Seguidor ou Discípulo de Jesus?


A vida cristã pode ser comparada a uma escalada onde todos almejamos chegar ao topo que segundo Paulo é ter maturidade cristã e alcançar a plenitude de Cristo. Efésios 4. 13: Desse modo todos nós chegaremos a ser um na nossa fé e no nosso conhecimento do Filho de Deus. E assim seremos pessoas maduras e alcançaremos a altura espiritual de Cristo.

Assim como na escalada, tudo começa a partir do momento em que damos o primeiro passo em direção a Jesus. Nesse momento somos apenas uma pessoa no meio da multidão de seguidores. Na medida em que dedicamos o nosso tempo e vida para conhecer o Senhor avançamos para os próximos níveis superiores de comunhão com Deus e nos tornamos discípulos.

Eu elenquei nove níveis que devemos alcançar para chegar ao topo almejado por Paulo. De seguidor a Discípulo. No final dessa mensagem você deverá identificar em qual nível você se encontra e prosseguir em sua escalada. Lembre-se que não são todos que se dizem cristãos que alcançam o nível máximo, como Jesus disse em Mateus 22.14 diz: E Jesus terminou, dizendo: – Pois muitos são convidados (seguidores), mas poucos são escolhidos (discípulos).

I – No primeiro nível está a grande multidão, é onde tudo começa. Você é um seguidor. Você soube de Jesus e decide segui-lo. Como agem os seguidores em meio a multidão?

  • Muitos não querem renunciar pessoas ou coisas por amor a Jesus, tampouco tomar a cruz de cada dia. Lucas 14.26,27,33 – Quem quiser me acompanhar não pode ser meu seguidor se não me amar mais do que ama o seu pai, a sua mãe, a sua esposa, os seus filhos, os seus irmãos, as suas irmãs e até a si mesmo. 27 Não pode ser meu seguidor quem não estiver pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhar. 33 – Assim nenhum de vocês pode ser meu discípulo se não deixar tudo o que tem.
  • Em um dia eles declaram Jesus como Senhor e Salvador e no outro querem crucifica-lo. Marcos 15.12-14: Pilatos falou outra vez com o povo. Ele perguntou: – O que vocês querem que eu faça com este homem que vocês chamam de rei dos judeus? 13 E eles gritaram: – Crucifica! 14 – Que crime ele cometeu? – perguntou Pilatos. Mas eles gritaram ainda mais alto: – Crucifica! Crucifica!
  • Eles não querem qualquer tipo de envolvimento mais sério com Cristo e podem mudar de opinião a qualquer momento. Não gostam de ser contrariados, João 6.60,66 – Muitos seguidores (discípulos- RA) de Jesus ouviram isso e reclamaram: – O que ele ensina é muito difícil! Quem pode aceitar esses ensinamentos? 66 Por causa disso muitos seguidores (discípulos- RA) de Jesus o abandonaram e não o acompanhavam mais.

II – No segundo nível estão os seguidores consumidores de bênçãos. Eles são como os cinco mil que seguiam a Jesus por causa dos peixes e pães. São as pessoas que vão a igreja esperando receber algo que desejam, quando não correspondidos muitos desistem.

  • Mateus 14.20,21 – Todos comeram e ficaram satisfeitos, e os discípulos ainda recolheram doze cestos cheios dos pedaços que sobraram. 21 Os que comeram foram mais ou menos cinco mil homens, sem contar as mulheres e as crianças.
  • João 6.26 – Jesus respondeu: – Eu afirmo a vocês que isto é verdade: vocês estão me procurando porque comeram os pães e ficaram satisfeitos e não porque entenderam os meus milagres.

III – No terceiro nível estão os seguidores covardes (pessoas que não tem coragem). Muitas autoridades, pessoas importantes criam em Jesus, mas não queriam confessá-lo publicamente por causa dos fariseus e porque não queriam ser expulsos das sinagogas. Essas pessoas eram covardes, preferiram a glória dos homens do que a glória de Deus.

