Ebenézer – Deus é Fiel aqui agora


Todo crente em Jesus tem histórias para contar. A nossa vida é marcada por acontecimentos, sucessos, mudanças, boas e más recordações, momentos alegres e tristes, passamos por vitórias e derrotas, altos e baixos e outros momentos. Mas, nunca esqueçamos que, estar vivo neste dia na casa do Senhor é uma prova verdadeira do quanto Deus é grandeAté aqui o SENHOR Deus nos ajudou.

A pedra que Samuel edificou em I Samuel 7.12 foi para o seu povo e as gerações que se seguiram um memorial que Deus os ajudou em tempos de batalhas e lhes deu vitórias.

A ideia de edificar um monumento serve para recordar eventos especiais, coisas ou pessoas que marcaram determinado período na história de vida de alguém ou de um povo. Os monumentos tinham grande significado para o povo de Israel. Eles resgatavam a memória do povo relacionada a bondade e fidelidade de Deus.

EXEMPLOS BÍBLICOS SOBRE MONUMENTOS EM HONRA AO SENHOR:

Noé edificou um altar de pedras depois do dilúvio que representavam a aliança que Deus estaria com eles no novo começo, na nova terra pós diluvio. Essas pedras serviram de testemunho perante Deus e seus descendentes.

  • Gênesis 8.20-22: Noé construiu um altar para oferecer sacrifícios a Deus, o SENHOR. Ele pegou aves e animais puros, um de cada espécie, e os queimou como sacrifício no altar. 21 O cheiro dos sacrifícios agradou ao SENHOR, e ele pensou assim: “Nunca mais vou amaldiçoar a terra por causa da raça humana, pois eu sei que desde a sua juventude as pessoas só pensam em coisas más. 22. Também nunca mais destruirei todos os seres vivos, como fiz desta vez. Enquanto o mundo existir, sempre haverá semeadura e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite.”

Abraão edificou vários altares. O primeiro em Siquém (Gn 12.6,7), depois entre Ai e Betel (Gn 12.8), em Hebron (Gn 13.18) e Moriá (Gn 22.1-14). Por onde Abraão passava, edificava um altar como testemunho das promessas de Deus.

  • Gn 12.7 – Ali o SENHOR apareceu a Abrão e disse: – Eu vou dar esta terra aos seus descendentes. Naquele lugar Abrão construiu um altar a Deus, o SENHOR, pois ali o SENHOR havia aparecido a ele.

Jacó usou a pedra que foi seu travesseiro como um altar para não esquecer da promessa da aliança que ele firmou com o Senhor. Ele tinha enganado o seu irmão, estava cansado e repousou com a cabeça sobre uma pedra. Enquanto dormiu, teve um sonho maravilhoso e ao despertar reconheceu que Deus estava naquele lugar.

  • Genesis 28.18,22 – Jacó se levantou bem cedo, pegou a pedra que havia usado como travesseiro e a pôs de pé como um pilar. Depois derramou azeite em cima para dedicá-la a Deus. 22. Esta pedra que pus como pilar será a tua casa, ó Deus, e eu te entregarei a décima parte de tudo quanto me deres.”.

Moisés edificou um altar perante o povo e deu àquelas pedras o nome de “Jeová Nissi”, significa “Deus é a minha bandeira”. Isso aconteceu depois de terem cruzado o mar vermelho e vencido o poderoso exército dos amalequitas.

  • Êxodo 17.15 – Moisés construiu um altar e lhe deu o seguinte nome: “O SENHOR Deus é a minha bandeira.” Depois disse: – Segurem bem alto a bandeira do SENHOR! O SENHOR combaterá para sempre os amalequitas!

Josué edificou um altar ao Senhor com doze pedras retiradas do rio Jordão durante sua travessia. O altar era um memorial para que o povo recordasse da fidelidade de Deus ao conduzi-los até a terra prometida.

  • Josué 4.6,7 – Essas pedras ajudarão o povo a lembrar daquilo que o SENHOR tem feito. No futuro, quando os seus filhos perguntarem o que essas pedras querem dizer, 7 vocês contarão que as águas do Jordão pararam de correr no dia em que a arca da aliança atravessou o rio. Essas pedras farão com que o povo de Israel lembre sempre desse dia.

Na velhice Josué reuniu o povo para lembra-los de serem fiéis à Deus. Ele declarou que a sua casa serviria ao Senhor e exigiu o mesmo do povo. Ele tomou uma pedra para servir como memorial daquele ato.

