Vivendo no centro da vontade de Deus


Romanos 12.1,2 – Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus. 2 Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.

Geralmente ouvimos pessoas falando sobre a vontade de Deus. Às vezes, a pessoa leva uma vida totalmente contrária os princípios bíblicos e quando questionada, dizem “eu estou agindo de acordo com a vontade”.

Cada grupo defende seu ponto de visto acerca do que é a vontade de Deus. Exemplo:

  • Há os que guardam o sábado; não comem carne vermelha; não tomam café; não usam determinadas vestes; são liberais; moderados; extremistas; fundamentalistas; etc… Todos admitem que estão fazendo a vontade de Deus. Eis a questão.

Como saber se você realmente está fazendo a vontade de Deus? É comum ouvirmos conselhos sobre qual a vontade de Deus para áreas especificas de nossas vidas, como: namoro, casamento, emprego, estudo, negócios, etc.

  • Como forma de se justificar, algumas pessoas dizem: se eu fizer e der certo é da vontade de Deus, se der errado é porque Deus não aprovou. Mas, será que esse pensamento está correto?

COMO DESCOBRIR A VONTADE DE DEUS

Quatro meios pelos quais podemos descobrir a vontade de Deus:

  • Oração – Salmos 143.8 – Peço que todas as manhãs tu me fales do teu amor, pois em ti eu tenho posto a minha confiança. As minhas orações sobem a ti; mostra-me o caminho que devo seguir!
  • Bíblia – II Timóteo 3.16 – Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver.
  • Palavra – Atos 2.37,38 – Quando ouviram isso, todos ficaram muito aflitos e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: – Irmãos, o que devemos fazer? 38 Pedro respondeu: – Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para que os seus pecados sejam perdoados, e vocês receberão de Deus o Espírito Santo.
  • Conselho de pessoas fieis – Tito 2.1-4: Mas você, Tito, ensine o que está de acordo com a doutrina verdadeira. 2 Ensine os mais velhos a serem moderados, sérios, prudentes e firmes na fé, no amor e na perseverança. 3 Aconselhe também as mulheres mais idosas a viverem como devem viver as mulheres dedicadas a Deus. Que elas não sejam caluniadoras, nem muito chegadas ao vinho! Que elas ensinem o que é bom, 4 para que as mulheres mais jovens aprendam a amar o marido e os filhos 5 e a ser prudentes, puras, boas donas de casa e obedientes ao marido, a fim de que ninguém fale mal da mensagem de Deus! 6 Aconselhe também os homens mais jovens a serem prudentes.

Esses meios indispensáveis pelo fato de que Deus nos criou para sermos distintos, somos diferentes um dos outros em vários aspectos. O que uma pessoa condena, pode ser o meio utilizado por Deus para direcionar a vida de alguém.

A VONTADE DE DEUS ENSINA QUE SOMOS COMO UM VASO NAS MÃOS DO OLEIRO.

É Deus quem dá a forma e utilidade para cada um. Isaias 64.8 – Mas tu, ó SENHOR Deus, és o nosso Pai; nós somos o barro, tu és o oleiro, todos nós fomos feitos por ti.

O artesão faz de cada vaso uma obra única, embora alguns sejam semelhantes, cada vaso é único. Quando salvos por Cristo nos tornamos semelhantes, mas ainda somos distintos como ser vivo e como utilidades diferentes no serviço do Reino.

  • Efésios 2.10 – Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; em nossa união com Cristo Jesus, ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós.

A vontade de Deus é única em vários aspectos, mas específica para cada cristão. Quando Paulo escreveu aos cristãos em Roma, ensinou que:

  • Devemos nos oferecer a Deus como um sacrifício vivo. No Antigo pacto o ofertante oferecia um animal em sacrifício a Deus, através do sacerdote. Agora, Paulo está dizendo que devemos nos oferecer como sacrifício vivo. Não quer dizer que devemos morrer literalmente, mas como o animal sem vida totalmente entregue a Deus, nós devemos nos entregar sem nenhum resquício a Deus. O animal entregue para o sacrifício não pertencia mais ao ofertante, mas a Deus.
    • Uma pessoa que se oferece a Deus como sacrifício vivo, conhece e aceita a vontade do Senhor. Ela morreu para seus próprios interesses porque a sua vida agora pertence a Deus.
  • Temos que ser diferente do mundo em relação a nossa identidade, nas ações e nos pensamentos. Não se deixar influenciar pela cultura mundana e suas armadilhas. Não ser moldado segundo o mundo, mas segundo a imagem de Cristo. O mundo tenta nos moldar pela imagem (novelas, filmes, comerciais, etc) e pelo raciocínio (leitura, audição), mas sabemos que somos de Deus.
    • Tudo que o mundo oferece parece se moldar aos nossos interesses, o nosso ego torna-se o centro e destronamos a presença de Deus. Qual o fim de tudo isso? A Bíblia responde em Provérbios 14.12 – Há caminhos que parecem certos, mas podem acabar levando para a morte.
  • Devemos ter a mente transformada por Deus. Ao se entregar para Deus como uma oferta de sacrifício vivo e recusar ser moldado segundo o modelo do mundo, a nossa mente é transformada por Deus pela entrega, oração, palavra (Bíblia e mensagem) e conselhos e enfim experimentamos a verdadeira vontade de Deus. Quando vivemos de acordo com a vontade de Deus há harmonia, ordem, o desejo de melhorar sempre e tudo passa a girar em torno de Cristo.
    • Colossenses 1.17 – Antes de tudo, ele já existia, e, por estarem unidas com ele, todas as coisas são conservadas em ordem e harmonia.
    • Colossenses 3.10,11 – e se vestiram com uma nova natureza. Essa natureza é a nova pessoa que Deus, o seu criador, está sempre renovando para que ela se torne parecida com ele, a fim de fazer com que vocês o conheçam completamente. 11 Como resultado disso, já não existem mais judeus e não-judeus, circuncidados e não-circuncidados, não-civilizados, selvagens, escravos ou pessoas livres, mas Cristo é tudo e está em todos.
    • Romanos 11.36 – Pois todas as coisas foram criadas por ele, e tudo existe por meio dele e para ele. Glória a Deus para sempre! Amém!

