Quando não há o Espírito de Deus – parte II


Continuação da mensagem Quando não há o Espírito de Deus – parte I

Juízes 16.20 – Ela gritou: – Sansão! Os filisteus estão chegando! Ele se levantou e pensou: “Eu me livrarei como sempre.” Sansão não sabia que o Senhor o havia abandonado.

VIVENDO SEM O ESPÍRITO DE DEUS

Quando Samuel ungiu Saul como rei o Espírito de Deus se apoderou dele, Saul iniciou seu reinado com o Espírito de Deus e terminou possuído por um Espírito maligno – “O Espírito do SENHOR saiu de Saul, e um espírito mau, mandado por Deus, começou a atormentá-lo.” (I Sm 16.14).

Saul durante seu reinado venceu batalhas e era admirado pelo povo. Mas, a partir do momento em que Espírito de Deus se ausentou dele o seu coração e mente foi tomada pela inveja e passou a perseguir a Davi, a sua família foi destruída por sua causa, em sua falta de direção consultou uma feiticeira e acabou morrendo em combate. Saul não deixou de ser rei porque tinha um espírito imundo o atormentando, para muitos ele continuava normal ‘como sempre’.

A diferença entre Saul e Davi. Ambos foram reis e cometeram pecados. Embora Davi fosse um homem segundo o coração de Deus, ele fez coisas abomináveis que trouxeram ruinas a sua família, mas quando repreendido ele se arrependeu. Vejamos alguns atos de Davi:

  • Ao assumir o trono, um dos primeiros atos que fez foi trazer de volta a arca da aliança para Jerusalém. A arca representava a presença de Deus no meio do povo (II Samuel 6);
  • Quando ele pecou, não negou a sua condição, mas orou e pediu ao Senhor“Não me expulses da tua presença, nem tires de mim o teu santo Espírito. 12. Dá-me novamente a alegria da tua salvação e conserva em mim o desejo de ser obediente. ” (Sl 5.11,12). Ele sabia que não era possível ser um bom rei sem o Espírito de Deus.

Depois que Pedro revelou a verdadeira natureza de Jesus, o diabo se apoderou dele e só Jesus percebeu que era o diabo quem falou na boca de Pedro, Mateus 16.23 – Jesus virou-se e disse a Pedro: – Saia da minha frente, Satanás! Você é como uma pedra no meu caminho para fazer com que eu tropece, pois está pensando como um ser humano pensa e não como Deus pensa. O diabo pode enganar quem vive sob o domínio da carne, mas não obtém sucesso contra aqueles que têm o Espírito de Deus.

Sansão, Saul e Pedro não perceberam que o Espírito de Deus tinha saído deles, foi algo instantâneo que somente aqueles que têm discernimento conseguiriam perceber. A retirada do Espírito de Deus é quase imperceptível, a pessoa continua agindo do mesmo modo, fazendo as mesmas coisas e a maioria só percebe sua ausência quando já estão presos, acorrentados, cegos e servindo de escarnio para os inimigos.

O Espírito de Deus é um agente necessário para que as nossas orações se tornem armas poderosas contra os inimigos. Sem o Espírito a oração é enfadonha, repetitiva, vazia e sem fervor, mas quem tem o Espírito não tem pressa em concluir sua oração porque tem inspiração, revelação e muitas palavras para dizer a Deus.

  • Rm 8.26 – Assim também o Espirito de Deus vem nos ajudar na nossa fraqueza. Pois não sabemos como devemos orar, mas o Espírito de Deus, com gemidos que não podem ser explicados por palavras, pede a Deus em nosso favor.

É impossível para uma igreja viver sem o Espírito Santo. Pode ser que alguns não notem a sua ausência porque estão acostumados ‘como sempre’ com a liturgia, cânticos, pregações e apresentações. Mas, quem tem o Espírito ficaria apavorado se o perdesse, pois sabem que:

  • O Espírito é responsável pela nossa vida espiritual (Rm 8.13) – Porque, se vocês viverem de acordo com a natureza humana, vocês morrerão espiritualmente; mas, se pelo Espírito de Deus vocês matarem as suas ações pecaminosas, vocês viverão espiritualmente.
  • Pela nossa vitória contra a carne (Gl 5.17) – Porque o que a nossa natureza humana quer é contra o que o Espírito quer, e o que o Espírito quer é contra o que a natureza humana quer. Os dois são inimigos, e por isso vocês não podem fazer o que vocês querem.

Sansão não percebeu que a sua conduta estava afastando o Espírito de Deus. Embora soubesse a importância de ser um nazireu, ele subestimou a aliança com Deus porque tudo parecia ‘como sempre’.

  • Juízes 16.17 – E acabou lhe contando a verdade: – O meu cabelo nunca foi cortado! – disse ele. – Eu fui dedicado a Deus como nazireu desde que nasci. Se o meu cabelo for cortado, perderei a minha força, ficarei fraco e serei como qualquer um.

Por diversas vezes Sansão derrotou seus inimigos, ele estava acostumado com as resultados vitoriosos. Em meios às batalhas que enfrentou ele casou-se com pessoas estranhas, bebeu vinho, escondeu segredos dos seus pais, comeu mel de um animal morto e aparentemente tudo dava certo ‘como sempre’.