  • Josué 24.26 – Josué os escreveu no Livro da Lei de Deus. Em seguida pegou uma grande pedra e a colocou ali debaixo da árvore sagrada, no lugar onde adoravam a Deus, o SENHOR. 27. E disse a todo o povo: – Olhem para esta pedra! Ela será nossa testemunha. Ela ouviu todas as palavras que o SENHOR nos tem falado. E também será testemunha contra vocês, para evitar que abandonem ao seu Deus.

Quando Josué morreu, não houve um sucessor imediato para conduzir o povo de Israel. Nesse período a história de Israel se resume nas seguintes palavras: desobediência, derrota e degradação. Quando o povo estava quase destruído, Deus levantava um juiz e então vinha o arrependimento e a restauração da Nação. Esse foi o ciclo em Israel até os dias de Samuel, o último juiz.

ATÉ AQUI NOS AJUDOU O SENHOR

O capítulo 7 de primeiro Samuel 7.12 descreve sobre recuperação da arca da aliança e a vitória dos israelitas sobre os filisteus. Samuel unge uma pedra como memorial diante do povo e chama-a de Ebenézer, que significa literalmente ‘pedra de ajuda’.

A primeira vez que a palavra Ebenézer aparece na Bíblia está em I Samuel 4.1 e se refere a uma cidade com esse nome. Depois de conquistar a terra prometida, Israel viveu momentos de conflitos com os inimigos que restaram na terra, especialmente os filisteus. Em tempos de guerra com os filisteus, a cidade de Ebenézer era um lugar estratégico de batalha.

Na cidade de Ebenézer aconteceu uma grande tragédia (I Sm 5.1-2). Os filisteus venceram a batalha e levaram a arca da aliança para a cidade de Asdode, no templo do deus Dagom.

  • Em Ebenézer os israelitas aprenderam uma lição dolorosa. Eles acreditavam que podiam usar a arca da aliança como um amuleto de sorte, embora suas vidas não estivessem consagradas ao Senhor. Eles sofreram duas derrotas mesmo com a arca presente e perderam 4 mil homens na primeira e 30 mil na segunda.
  • O descaso e desleixo dos israelitas é uma lição para nós. Deus não pode ser contido numa caixa. Não podemos tirá-lo da caixa e exibi-lo no domingo para ser abençoado e depois colocá-lo de volta na caixa enquanto fazemos o que bem entendemos sem atentar para a vontade de Deus.
  • Os filisteus foram duramente castigados por levarem a arca da aliança. Eles desrespeitaram o símbolo da presença de Deus entre o povo. Em Asdode, até a imagem do deus Dagom se prostrou diante de Deus. I Sm 5.6 – E o SENHOR Deus castigou duramente o povo de Asdode. Fez com que todo o povo dali e da vizinhança ficasse cheio de tumores.

A perda da arca, o período de desobediência, as derrotas sofridas diante dos filisteus e a degradação moral do povo levou a nação de Israel ao arrependimento. Sob a liderança do Juiz e Sacerdote Samuel, Deus restaurou o povo e houve um tempo de segurança política e o povo retornando a Deus.

  • Nesse período de restauração, Samuel colocou uma grande pedra como testemunho do arrependimento que veio sobre a Nação. A pedra serviu de monumento para lembra-los da ajuda e fidelidade de Deus para com seu povo. Ela também se tornou em memorial de guerra, quem olhasse para ela se recordaria do grande poder de Deus em garantir vitória nas batalhas.

Por que Samuel edificou o monumento? Porque Ele era sábio e conhecia a natureza daquele povo. Eles não poderiam esquecer-se do que Deus fez. O esquecimento causa frieza e distanciamento de Deus. Miqueias 6.5b – Não esqueçam nunca as vitórias que eu, o SENHOR, consegui.

  • Samuel sabia que as pessoas logo se esqueceriam do que Deus fez. Ebenézer era um testemunho vivo que faria o povo se lembrar que Deus é fiel. Não era a pedra em si que dava vitória ao povo, ela simplesmente testificava ao povo acerca de Deus.

 EBENÉZER ERA UMA PEDRA DE RECORDAÇÃO

Ebenézer remete ao passo. Quem olhasse para a pedra se lembraria do passado e resgataria da sua memória histórias da bondade de Deus.

Qual o pensamento vem a sua mente quando lembra do teu passado com Deus?  Veja Salmos 42.4 – Quando penso no passado, sinto dor no coração. Eu lembro quando ia com a multidão à casa de Deus. Eu guiava o povo, e todos íamos caminhando juntos, felizes, cantando e louvando a Deus.

  • A nossa memória é um altar onde fica registrado tudo o que Deus tem feito por nós. Salmos 143.5 – Eu lembro do passado. Penso em tudo o que tens feito e não esqueço as tuas ações.

