Sejam batizados!


A Ceia do Senhor e o batismo são as duas ordenanças da Igreja estabelecidas pelo próprio Senhor Jesus Cristo, sendo ambas de natureza simbólica.

A CEIA DO SENHOR

Mateus 26.26-28: Enquanto estavam comendo, Jesus pegou o pão e deu graças a Deus. Depois partiu o pão e o deu aos discípulos, dizendo: – Peguem e comam; isto é o meu corpo. 27 Em seguida, pegou o cálice de vinho e agradeceu a Deus. Depois passou o cálice aos discípulos, dizendo: – Bebam todos vocês 28 porque isto é o meu sangue, que é derramado em favor de muitos para o perdão dos pecados, o sangue que garante a aliança feita por Deus com o seu povo.

Durante a ceia participamos do pão que representa o corpo de Cristo e o vinho representando seu sangue derramado por nós, Mt 26.26-29 – Enquanto estavam comendo, Jesus pegou o pão e deu graças a Deus. Depois partiu o pão e o deu aos discípulos, dizendo: – Peguem e comam; isto é o meu corpo. 27 Em seguida, pegou o cálice de vinho e agradeceu a Deus. Depois passou o cálice aos discípulos, dizendo: – Bebam todos vocês 28 porque isto é o meu sangue, que é derramado em favor de muitos para o perdão dos pecados, o sangue que garante a aliança feita por Deus com o seu povo. 29 Eu afirmo a vocês que nunca mais beberei deste vinho até o dia em que beber com vocês um vinho novo no Reino do meu Pai;

A Ceia do Senhor deve ser celebrada pelos cristãos até a volta de Cristo, sob cuidadoso exame íntimo dos participantes, I Co 11.26-28 – De maneira que, cada vez que vocês comem deste pão e bebem deste cálice, estão anunciando a morte do Senhor, até que ele venha. 27 Por isso aquele que comer do pão do Senhor ou beber do seu cálice de modo que ofenda a honra do Senhor estará pecando contra o corpo e o sangue do Senhor. 28 Pois, a pessoa que comer do pão ou beber do cálice sem reconhecer que se trata do corpo do Senhor, estará sendo julgada ao comer e beber para o seu próprio castigo.

O BATISMO CRISTÃO

Mateus 28.19: Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Consiste na imersão do crente em água, após sua pública profissão de fé em Jesus Cristo como Salvador único, suficiente e pessoal. Simboliza a morte e o sepultamento do velho homem e a ressurreição para uma nova vida em identificação com a morte, sepultamento e ressurreição do Senhor Jesus Cristo e também prenúncio da ressurreição dos remidos, Mt 3.5-6 – Os moradores de Jerusalém, da região da Judéia e de todos os lugares em volta do rio Jordão iam ouvi-lo. 6 Eles confessavam os seus pecados, e João os batizava no rio Jordão.

É condição para ser membro de uma igreja, deve ser ministrado sob a invocação do nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Mt 28.19 – Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

A definição para a palavra “batizar” (grega “baptizo”) significa mergulhar ou imergir na água. Quando João Batista apareceu pregando a mensagem “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus”, ele exortava aqueles que se arrependiam a se submeter ao batismo, como se fora um ritual público de identificação com a fé pregada.

O batismo simboliza o pacto entre Jesus e a pessoa que o recebeu como Senhor e Salvador, é uma manifestação pública da sua fé em Jesus, feita diante de Deus dos anjos e dos homens;

  • O mergulhar nas águas quer dizer que você morreu para sua velha natureza e para o mundo. O sair das águas simboliza o ressuscitar, você nasceu de novo para uma nova vida com Jesus. Romanos 6.3-5 Com certeza vocês sabem que, quando fomos batizados para ficarmos unidos com Cristo Jesus, fomos batizados para ficarmos unidos também com a sua morte. Assim, quando fomos batizados, fomos sepultados com ele por termos morrido junto com ele. E isso para que, assim como Cristo foi ressuscitado pelo poder glorioso do Pai, assim também nós vivamos uma vida nova. Pois, se fomos unidos com ele por uma morte igual à dele, assim também seremos unidos com ele por uma ressurreição igual à dele.

O batismo não dá nova vida, ele é um ato que demonstra que a pessoa se propõe a andar em novidade de vida com Deus. Ele não remove a imundícia da carne, mas é a resposta de uma boa consciência diante de Deus, obtida pela ressurreição de Jesus Cristo. I Pedro 3.21 “Aquela água representava o batismo, que agora salva vocês. Esse batismo não é lavar a sujeira do corpo, mas é o compromisso feito com Deus, o qual vem de uma consciência limpa. Essa salvação vem por meio da ressurreição de Jesus Cristo”.

