O Santo Homem de Deus


Conheci uma pessoa em certa ocasião que me falou que o seu maior desejo era ser chamado e reconhecido como ‘homem de Deus’. Eu penso que esse é o desejo de muitas pessoas, nessa busca por um padrão denominado ‘pessoas de Deus / homem de Deus’, nós julgamos as pessoas como sendo de Deus por causa da sua aparência, inteligência, oratória, situação financeira, participação nas reuniões da igreja, etc. Será que isso é suficiente para tornar alguém uma pessoa de Deus?

II Reis 4.8,9 – Um dia Eliseu foi até a cidade de Suném, onde morava uma mulher rica. Ela o convidou para uma refeição, e daí em diante, sempre que ia a Suném, Eliseu tomava as suas refeições na casa dela. 9 Ela disse ao seu marido: – Tenho a certeza de que esse homem que vem sempre aqui é um santo homem de Deus.

O texto em apreço não diz quais eram as qualidades de Eliseu ou a razão que levou a mulher a reconhece-lo como homem de Deus, talvez esse reconhecimento estivesse ligado à sua posição de profeta. Encontramos na Bíblia muitas referências relacionadas ao padrão de uma pessoa de Deus, elas mostram qualidades e características que envolvem a vida de uma pessoa que agrada a Deus e anda segundo a sua vontade.

Ao conhecer as escrituras e obedecer ao que ela determina podemos nos tornar uma pessoa de Deus, isso envolve mais do que um padrão comportamental e litúrgico, a pessoa que deseja ser de Deus deve em primeiro lugar entregar a sua vida à Deus para ouvir, entender, compreender e saber a sua vontade, então poderá estabelecer um padrão que agrade a Deus e a torne reconhecidamente uma ‘pessoa de Deus’.

Viver em um padrão que agrade a Deus para alguns custa a própria vida enquanto outros desfrutam suas beneficies no paraíso terrestre, não existe um padrão absoluto. Você pode ser um homem de Deus em qualquer circunstância desde que aceite o propósito divino para a sua vida aqui na terra, o reconhecimento das pessoas nem sempre acompanha o reconhecimento de Deus, pode ser que o reconhecimento de algumas pessoas ocorra somente depois da morte do ‘homem de Deus’ como aconteceu com os soldados romanos diante do Cristo crucificado, Mateus 27.54 – O oficial do exército romano e os seus soldados, que estavam guardando Jesus, viram o terremoto e tudo o que aconteceu. Então ficaram com muito medo e disseram: – De fato, este homem era o Filho de Deus!

Na história bíblica ser chamado de homem de Deus significava uma honra incomparável para a pessoa, infelizmente em nossos dias essa honra tem sido banalizada por pessoas que se dizem de Deus, mas desonram o evangelho de Cristo. Alguns homens na Bíblia foram chamados ou reconhecidos como homem de Deus, exemplo:

  • Moisés (Dt 33.1; Js 14.6; I Cr 23.14);
  • Profeta Elias (I Rs 17.24; II Rs 1.13);
  • Rei Davi (Ne 12.24,36);
  • Profeta Hanã (Jr 35.3);
  • Profeta Eliseu (II Rs 4.9,16);
  • Presbítero Timóteo (I Tm 6.11).

Qualidades e características de um homem de Deus:

