Somos uma igreja acolhedora


5 Que Deus, que é quem dá paciência e coragem, ajude vocês a viverem bem uns com os outros, seguindo o exemplo de Cristo Jesus! 6 E isso para que vocês, todos juntos, como se fossem uma só pessoa, louvem ao Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo. 7 Portanto, aceitem uns aos outros para a glória de Deus, assim como Cristo aceitou vocês. Romanos 15.5-7

O QUE LEVA UMA PESSOA DECIDIR-SE POR UMA IGREJA?

São vários os fatores que envolve tal decisão. Mas, um dos mais importantes é o acolhimento, o modo como a pessoa é recebida e se relaciona com a igreja é fundamental para a sua permanência. Essa não é uma tarefa exclusiva do pastor ou liderança da igreja, todos os membros fazem parte do processo de acolhimento.

Uma pessoa que não se relaciona, não forma amizade, não se sente valorizada, é um sério candidato a sair da igreja e migrar para outra que julgue ser diferente.

Jesus ensinou sobre a prática de acolhimento em todo o seu ministério terreno. Em Mateus 25.44-45 fala sobre a sentença de Cristo contra as pessoas que não se solidarizam com seu próximo: – Então eles perguntarão: “Senhor, quando foi que vimos o senhor com fome, ou com sede, ou como estrangeiro, ou sem roupa, ou doente, ou na cadeia e não o ajudamos?” 45 – O Rei responderá: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: todas as vezes que vocês deixaram de ajudar uma destas pessoas mais humildes, foi a mim que deixaram de ajudar.”

A Bíblia ensina em Romanos 15.7 que o acolhimento na igreja deve ser igual para todos, do mesmo modo que Cristo nos amou e nos acolheu sem distinção: Portanto, aceitem (acolhei na RA) uns aos outros para a glória de Deus, assim como Cristo aceitou vocês.

A Bíblia também orienta sobre o acolhimento aos irmãos fracos na fé, nós devemos acolher e não condenar suas fraquezas, Romanos 14.1 – Aceitem (acolhei na RA) entre vocês quem é fraco na fé sem criticar as opiniões dessa pessoa.

Quando eu olho para a igreja sob a ótica divina, conforme as escrituras, percebo que ela não é um clube ou associação para poucos privilegiados que usufruem de seus benefícios pagamento uma mensalidade; ela não é um lugar para salvos exclusivistas que vivem separados ou alheios ao mundo ao seu redor.

uma igreja acolhedoraA Igreja é joia mais preciosa de Cristo na terra, ela é a menina dos Seus olhos, a noiva do Cordeiro, uma agência do Reino de Deus na terra. Por essas e outras razões devemos exalar a todo instante a natureza de Cristo através de nós. Ser um cristão é mais do ser um religioso, é ser cidadão dos céus na terra.

Nós somos parte de um grande projeto divino que tem por objetivo principal tornar os pecadores arrependidos semelhantes a Cristo, em santidade e glória. Paulo enfatiza esse objetivo em Efésios 4.13: Desse modo todos nós chegaremos a ser um na nossa fé e no nosso conhecimento do Filho de Deus. E assim seremos pessoas maduras e alcançaremos a altura espiritual de Cristo.

SOMOS UMA IGREJA ACOLHEDORA QUANDO SEGUNDO A BÍBLIA:

  1. Agimos como um corpo, I Coríntios 12.12,13: Cristo é como um corpo, o qual tem muitas partes. E todas as partes, mesmo sendo muitas, formam um só corpo. 13 Assim, também, todos nós, judeus e não-judeus, escravos e livres, fomos batizados pelo mesmo Espírito para formar um só corpo. E a todos nós, foi dado de beber do mesmo Espírito.
  • O Corpo representa a unidade na diversidade. Somos muitas partes diferentes ligadas entre si formando o corpo. I Coríntios 12.14: Pois o corpo não é feito de uma só parte, mas de muitas.
  • Não existe corpo só de um só membro, a mão ou pé não representam todo o corpo, ambos possuem funções diferentes que os torna especiais e ao mesmo tempo fundamentais para o restante da estrutura do corpo. I Coríntios 12.18-20,27: Assim Deus colocou cada parte diferente do corpo conforme ele quis. 19 Se o corpo todo fosse uma parte só, não existiria corpo. 20 De fato, existem muitas partes, mas um só corpo. 27 Pois bem, vocês são o corpo de Cristo, e cada um é uma parte desse corpo.