  • João 12.42,43 – No entanto, muitos líderes judeus creram em Jesus, mas não falavam publicamente a favor dele para que os fariseus não os expulsassem da sinagoga. 43 Eles gostavam mais de ser elogiados pelas pessoas do que de ser elogiados por Deus.

IV – No quarto nível estão os convertidos. A partir desse ponto começa a transformação de seguidor para se tornar um aspirante ao discipulado. Essas pessoas demonstram interesse pelo evangelho, querem saber mais de Jesus. Provavelmente alguns irão desistir no meio do caminho, mas outros permanecerão fieis até o fim.

O Pentecostes trouxe uma experiencia sobrenatural na vida de quase 3 mil pessoas. Milhares ouviram a mensagem de Pedro, viram com os próprios olhos e ouviram o que Deus estava fazendo. Eles representam aquelas pessoas que passaram por alguma experiência espiritual, quando ouviram a Palavra ou viram algum sinal se emocionaram e se arrependeram.

  • Atos 2.41 – Muitos acreditaram na mensagem de Pedro e foram batizados. Naquele dia quase três mil se juntaram ao grupo dos seguidores de Jesus.

Há um grave problema que envolve certos tipos de experiencias sobrenaturais. Algumas dessas pessoas só buscam esses sinais, gostam de reuniões estrondosas, barulhentas e com grandes manifestações, mas não conseguem ouvir uma palavra, uma sessão de estudo bíblico ou canções que não sejam emotivas.

V – No quinto nível encontra-se um grupo mais restrito de pessoas que oram juntos, buscam o Espírito Santo, leem as escrituras e querem servir ao Senhor de todo o coração, como o grupo dos cento e vinte.

  • Atos 1.14-16 – Eles sempre se reuniam todos juntos para orar com as mulheres, a mãe de Jesus e os irmãos dele. 15 Num desses dias de reunião, estavam presentes mais ou menos cento e vinte seguidores de Jesus. Nessa reunião Pedro se levantou e disse: 16 – Meus irmãos, tinha de acontecer aquilo que o Espírito Santo, por meio de Davi, disse nas Escrituras Sagradas a respeito de Judas, que foi o guia daqueles que prenderam Jesus.

VI – O sexto nível é mais restrito ainda, pode ser comparado ao grupo dos setenta e dois. A partir desse ponto os seguidores se tornam de fato discípulos iniciados. Eles começam a atuar em áreas ministeriais, passam a ter maior comunhão, familiaridade e experiências com Deus.

Alguns se tornam evangelistas, pregadores do evangelho que percorrem de cidade em cidade levando as boas novas. Geralmente são entusiastas, as vezes se exaltam diante de resultados positivos e correm para o mestre quando não conseguem resolver determinadas situações.

  • Lucas 10.1,17 – Depois disso o Senhor escolheu mais setenta e dois dos seus seguidores e os enviou de dois em dois a fim de que fossem adiante dele para cada cidade e lugar aonde ele tinha de ir. 17 Os setenta e dois voltaram muito alegres e disseram a Jesus: – Até os demônios nos obedeciam quando, pelo poder do nome do senhor, nós mandávamos que saíssem das pessoas!

VII – No sétimo nível estão os doze. Os discípulos formados, escolhidos pelo Mestre para serem moldados a sua imagem, semelhança e para continuar a sua missão. Eles reproduzem o estilo de vida do Mestre e colocam em prática seus ensinamentos.

  • Lucas 6.40 – Nenhum aluno é mais importante do que o seu professor. Porém, quando tiver terminado os estudos, o aluno ficará igual ao seu professor.
  • Mateus 10.1 – Jesus chamou os seus doze discípulos e lhes deu autoridade para expulsar espíritos maus e curar todas as enfermidades e doenças graves.