  • Ele é conhecido por fugir de coisas que o mundo aprova, I Tm 6.11a – “Mas você, homem de Deus, fuja de tudo isso…” O apostolo Paulo cita entre os versos 3 a 10 várias coisas das quais o homem de Deus deve fugir: orgulho, discussões, brigas, invejas, insultos, desconfianças maldosas, falta de juízo, falsa religiosidade, cobiça por riquezas, escravidão do dinheiro e desejos tolos.
  • Ele é conhecido por sua conduta, I Tm 6.11b – “Viva uma vida correta, de dedicação a Deus, de fé, de amor, de perseverança e de respeito pelos outros”. O homem de Deus foge do que considera errado e segue em direção as coisas que agradam a Deus.
  • Ele é conhecido por ter um propósito, I Tm 6.12a – “Corra a boa corrida da fé e ganhe a vida eterna…” A vida cristã é como uma maratona que termina quando você cruza a linha de chegada e recebe a premiação. A pessoa que desiste no meio do caminho ou perde o foco na linha de chegada corre o risco de perder o prêmio da conquista.
  • Ele é conhecido por cumprir a sua missão integralmente, I Tm 6.14 – Cumpra a sua missão com fidelidade, para que ninguém possa culpá-lo de nada, e continue assim até o dia em que o nosso Senhor Jesus Cristo aparecer. O homem de Deus sabe que além do seu propósito de alcançar a coroa da vida ele tem a missão de alcançar outras pessoas para que alcancem o mesmo prêmio – a vida eterna em Deus.
  • Ele é conhecido pelo que conserva na mente e coração, I Tm 6.20,21 – Timóteo, guarde bem aquilo que foi entregue aos seus cuidados. Evite os falatórios que ofendem a Deus e as discussões tolas a respeito daquilo que alguns, de modo errado, chamam de “conhecimento”. 21 Algumas pessoas, afirmando que tinham esse “conhecimento”, se desviaram do caminho da fé. Que a graça de Deus esteja com vocês! Ele não perde seu tempo com discussões tolas e não se vangloria do seu conhecimento, mas se alegra por ter sido alcançado pela graça.
  • Ele é conhecido por sua fala, Mt 26.73 – Pouco depois, os que estavam ali chegaram perto de Pedro e disseram: – O seu modo de falar mostra que, de fato, você também é um deles. As nossas palavras denunciam quem somos. Você é conhecido por aquilo que diz.
  • Ele sabe que é observado pelas pessoas, Hb 12.1 – Assim nós temos essa grande multidão de testemunhas ao nosso redor. Portanto, deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que se agarra firmemente em nós e continuemos a correr, sem desanimar, a corrida marcada para nós. Ele não esconde a sua identidade, pois sabe que as pessoas estão observando a sua conduta a todo instante.
  • A sua palavra é confirmada por Deus, II Rs 1.12 – Elias respondeu: – Se eu sou um homem de Deus, que venha fogo do céu e mate você e os seus soldados! No mesmo instante o fogo de Deus desceu e matou o oficial e os seus soldados. A convicção de Elias garantiu a sua vitória e reconhecimento diante dos seus inimigos e do povo.
  • Ele é um bom soldado e suporta os sofrimentos por amor a Cristo, II Tm 2.3 – Como fiel soldado de Cristo Jesus, tome parte no meu sofrimento. Como soldado fiel ele está sempre disposto a ser treinado e a sofrer quando necessário a fim de agradar seu comandante.
  • Ele não se envolve em negócios dessa vida, II Tm 2.4 – Pois o soldado, quando está servindo, quer agradar o seu comandante e por isso não se envolve em negócios da vida civil. Ele está sempre disponível para o Senhor porque deseja agradar ao Deus que o chamou.
  • Ele é submisso e obediente as regras, II Tm 2.5 – O atleta que toma parte numa corrida não recebe o prêmio se não obedecer às regras da competição. Para ser um atleta vencedor é preciso dedicação e treinamento, do mesmo modo, o homem de Deus tem que ter seu caráter desenvolvido (vida cristã), treinado (habilidades naturais e espirituais) e exercitado a todo momento (serviço cristão).
  • Ele é generoso nas ofertas e conhece a lei da semeadura, II Co 9.6,7 – Lembrem disto: quem planta pouco colhe pouco; quem planta muito colhe muito. 7. Que cada um dê a sua oferta conforme resolveu no seu coração, não com tristeza nem por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria. Ele oferta com alegria e reconhece que a colheita está diretamente relacionada ao que semeia.
  • Ele faz todo o possível para agradar a Deus, II Tm 2.15 – Faça todo o possível para conseguir a completa aprovação de Deus, como um trabalhador que não se envergonha do seu trabalho, mas ensina corretamente a verdade do evangelho. Ele não tem receio em dizer que pertence a Deus, ele defende a sua fé.

Encerro essa mensagem com uma frase de A. W. Tozer: “Um cristão verdadeiro (homem de Deus) é uma pessoa estranha em todos os sentidos. Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que possa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento”. 

Se você acredita que é um homem de Deus, uma pessoa que agrada a Deus, declare como o salmista – Eu tenho prazer em fazer a tua vontade, ó meu Deus! Guardo a tua lei no meu coração.” (Sl 40.8)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s