Preparem os campos para a colheita


Eu percebo que há no meio cristão muitos programas e estratégias de crescimento, mas tenho a impressão que está faltando alguma coisa. As pessoas se apresentam nas igrejas esperando os aplausos, muitos vão as igrejas na expectativa de serem revelados e ‘premiados’ com falsas promessas de conquistas materiais e nos relacionamentos.

Dificilmente eu vejo pessoas preocupadas em alcançar outras pessoas para o Reino de Deus, são poucos os cristãos que se preocupam com a volta de Cristo e em menor número aqueles que se dispõe a abrir mão de seus interesses em favor dos menos favorecidos. O que tenho visto com frequência nas igrejas são pessoas esperando receber beneficies de Deus sem oferecer-lhe algo em troca.

Ler Artigo →

Conquistas exigem cuidados permanentes


Quando os israelitas entraram na terra prometida, depois de mais de 400 anos de escravidão e peregrinação no deserto, as casas que passaram a habitar precisavam de cuidados contínuos pois os antigos moradores da região eram pagãos e esconderam muitas coisas (ouros e jóias) e objetivos de cultos sob as casas e em suas paredes. Por isso qualquer indício de impureza deveria ser comunicado imediatamente ao sacerdote, conforme Levíticos 14.33-41.

Porém, antes de entrar e conquistar a terra prometida eles tiveram que enfrentar três grandes obstáculos que podem ser comparados com os desafios que nós, a igreja de Cristo, enfrentamos na jornada pela busca da plenitude divina e o cumprimento das promessas de Deus.

Ler Artigo →

Nós somos o Templo de Deus


Nós somos o templo do Espírito de Deus, por isso devemos cuidar dessa habitação a fim de que Deus possa habitar entre nós. Se um sacerdote em pecado se aventurasse a entrar no lugar santíssimo, ele seria morto. Do mesmo modo, se nos aventurarmos entrar na presença de Deus sem se purificar e santificar, estaremos mortos espiritualmente e não haverá conexão com o Espírito de Deus.

Ler Artigo →

Protejam os vossos filhos …


O adversário está liderando um programa terrível para derrotar a próxima geração, porque ele sabe que a próxima geração pode ser a geração de Moisés, Abraão, Daniel, Josué, Debora, Rute, Raquel, Paulo, Timóteo, Priscila, Maria, etc.

Se essa geração prevalecer e vencer, eles irão para os governos, as empresas, eles dominarão a tecnologia e a ciência, serão os futuros doutores, mestres e professores, nesta Nação. Isso representa, um mundo diferente, justo e cheio da presença de Deus. É contra esse futuro que satanás está lutando.

Ler Artigo →

Chamado para ir até o fim!


Eu penso que Daniel foi envolvido pela cultura babilônica a partir do momento em que ele recebeu culto em sua honra, desde aquele momento Daniel passou a ter um pensamento mais politizado e menos fundamentalista das questões religiosas.

Devemos ter o cuidado com presentes e honrarias que recebemos vindo do mundo, pois o diabo é especialista em criar situações que no futuro te deixará de mãos atadas e impossibilitado para tomar decisões radicais. Para Daniel ajoelhar-se numa cerimônia em homenagem ao rei não seria pecado, visto que ele já fora homenageado do mesmo modo no passado.

Ler Artigo →