As pessoas no mundo atual sentem a necessidade de pertencerem a uma comunidade, do mesmo que os membros do corpo sentem a necessidade de interagirem entre si. Por isso, na igreja, nós devemos:

  • Tratar todas as pessoas com cordialidade e respeito, como Deus age conosco, Isaias 43.1: Mas agora, povo de Israel, o SENHOR Deus que o criou diz: “Não tenha medo, pois eu o salvarei; eu o chamei pelo seu nome, e você é meu.
  • Os que obedecerem ao Senhor e cumpriram seus mandamentos receberão no céu um nome novo, nenhum salvo será tratado com indiferença na eternidade, Apocalipse 2.17: “Portanto, se vocês têm ouvidos para ouvir, então ouçam o que o Espírito de Deus diz às igrejas. “Aos que conseguirem a vitória eu darei do maná escondido. E a cada um deles darei uma pedra branca, na qual está escrito um nome novo que ninguém conhece, a não ser quem o recebe.”
  • Ter empatia em relação aos sentimentos e necessidades das pessoas, quando perceber que algo não vai bem na vida do seu irmão em Cristo. Quando o rei Artaxerxes percebeu a tristeza no rosto de Neemias, lhe disse (Ne 2.2): e por isso perguntou: – Por que você está triste? Você não está doente; portanto, deve estar se sentindo infeliz. Então eu fiquei com muito medo
  • Demonstrar afetos entre os irmãos e liderança, o mesmo sentimento esboçado entre Paulo e os presbíteros de Éfeso, na cidade de Mileto, Atos 30.36,37: Quando Paulo acabou de falar, ajoelhou-se com os irmãos e orou. 37 Então todos choraram muito e abraçaram e beijaram Paulo.

  1. Vivemos como uma família, I Tm 3.15: Mas, se eu demorar, esta carta vai lhe dizer como devemos agir na família de Deus, que é a Igreja do Deus vivo, a qual é a coluna e o alicerce da verdade.
  • Uma família é constituída por pessoas diferentes que se amam, se alegram com o sucesso do outro, se respeitam e buscam viver em harmonia.
  • Na família os irmãos se protegem fisicamente, emocionalmente e espiritualmente.
  • Na família há muita empatia, quando alguém não está bem os demais sentem a sua dor, o mesmo acontece quando alguém conquista algo bom e todos se alegram.
  • Quando a igreja vive como uma família os vínculos de amizade e amor são fortalecidos. Romanos 12.15: Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram.

  1. Preparamos o povo de Deus, Ef 4.12,13: Ele fez isso para preparar o povo de Deus para o serviço cristão, a fim de construir o corpo de Cristo. 13 Desse modo todos nós chegaremos a ser um na nossa fé e no nosso conhecimento do Filho de Deus. E assim seremos pessoas maduras e alcançaremos a altura espiritual de Cristo.
  • A igreja é como uma escola onde as pessoas se reúnem para aprender, ela não é uma casa de shows onde as pessoas apenas assistem e aplaudem. Na igreja todas as pessoas são desafiadas a experimentar a fé genuína em Cristo e o seu Espírito.
  • Quando não há ensino na igreja, os crentes crescem doentes e podem sofrer retardamento espiritual, sedentarismo provocado pela inércia na fé, inanição espiritual quando se reúnem poucas vezes e aprendem pouco e outras doenças espirituais.
  • A igreja acolhedora constrói vidas a todo momento. O fraco hoje poderá se tornar o líder do amanhã.

