Discípulos conquistadores


O Espírito de Deus busca por pessoas que tenham um espírito de conquistador, que aceitem o desafio da última hora para ir pregar o evangelho e formar discípulos. No Antigo Testamento temos Moisés como exemplo de líder que deixou um legado para a geração seguinte. Ele treinou Josué e o preparou para continuar a missão de levar o povo à Terra Prometida. Em nossos dias, precisamos de líderes que treinem as gerações vindouras e formem bons discípulos para continuar a missão da igreja, até que Cristo volte.

Vamos estudar a vida de Josué, discípulo de Moisés como  exemplo de discípulo conquistador.

  • Josué tinha personalidade de conquistador. Ele foi preparado em meio a batalha, ao invés do Palácio como Moisés por 40 anos. Ele aprendeu o que era a vida dura do deserto, ele foi preparado para a guerra (Ex 17.9-14).
  • Josué não era da tribo de Levi, a tribo dos sacerdotes ou líder do povo como Moisés. Ele era um trabalhador, ajudador que sonhava com um futuro promissor para o seu povo.
  • Josué era um homem de fé, junto com Calebe manteve-se firme mesmo quando os príncipes do povo se acovardaram. Por causa da sua fé quase foi apedrejado (Nm 14.10), mas Deus lhe guardou e concedeu o privilégio de entrar na terra prometida junto com Calebe (Nm 14.30,38).
  • Josué era auxiliar de Moisés e teve o privilégio de subir com ele no Monte Sinai, Ex 24.12-14 quando recebeu as tábuas da Lei. Ele começou a servir a Moisés na sua mocidade, ainda adolescente Nm 11.28. Foi escolhido por Moisés para espiar a terra prometida (Nm 13.16-19) e teve seu nome mudado de Oséias (salvo) para Josué (salvo por Deus / Jeová salva).

Antes de se tornar conquistador, Josué enfrentou o desânimo (Js 1.8,9) – Fale sempre do que está escrito no Livro da Lei. Estude esse livro dia e noite e se esforce para viver de acordo com tudo o que está escrito nele. Se fizer isso, tudo lhe correrá bem, e você terá sucesso. 9 Lembre da minha ordem: “Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o SENHOR, seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!”

  • Foi por causa do desânimo do povo que no primeiro capítulo há uma série de recomendações de Deus para Josué quando assumiu a liderança. Todas as promessas estavam condicionadas à sua perseverança e ao seu bom ânimo. Josué 10.25: Aí Josué disse: – Não tenham medo; não percam a coragem. Sejam fortes e corajosos porque o SENHOR fará isso com todos os inimigos que vocês enfrentarem.
  • O desânimo faz parte do caráter do derrotado, um discípulo de Cristo tem a benção para vencer e conquistar, João 16.33 – Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo.

Josué era um adorador. Ele conquistou Jericó adorando à Deus, Dt 32.44. Adorar é reconhecer Deus por aquilo que Ele é. Exemplo da mulher cananeia, Mateus 15.21-28:

  • Verso 22, ela demonstrou respeito: Jesus filho de Davi
  • Verso 23, ela enfrentou o silêncio de Jesus
  • Verso 24, ela enfrentou a rejeição dos discípulos
  • Versos 25,26, ela demonstrou quebrantamento e adoração.

Josué era discípulo de Moisés. As vezes pensamos que como conquistadores temos que ser o número 1. Josué, o grande líder, estava sempre ao lado de Moisés (Dt 32.44). Como discípulo:

  • Ele era jovem, obediente e valente, Ex 17.8-13;
  • Ele estava sempre ao lado do seu líder, era companheiro e leal, Ex 24.13.

Josué não nasceu forte e corajoso. Ele descobriu que Deus era com ele. Ele perdeu seu pai espiritual (Moisés) que era o seu referencial, mas não perdeu o foco (conquistar a terra).

Josué aceitou o chamado, motivou o povo, teve muitos desafios. Havia uma nova geração de pessoas jovens que precisavam fazer uma aliança com Deus, porque mesmo vendo os milagres, o povo continuava pecando contra Deus.

  • A primeira aliança que Josué fala ao povo é: temer ao Senhor e servi-lo com integridade (Dt 6.5) – Portanto, amem o SENHOR, nosso Deus, com todo o coração, com toda a alma e com todas as forças.
  • Servir com fidelidade, ser fiel a Deus em todos os lugares, v. 16,17 – Não ponham à prova o SENHOR, seu Deus, como o puseram à prova em Massá. 17 Obedeçam cuidadosamente a todos os mandamentos e leis que ele lhes deu.
  • Deitar fora os deuses. Deus quer exclusividade – deixar tudo o que não é do Senhor, linguagem inapropriada, crendices (simpatias), vaidades, costumes grotescos, amizades ruins. Isaias 42.8 – Eu sou o SENHOR: este é o meu nome, e não permito que as imagens recebam o louvor que somente eu mereço.”
  • Aliança de santidade. A santidade é a condição para que Deus opere milagres. O pecado enfraquece e traz derrotas. Josué 3.5 – Josué disse ao povo: – Purifiquem-se porque amanhã o SENHOR fará grandes coisas entre vocês.
  • Aliança com a Palavra de Deus, Js 1.7,8. O segredo de Josué era seguir as instruções do Senhor. A Bíblia é o nosso GPS (II Tm 3.16; João 5.39).
  • Como ter fé sem participar de uma EBD, ouvir pregações e ler a Bíblia? João 8.32 – e  conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.

Não é desperdício passar a adolescência servindo a Cristo, tendo uma vida de renúncia.  Exemplos: a minha infância e juventude na igreja; Jonathas Edward (infância); moody; outros.

* Esboço do sermão ministrado pela pastora Eliana Almeida na Escola Bíblica de Férias da ADI Ministério Independência com Cristo em 18 de janeiro de 2017.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s