Igreja: Uma comunidade de Discípulos


É comum algumas pessoas ver a igreja como um clube social, onde se paga a mensalidade ou anuidade e usufrui dos benefícios prometidos. A Igreja é na verdade uma comunidade que surgiu no Dia de Pentecostes e tem funções específicas – A igreja é uma comunidade de discípulos que fazem novos discípulos, Atos 2.37-47.

A igreja também é uma comunidade de adoradores, que se considera administradora dos bens de Deus e que compreende a importância de invocar a Deus através da oração e lhe dar glórias, honras e louvores sem cessar.

Alguns aspectos que devemos considerar na igreja quando é vista como uma comunidade:

I – A igreja é uma comunidade que se expande, ela está sempre crescendo, como uma família!

  • A sua mensagem é mostrar as pessoas o verdadeiro caminho para alcançar a Deus – Jesus Cristo é o único caminho;
  • Para se tornar membro dessa comunidade é necessário arrepender-se, ser batizado e receber o Espírito Santo;
  • As pessoas que aceitam a mensagem de Cristo e cumprem o processo de ingresso à comunidade cristã constituem a Grande Família da Fé, Atos 2.47:

II – A Igreja é uma comunidade onde as pessoas aprendem uns com os outros

Versos 42,43: E todos continuavam firmes, seguindo os ensinamentos dos apóstolos, vivendo em amor cristão, partindo o pão juntos e fazendo orações. 43 Os apóstolos faziam muitos milagres e maravilhas, e por isso todas as pessoas estavam cheias de temor.

Lucas nos diz que eles perseveravam (RA/RC), ou continuavam (NTLH) dando nos uma ideia de uma ação contínua. Os primeiros cristãos nunca deixavam de aprender.

  • Eles perseveravam no ensino apostólico. Todos sabiam claramente quais as funções que deveriam exercer na igreja (evangelizar, ensinar, batizar e discipular). Os novos cristãos que eram ingressos a comunidade cristã passavam um período junto com os apóstolos para serem doutrinados.
  • Eles tinham comunhão e comiam o pão juntos. A palavra comunhão (koinonia) significa ter coisas em comum ou compartilhar, esse era o espírito daqueles cristãos, como consequência da comunhão a igreja crescia.
  • Eles oravam juntos. A comunhão se deva também nos momentos de oração, embora cada cristão tenha o seu momento em particular com Deus para orar, não podemos ignorar a importância da comunhão na oração, através dela os cristãos são fortalecidos quando oramos uns pelos outros. Tiago 5.16: Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e façam oração uns pelos outros, para que vocês sejam curados. A oração de uma pessoa obediente a Deus tem muito poder.

III – A igreja é uma comunidade onde as pessoas se interessam pelo outro

Atos 2.44,45: Todos os que criam estavam juntos e unidos e repartiam uns com os outros o que tinham. 45 Vendiam as suas propriedades e outras coisas e dividiam o dinheiro com todos, de acordo com a necessidade de cada um.

A igreja primitiva foi ensinada pelos apóstolos a ser uma comunidade, a ter as coisas em comum e a considerar literalmente os outros como a si mesmo.

  • Eles estavam sempre juntos: É impossível afirmar que estamos em comunhão se cada um de nós vive desunido, os primeiros cristãos aceitaram o regime da autoridade apostólica e respeitavam os apóstolos como seus líderes. Aqueles que criam no evangelho estavam sempre unidos no templo, nas casas e em qualquer lugar. Eles eram de fato uma família espiritual e se alegravam com aqueles que estavam felizes e choravam com aqueles que estavam tristes, Romanos 12.15 – Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram.
  • Eles tinham as coisas em comum. Nenhum deles se sentia proprietário de qualquer coisa, mas apenas mordomos dos bens que Deus lhes deram.

IV – A igreja é uma comunidade de pessoas que adoram a Deus

Atos 2.46,47: Todos os dias, unidos, se reuniam no pátio do Templo. E nas suas casas partiam o pão e participavam das refeições com alegria e humildade. 47 Louvavam a Deus por tudo e eram estimados por todos. E cada dia o Senhor juntava ao grupo as pessoas que iam sendo salvas.

  • O templo era o seu lugar de reunião. Neste local os cristãos se reuniam, louvavam e adoravam a juntos como irmãos. Notem que o Evangelho era pregado à todas as pessoas fora do templo, mas nas reuniões o foco principal era a adoração coletiva;
  • Em outras ocasiões eles se reuniam nas casas, mas nesse caso a reunião era mais íntima, onde os irmãos podiam se conhecer melhor e animar-se uns aos outros;
  • O foco principal das suas reuniões era a adoração à Deus. Todas as ações que aconteciam nas reuniões tinham por objetivo adorar a Deus. Essa adoração no templo ou nos lares não era algo interno, mas uma adoração externa através dos salmos, cânticos, orações, profecias, pregações, etc.

V – Qual o resultado alcançado pelos primeiros cristãos? O mesmo que hoje objetivamos = Crescimento.

  • O crescimento era consequência do modo de vida que aqueles cristãos levavam. Porém, eles não se preocuparam com o crescimento, apenas seguiram a doutrina que os apóstolos aprenderam de Jesus e transmitiu aos novos crentes. Não havia cristãos desesperados e fazendo concessões com o pecado para que a igreja crescesse numericamente. Eles apenas cumpriam a sua missão e Deus lhes dava o crescimento.
  • O programa de discipulado ou qualquer outra ação promovida pela igreja não podem garantir o seu crescimento, mas contribuem para que a vontade de Deus seja estabelecida e haja crescimento.
  • Para encerrar leiamos as recomendações do escritor aos Hebreus 13.15-17: Por isso, por meio de Jesus Cristo, ofereçamos sempre louvor a Deus. Esse louvor é o sacrifício que apresentamos, a oferta que é dada por lábios que confessam a sua fé nele. 16 Não deixem de fazer o bem e de ajudar uns aos outros, pois são esses os sacrifícios que agradam a Deus. 17 Obedeçam aos seus líderes e sigam as suas ordens, pois eles cuidam sempre das necessidades espirituais de vocês porque sabem que vão prestar contas disso a Deus. Se vocês obedecerem, eles farão o trabalho com alegria; mas, se vocês não obedecerem, eles trabalharão com tristeza, e isso não ajudará vocês em nada.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s