Sansão era um homem consagrado a Deus e deveria viver uma vida em santificação. Isso não quer dizer que ele não poderia ter amigos, ir a festas, casar e fazer outras coisas que os jovens de sua época faziam. Li um artigo do pastor Josias M. Menezes sobre santidade que dizia o seguinte:

  • Santidade, no entanto, é ativa e não passiva. Ela tem cabeça que pensa, olhos que vêem, mãos que trabalham, pés que se agitam nas batalhas da vida; é fogo que arde, é amor que se dá ao próximo, é vida, enfim, que se manifesta em trabalho, luta, firmeza, e avança até o momento final, quando o Senhor o recolhe.

Sem a presença do Espírito Santo é impossível viver em santificação, o Espírito é essencial na vida de qualquer pessoa que se diz cristã porque ele nos revela os propósitos de Deus e nos esclarece a vontade divina. João 14.26 – Mas o Auxiliador, o Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ensinará a vocês todas as coisas e fará com que lembrem de tudo o que eu disse (PALAVRA) a vocês.

Quando agimos por impulsos, métodos, conhecimentos ou experiências sem buscar uma direção de Deus, nós entristecemos o Espírito – é como se o convidasse a se retirar de nossa vida. Efésios 4.30 – E não façam com que o Espírito Santo de Deus fique triste. Pois o Espírito é a marca de propriedade de Deus colocada em vocês, a qual é a garantia de que chegará o dia em que Deus os libertará.

CINCO SAÍDAS PARA RECUPERAR A FORÇA ESPIRITUAL

1º) TEMPO – O tempo permitiu a Sansão refletir sobre o seu estado e o quanto lhe custou desobedecer a Deus. A cada dia que passava preso ao moinho sendo humilhado o cabelo de Sansão crescia vagarosamente, ele teria que esperar pelo tempo até que os seus cabelos recuperassem o tamanho. A prática de ir à igreja mesmo quando não há disposição, energia ou vontade vai ajudar-te a recuperar as forças espirituais, o tempo irá curar as feridas e recuperar suas forças espirituais.

  • Juízes 16.21,22 – Os filisteus o pegaram e furaram os seus olhos. Então o levaram para Gaza e o prenderam com correntes de bronze. E o puseram para trabalhar na prisão, virando um moinho. 22. Mas o seu cabelo começou a crescer de novo.

2º) ESPERAR – Os inimigos de Sansão estavam embriagados com a vitória obtida, eles não sabiam que a força de Sansão estava no cabelo (somente Dalila sabia o seu segredo). O que ele tinha que fazer era esperar a oportunidade certa para agir. Algumas pessoas passam tempo esperando por uma oportunidade, quando ela surge não sabem o que fazer.

  • Juízes 16.25,26 – E, no meio daquela alegria, disseram: – Chamem Sansão, para ele nos divertir. Trouxeram Sansão para fora da cadeia e se divertiram à custa dele. Depois o colocaram entre as colunas do templo. 26 Então Sansão pediu ao rapaz que o guiava pela mão: – Deixe-me tocar nas colunas que sustentam o templo para que eu possa me encostar nelas.

3º) CONSCIÊNCIA – Diante dos inimigos, servindo como um objeto de diversão e vergonha, Sansão se conscientizou do quanto se afastou de Deus, em sua oração ele reconhece que Deus se ausentou dele e pede por mais uma chance. Esse tem sido um dos grandes problemas enfrentados pela igreja contemporânea, as pessoas não reconhecem que perderam o Espírito e continuam agindo na carne.

  • Juízes 16.28 – E Sansão orou ao Senhor dizendo: – Ó Senhor, meu Deus, peço que lembres de mim. Por favor, dá-me força só mais esta vez. Deixa que eu, de uma só vez, me vingue dos filisteus, por terem furado os meus olhos.

4º) BUSCA – Quando Davi assumiu o trono, ele não aceitou viver sem a presença de Deus entre o povo e foi buscar a arca da aliança. Ele lutou pela restituição da glória do Senhor em Israel, ele falhou na primeira tentativa e na segunda conseguiu trazer de volta a arca da aliança. A plenitude do Espírito em nós compreende perseverança, busca, reconhecimento da importância do Espírito. Diante da crítica de Mical por dançar entre o povo ao trazer de volta a arca, Davi respondeu:

  • II Samuel 6.21: – Eu estava dançando em louvor ao Senhor, que me preferiu escolher em vez de escolher o seu pai e os descendentes deles e me fez líder de israel, o seu povo. Pois eu continuarei a dançar em louvor ao Senhor 22 e me humilharei ainda mais diante dele

5º) CONTINUIDADE – Mantenha o fogo aceso, faça com que ele nunca se apague em sua vida. Alimente o Espírito com oração, jejum, leitura da Palavra para que a glória permaneça acesa em nós. Seja você como um tição tirado do fogo. I Ts 5.19 – Não atrapalhem a ação do Espírito Santo.

Sansão perdeu apenas uma batalha em toda a sua vida, o suficiente para trazer-lhe vergonha e humilhação e transformá-lo em diversão para seus inimigos. Mesmo escravizado, cego e acorrentado ele deseja sentir o fervor do Espírito que antes o possuía tornando-o forte para derrotar qualquer inimigo. Sansão pede forças ao SenhorPor favor, dá-me força só mais esta vez. Deixa que eu, de uma só vez, me vingue dos filisteus, por terem furado os meus olhos (Jz 16.28b)

O Senhor lhe devolveu as forças mais uma vez, em seu último ato Sansão realizou algo capaz de apagou um presente de destruição e o transportou para um futuro de glória que lhe inseriu na galeria dos heróis da fé (Hebreus 11.32).

  • Juízes 16.30b – “E assim Sansão matou mais gente na sua morte do que durante a sua vida”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s