Liberação de palavra profética sobre a ADI Ministério Independência com Cristo. Hoje a nossa igreja está edificando um altar ao Senhor. Somos uma igreja jovem, poucos anos e algumas experiências. Mas, no futuro, as próximas gerações irão perguntar: quem fez isto ou aquilo? E, outros responderão: isto é o que Deus fez por nós, por isso estamos alegres.

 QUAL O SIGNIFICADO DE EBENÉZER PARA NÓS?

Em primeiro lugar Ebenézer significa “Deus é fiel: aqui e agora”. Ebenézer não é somente um testemunho da fidelidade de Deus ‘até aqui’. Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre. Deus continua agindo no presente, muitos de nós necessitam de um memorial de reconhecimento do que Deus faz no presente.

Às vezes é mais fácil falar com entusiasmo do que Deus fez no passado. Não é errado falar do que Deus fez, o propósito do monumento era manter vivo na memória das pessoas o passado glorioso que tiveram com Deus. Mas, não podemos viver somente do passado.

Às vezes, temos mais facilidade para falar do que Deus fará amanhã. No entanto, a nossa fé deve crer que Deus está conosco aqui e agora, para fazer grandes coisas e para nos dar seu poder, ajuda e encorajamento em nossa jornada diária agora, nesse momento.

Devemos atualizar a presença e poder de Deus na nossa vida em todo momento (dar um F5 para atualizar). Um exemplo do que é manter seu poder atualizado encontramos em João 11, que fala sobre a ressurreição de Lázaro.

  • Jesus apareceu na casa de Lázaro, quatro dias após a sua morte. Marta estava angustiada e confrontou Jesus, lembrando do que Deus fez e do que Deus fará no futuro, mas se esqueceu do presente:
  • (21) – Se o senhor estivesse aqui, o meu irmão não teria morrido! (Passado).
  • Em seguida, após Jesus dizer que Lázaro seria ressuscitado, ela respondeu – Eu sei que ele vai ressuscitar no último dia! (Futuro).
  • Marta estava crendo em um Deus do passado e do futuro, mas não cria no Deus do presente, no Deus do hoje. Jesus disse para ela, João 11.25,26 – Então Jesus afirmou: – Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; 26 e quem vive e crê em mim nunca morrerá. Você acredita nisso?
  • Muitas pessoas agem como Marta. Eles acham mais fácil pensar no que Deus fez no passado e o que fará no futuro. Eles bloqueiam na mente a voz de Jesus para hoje, dizendo: Eu sou o Deus do presente, é hoje o dia da sua vitória.
  • Necessitamos crer no Deus que está presente aqui e agora, pronto para confirmar a sua palavra. A nossa fé é a pedra de ajuda no presente, o nosso Ebenézer. Quando a fé é colocada em ação, podemos afirmar como Samuel: Até aqui (agora) o Senhor nos ajudou.

Deus te ajudou até aqui, apesar do que você passou, não foi para te deixar só no presente. Deus deseja revelar a você o seu poder glorioso. João 11.40 – Jesus respondeu: – Eu não lhe disse que, se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus?

Em segundo lugar Ebenézer representa a revelação do futuro, o que há de vir. Assim como Deus agiu no passado e no presente, não devemos nos esquecer da sua fidelidade nas promessas feitas ao seu povo. Ebenézer marca um novo começo, uma renovação e uma mudança radical na vida.

A pedra que Samuel edificou deveria ser vista pelo povo com uma perspectiva de futuro. Mesmo diante da má condição moral e espiritual do povo, Deus não falhou com a sua palavra. O mesmo Deus que lhes salvou dos inimigos e restaurou a comunhão, também asseguraria um futuro glorioso. Isso me faz lembrar da promessa em Jeremias 29.11 – Só eu conheço os planos que tenho para vocês: prosperidade e não desgraça e um futuro cheio de esperança. Sou eu, o SENHOR, quem está falando.

Ebenézer não é um memorial apenas para recordar. Ele é a base para viver vitoriosamente com Deus hoje e amanhã; é a garantia que Deus é fiel no cumprimento das suas promessas – Até aqui (presente) nos ajudou (passado) o Senhor.

E no futuro, Efésios 3.20 – E agora, que a glória seja dada a Deus, o qual, por meio do seu poder que age em nós, pode fazer muito mais (futuro) do que nós pedimos ou até pensamos! 21 Glória a Deus por meio da Igreja e por meio de Cristo Jesus, por todos os tempos e para todo o sempre! Amém!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s