O caminho do regresso


A passagem de Lucas 15.17-24 conta a história de um jovem que aparentemente tinha uma vida estável e confortável. Não há menção que esse jovem estivesse sofrendo na casa do seu pai qualquer tipo de violência ou conflito. A sua vida era perfeita.

Num determinado dia, o jovem pede ao seu pai para antecipar a sua herança. Ele manifestou o desejo de viver a sua independência, sair pelo mundo, conhecer novos lugares e pessoas, aventurar-se no desconhecido sem compromissos, sem responsabilidades, sem deveres ou obrigações e sem responsabilidade.

A história desse jovem é um retrato do que acontece com as pessoas e muitos lugares. Alguns vivem num ambiente familiar perfeito e mesmo assim decidem romper com o certo e normal para viver algo novo, fora do comum. Exemplos:

  • Filhos que não valorizar conselhos dos pais e decidem por conta própria seguir outros rumos na vida;
  • Cônjuges que se aventuram em relações e agendas extraconjugais, não valorizando seu casamento;
  • O empregado insatisfeito que troca um excelente emprego por opção e pura vaidade.

A princípio a decisão do jovem trouxe bons resultados. Ele atraiu novos amigos, conheceu novos lugares, a Bíblia diz que ele se aventurou no pecado e viveu loucamente esse período. Com o passar do tempo, seus recursos foram se acabando e na medida que o dinheiro acabava os amigos também desapareciam. Era o início da sua ruína.

  • Você quer saber quem são os seus verdadeiros amigos? Perca tudo, fique sem dinheiro, sem saúde e sem influência. Então, irás descobrir se verdadeiramente tens algum amigo.

O jovem agora estava desprovido de qualquer recurso, sem amigos, longe da proteção do pai. A crise chegou naquela região e ele se viu obrigado a trabalhar de empregado numa fazenda cuidando de porcos. O que ele ganhava era insuficiente para suprir suas necessidades básicas. A sua fome era tanta que ele desejou comer da comida que era dada aos porcos.

Sem ter que lhe ajudasse, o jovem chegou ao ponto onde as pessoas são obrigadas a tomar uma decisão. Permanecer na condição de miserabilidade ou reconhecer seu erro e regressar a casa do pai.

O desespero levou o jovem a pensar. A sua consciência gritava dentro de si. Enfim, ele se lembrou de quem era, lembrou-se da casa do pai e das condições dignas que tinham seus empregados.

O caminho do regresso não é um caminho fácil de ser trilhado. Mas é a única saída para quem está distante de Deus e deseja ter a sua honra restaurada.

  1. O primeiro passo que o jovem deu está no verso 17 – Caindo em si. Ele permitiu que a sua consciência se manifestasse. Não há como esconder-se de Deus. A pessoa quando erra pode até esconder seus erros dos outros, mas nunca poderá se esconder de si mesma e de Deus.
  2. O segundo passo, ainda no verso 17 – ele pensou. Eu te convido a pensar sobre a sua condição atual. Lembra-te quem eras, onde estava e donde caístes. Ainda há tempo para regressar.
  3. O terceiro passo é o reconhecimento, no verso 17 diz – Quantos trabalhadores do meu pai têm comida de sobra, e eu estou aqui morrendo de fome! Ele reconheceu que aquela condição em que se encontrava era a pior de todas. Na casa do seu pai, até os empregados tinham comida, enquanto ele padecia fome.
  4. O quarto passo é a humildade para regressar a casa do pai, no verso 18a – Vou voltar para a casa do meu pai e dizer:… Ele tomou a decisão correta. Por que sofrer quando você poderia estar sorrindo? Algumas pessoas se perdem no caminho errado porque não possuem humildade para tomar a decisão de voltar.
  5. O quinto passo foi a humilhação, os versos 18b e 19 dizem –  ‘Pai, pequei contra Deus e contra o senhor. 19 e não mereço mais ser chamado de seu filho. Me aceite como um dos seus trabalhadores.’ “ Não basta reconhecer, ter humildade para aceitar seu erro. Na maioria das vezes é necessário ir e pedir perdão, se reconciliar.

Jesus conclui a história dizendo que quando o jovem chegou a casa do seu pai ele foi recebido de braços abertos pelo seu pai que esperava seu retorno. O seu pai o perdoou, lhe devolveu a condição de filho e se alegrou com o seu retorno.

Se você leu essa mensagem até aqui, saiba que Deus é o verdadeiro Pai de todos. Ele te espera, sempre, com os braços abertos para restaurar a sua honra e dar uma posição de filho. Aceite Jesus hoje em teu coração e sinta-se abraçado por Deus.

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s