  1. Temos cuidado uns pelos outros, João 21.17: E perguntou pela terceira vez: – Simão, filho de João, você me ama? Então Pedro ficou triste por Jesus ter perguntado três vezes: “Você me ama?” E respondeu: – O senhor sabe tudo e sabe que eu o amo, Senhor! E Jesus ordenou: – Tome conta das minhas ovelhas.
  • Quando os relacionamentos são quebrados na igreja ela se torna fraca e exposta aos inimigos. Mateus 12.25: Mas Jesus conhecia os pensamentos deles e disse: – O país que se divide em grupos que lutam entre si certamente será destruído. E a cidade ou a família que se divide em grupos que lutam entre si também será destruída.
  • A igreja é a única instituição no mundo que tem por obrigação cuidar dos outros sem qualquer interesse ou acepção. I Coríntios 9.22, 28: Quando estou entre os fracos na fé, eu me torno fraco também a fim de ganhá-los para Cristo. Assim eu me torno tudo para todos a fim de poder, de qualquer maneira possível, salvar alguns. 25 Todo atleta que está treinando aguenta exercícios duros porque quer receber uma coroa de folhas de louro, uma coroa que, aliás, não dura muito. Mas nós queremos receber uma coroa que dura para sempre.

 

A mesma palavra que Jesus dirigiu a Pedro é a que nós ouvimos hoje: E perguntou pela terceira vez: – Simão, filho de João, você me ama? Então Pedro ficou triste por Jesus ter perguntado três vezes: “Você me ama?” E respondeu: – O senhor sabe tudo e sabe que eu o amo, Senhor! E Jesus ordenou: – Tome conta das minhas ovelhas. João 21.17

Uma igreja acolhedora declara o seu amor á Cristo e o demonstra através das obras.

Eu li um texto certa ocasião um texto atribuído ao Rev. Hernandes Dias Lopes que fala sobre os 10 mandamentos do relacionamento humano, os quais eu desejo compartilhar com você ao termino desse sermão:

  • Converse com o visitante que vem à igreja
  • Sorria para as pessoas – São necessários 72 músculos para franzir o rosto e apenas 14 para sorrir
  • Procure saber o nome da pessoa e quando se dirigir a ela pronuncie o seu nome
  • Seja amigável e cooperador – quer ter amigos? Seja amigo!
  • Seja cordial – Tenha sempre uma palavra e uma atitude encorajadora.
  • Tenha um interesse genuíno pelas pessoas
  • Seja generoso nos elogios e cauteloso nas críticas
  • Tenha consideração com os sentimentos das pessoas
  • Considere a opinião das outras pessoas
  • Esteja pronto para ouvir.

Sempre que possível dê um abraço em alguém:

  • O abraço é saudável. Ajuda o sistema imunológico, cura a depressão, reduz o estresse e induz ao sono. Revigora, rejuvenesce e não tem efeitos colaterais.
  • O abraço é um remédio miraculoso.
  • O abraço é absolutamente natural. É orgânico, não poluente, naturalmente doce, não contém ingredientes artificiais, é ambientalmente correto e 100% integral
  • O abraço é o presente ideal. Excelente para qualquer ocasião, vem em embalagem própria e, certamente, é totalmente restituível – bom de dar e bom de receber.
  • O abraço é praticamente perfeito, não utiliza pilhas e nem precisa de prestações mensais, é à prova de fogo, de roubo, e isento de impostos.
  • O abraço é um recurso, pouco explorado, de poderes mágicos. Quando abrimos o coração e os braços, estimulamos outros a fazerem o mesmo.
  • Pense nas pessoas de sua vida. Observe as pessoas a sua volta. Que tal você compartilhar com elas
  • a magia de um abraço? Está esperando que alguma delas dê o primeiro abraço? Não espere mais! Comece você mesmo!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s