiou ou homem ao dizer: – Senhor, por acaso, eu lhe pedi um filho? Não lhe pedi que não me enganasse? (v.28)
  3. Perseverança: Quando Geazi saiu para ir a sua casa, ela não se deu por satisfeita e continuou junto ao homem de Deus até que ele decidiu ir a sua casa. As vezes nos deixamos ser levados por soluções paliativas, quando Geazi chegou na casa não foi capaz de ressuscitar a criança, agora imagine se ela tivesse voltado com Geazi, a sua causa estaria perdida.
  4. Convicção: Ela cria que Eliseu era o único que poderia salvar o seu filho, não reconheceu em Geazi o mesmo poder que havia no profeta. Ela creu no homem de Deus, quando Eliseu chegou e entrou no quarto onde a criança estava o milagre aconteceu. Procure colocar seus problemas no lugar certo e esperar pela presença de Deus nele para que o milagre aconteça em tua vida – Geazi não pode realizar o milagre que cabe a Eliseu, do mesmo modo, por mais que outras pessoas orem jamais poderão realizar milagres sem a presença de Deus.
  5. Gratidão: O testemunho da mulher não se encerra quando a porta do quarto se abre, Geazi aparece na porta e a convida para entrar. Lá dentro estava Eliseu com o menino vivo, ele diz a ela – pegue o seu filho. Antes dela pegar o filho e sair do quarto, antes de tocar na criança viva, pelo simples fato de ver a criança viva, ela se prostrou aos pés de Eliseu e encostou o rosto no chão agradecendo-lhe pelo milagre. Depois de agradecer ela pegou o filho e saiu. Há pessoas que se preocupam tanto em receber o milagre que se esquece de agradecer a Deus pelo que recebe.
    • A Bíblia ensina que devemos agradecer a Deus em todos os momentos, Cl 3.15b – “E sejam agradecidos”.
    • Devemos nos apresentar diante de Deus no templo com gratidão, Salmos 100.4 – Entrem pelos portões do Templo com ações de graças, entrem nos seus pátios com louvor. Louvem a Deus e sejam agradecidos a ele.
    • Não importa se o dia não foi bom, em qualquer ocasião devemos agradecer a Deus. I Tessalonicenses 5.18 – e sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. Isso é o que Deus quer de vocês por estarem unidos com Cristo Jesus.
    • Agradecer a Deus é um ato de fé e deve ser feito com respeito e temor. Hebreus 12.28 – Por isso sejamos agradecidos, pois já recebemos um Reino que não pode ser abalado. Sejamos agradecidos e adoremos a Deus de um modo que o agrade, com respeito e temor.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s