O batismo não salva ou regenera: Não é batismo em si que salva, quem salva é só Jesus Cristo. Em alguns círculos religiosos ensinam que uma pessoa só é salva depois de se batizar. Mas, então o que poderíamos pensar do ladrão que foi crucificado ao lado de Jesus? O próprio Jesus lhe disse que Ele estaria com Ele no paraíso naquele mesmo dia. Salvação consiste em dar a vida a Jesus, aceitá-Lo como Senhor e Salvador, isto é, nascer de novo. O batismo não regenera não dá nova vida.

  • O batismo em si, como ato simbólico, não tem a virtude de transmitir a salvação, pelo seguinte motivo: Somos salvos pela graça de Deus e não por obras ou ritos externos, Efésios 2.8,9 – Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. 9 A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la.
  • O batismo não purifica o homem do pecado e nem o salva, essa idéia é desqualificada com um pequeno versículo de I João 1.7: “…e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado”. A Bíblia deixa-nos lúcidos quanto ao que nos purifica – O SANGUE DE JESUS CRISTO.
  • O batismo é uma ordenança instituída por Jesus, na qual cada verdadeiro filho de Deus tem de se submeter. Esta é uma verdade estabelecida na Bíblia (Mateus 28.19,20), mas, a Escritura nunca ensina que o batismo é uma ordenança salvadora, que proporciona o novo nascimento para a alma.

Segundo Mateus 28.19 e Marcos 16.16 a ordem para o batismo é claramente relacionada com a crença no evangelho: Os que creem devem ser batizados, os que não creem serão condenados, mesmo se forem batizados. A última frase do versículo mostra definitivamente que a salvação depende da fé e não do batismo.

Jesus passou pelo batismo dando-nos o exemplo, Mateus 3:13-15 “Naqueles dias, Jesus foi da Galiléia até o rio Jordão a fim de ser batizado por João Batista. Mas João tentou convencê-lo a mudar de idéia, dizendo assim: – Eu é que preciso ser batizado por você, e você está querendo que eu o batize? Mas Jesus respondeu: – Deixe que seja assim agora, pois é dessa maneira que faremos tudo o que Deus quer. ”

  • As Escrituras não dizem quais foram as razões específicas por que o Filho de Deus que não tinha pecados sentiu a necessidade de ser batizado. A melhor explicação parece ser que o Senhor fez isso como uma “obra de justiça“. No início de seu ministério, para identificar-se com aquele ministério.

Quando a igreja veio à existência no Dia de Pentecostes, o batismo foi então usado para publicamente identificar os indivíduos salvos com Cristo. Ele também servia como uma demonstração de admissão na igreja. A partir da pregação do apóstolo Pedro a gente vê a necessidade do batismo foi imediatamente ensinada aos que foram salvos. Atos 2:37-38: “Quando ouviram isso, todos ficaram muito aflitos e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: – Irmãos, o que devemos fazer? Pedro respondeu: – Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para que os seus pecados sejam perdoados, e vocês receberão de Deus o Espírito Santo.”

  • Aqui, vemos o resultado da pregação do evangelho em Pentecostes. Muitos daqueles que ouviram a mensagem foram convencidos e tocados pelo poder do Espírito Santo. Eles sabiam que eram culpados e imediatamente buscaram respostas para o que deveriam fazer. Em resposta às suas perguntas, foram instruídos a se arrependerem e serem batizados.

QUEM DEVE SER BATIZADO?

Em Atos 8:36-38 há uma pergunta sobre a condição para o batismo. A resposta é: O batismo é lícito a todo o que crê, isto é, que tem certeza da salvação. Em Marcos 16:16 Jesus diz: “Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. ”

  • Toda pessoa que ao ouvir a pregação do Evangelho se arrependeu dos seus pecados, creu de todo coração no amor de Deus e firmou um aliança com Deus entregando a sua vida à Jesus para ser o seu Senhor e Salvador, está apta para o batismo.

Se você já é salvo, mas ainda não foi batizado, deve fazê-lo em obediência ao Senhor. Ele derramou seu sangue precioso por nós publicamente porque quis.  Assim, por que relutar em se identificar publicamente com ele?

APÓS SER BATIZADO, VOCÊ IRÁ INTEGRAR À VIDA ATIVA DA IGREJA.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s