VIII – No oitavo nível estão os discípulos mais chegados – Pedro, Tiago e João. Eles estavam ao lado do Mestre no monte da transfiguração, onde a glória de Deus se manifestou tremendamente e também estavam no Getsemani quando Jesus estava em aflição. Esse é um dos mais altos níveis de intimidade que o discipulo poderia ter com o mestre. Momentos especiais que poucos podem experimentar.

  • Mateus 17.1,4 – Seis dias depois, Jesus foi para um monte alto, levando consigo somente Pedro e os irmãos Tiago e João. 4 Então Pedro disse a Jesus: – Como é bom estarmos aqui, Senhor! Se o senhor quiser, eu armarei três barracas neste lugar: uma para o senhor, outra para Moisés e outra para Elias.
  • Marcos 14.32,33 – Jesus e os discípulos foram a um lugar chamado Getsêmani. E Jesus lhes disse: – Sentem-se aqui, enquanto eu vou orar. 33 Então Jesus foi, levando consigo Pedro, Tiago e João. Aí ele começou a sentir uma grande tristeza e aflição.

IX – No nono nível está o discipulo amado. Aquele que encosta a sua cabeça no ombro do mestre e não o abandona mesmo quando todos os outros discípulos se foram. Ele acompanha o mestre até a cruz.

  • João 19.25-27 – Perto da cruz de Jesus estavam a sua mãe, e a irmã dela, e Maria, a esposa de Clopas, e também Maria Madalena. 26 Quando Jesus viu a sua mãe e perto dela o discípulo que ele amava, disse a ela: – Este é o seu filho. 27 Em seguida disse a ele: – Esta é a sua mãe. E esse discípulo levou a mãe de Jesus para morar dali em diante na casa dele.
  • João 21.20-24 – Então Pedro virou para trás e viu que o discípulo que Jesus amava vinha atrás dele. Este era o mesmo que estava ao lado de Jesus durante o jantar da Páscoa e que havia chegado para mais perto dele e perguntado: “Senhor, quem é o traidor?” 21 Quando Pedro viu aquele discípulo, perguntou a Jesus: – O que diz, Senhor, a respeito deste aqui? 22 Jesus respondeu: – Se eu quiser que ele viva até que eu volte, o que é que você tem com isso? Venha comigo! 23 Então se espalhou entre os seguidores de Jesus a notícia de que aquele discípulo não ia morrer. Mas Jesus não disse isso. Ele apenas disse: “Se eu quiser que ele viva até que eu volte, o que é que você tem com isso?” 24 Este é o discípulo que falou destas coisas e as escreveu. E nós sabemos que o que ele disse é verdade.
  • Apocalipse 1.1,2 – Neste livro estão escritas as coisas que Jesus Cristo revelou. Deus lhe deu esta revelação para mostrar aos seus servos o que precisa acontecer logo. Cristo enviou o seu anjo para que, por meio dele, o seu servo João soubesse dessas coisas. 2 João contou tudo o que viu, e aqui está o que ele contou a respeito da mensagem de Deus e da verdade revelada por Jesus Cristo.

Qual é o seu nível atual? Veja o quanto você já avançou nessa escalada. Aqui não se trata do tema salvação, mas de foco. Um dia você era um seguidor, pode ser que agora seja um discípulo. Mesmo sendo discípulo você pode evoluir até o nível máximo e se tornar o amado do mestre, o mais próximo, aquele a quem o mestre se mostra glorificado e revela coisas que ainda estão porvir. Escolha aonde quer chegar.

  1. Um seguidor na multidão;
  2. Um seguidor consumidor de bênçãos;
  3. Um seguidor covarde que não confessa seu mestre;
  4. Um seguidor convertido que almeja ser um discípulo;
  5. Um seguidor envolvido num pequeno grupo que deseja saber mais de Deus;
  6. Um recém discípulo em sua primeira missão, cheio de empolgação com os resultados obtidos;
  7. Um discípulo escolhido pelo Mestre para missões especiais;
  8. Um discípulo chegado do Mestre que vive experiências especiais;
  9. Um discípulo amado que alcançou a plenitude do Mestre.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s