Quando a pessoa se torna um sacrifício vivo perante Deus, ela reconhecer que a sua vida não lhe pertence. Assim como o vaso nas mãos do oleiro, a sua vida agora pertence ao grande artesão Deus. Portanto, é Deus quem irá definir o seu uso e a sua posição. Você não é um produto fabricado em série, você é um vaso, obra de artesanato, único e criado por Deus para um propósito.

  • II Timóteo 2.20 – Numa casa grande não existem somente vasilhas de ouro e de prata, mas também de madeira e de barro. Algumas são para ocasiões especiais, e outras, para todos os dias.

A VONTADE DE DEUS ENSINA QUE SOMOS UM CORPO, CRISTO É A CABEÇA

Outro exemplo que podemos ilustrar é a figura do corpo. Paulo disse que a igreja é um corpo e Cristo é a cabeça. Colossenses 1.18 – Ele é a cabeça do corpo, que é a Igreja, e é ele quem dá vida ao corpo. Ele é o primeiro Filho, que foi ressuscitado para que somente ele tivesse o primeiro lugar em tudo.

Qual a utilidade dos membros do corpo? Manter o corpo saudável, em movimento, alimentado, etc… Todos os membros são importantes, mas cada um tem funções especificas. A ação de um membro pode trazer prejuízo a todo corpo. A desatenção, falta de cuidados, falta de limites, etc… podem destruir todo o corpo.

Qual é a vontade de alguém que deseja ter saúde, beleza, inteligência, etc.? A sua vontade determina o movimento e ação do seu corpo. Do mesmo modo, Cristo como cabeça estabelece a sua vontade, que é também a vontade de Deus para o corpo, a igreja.

Para um corpo funcionar em perfeita ordem ele precisa da cooperação de outros membros. Imagine quantos membros são necessários para um corpo se deitar ou levantar, correr, trabalhar. Veja quantos membros são necessários para o corpo se alimentar, a pessoa que não tem olfato pode comer algo estragado ou não saborear um bom alimento, etc.

A igreja de Cristo, comparada ao corpo, é formada por inúmeras pessoas que recebem dons espirituais de Deus para que possa funcionar da maneira correta. Por isso é importante que todos os membros da igreja busquem descobrir seus dons espirituais a fim de utilizá-los para o pleno desenvolvimento da igreja.

Não existe dom mais valioso que outro, embora alguns sejam mais visíveis, todos tem a sua utilidade na hora certa. Quem distribui os dons não é o pastor ou o membro da igreja que escolhe o que achar melhor ou mais valioso. Deus é quem dá os dons

  • I Coríntios 12.11, 18, 28 – Porém é um só e o mesmo Espírito quem faz tudo isso. Ele dá um dom diferente para cada pessoa, conforme ele quer. 18 Assim Deus colocou cada parte diferente do corpo conforme ele quis. 28 Na Igreja, Deus pôs tudo no lugar certo: em primeiro lugar, os apóstolos; em segundo, os profetas; e, em terceiro, os mestres. Em seguida pôs os que fazem milagres; depois os que têm o dom de curar, ou de ajudar, ou de liderar, ou de falar em línguas estranhas.

A VONTADE DE DEUS ACERCA DO QUE DEVEMOS FAZER COM OS DONS RECEBIDOS.

Zelo pelos dons. Utilização dos dons. Louvar e glorificar a Deus através dos dons. I Pedro 4.10,11 – Sejam bons administradores dos diferentes dons que receberam de Deus. Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros!11 Quem prega pregue a palavra de Deus; quem serve sirva com a força que Deus dá. Façam assim para que em tudo Deus seja louvado por meio de Jesus Cristo, a quem pertencem a glória e o poder para todo o sempre! Amém!

Usar os dons para o crescimento da igreja e maturidade na fé. Efésios 4.16 – É ele quem faz com que o corpo todo fique bem ajustado e todas as partes fiquem ligadas entre si por meio da união de todas elas. E, assim, cada parte funciona bem, e o corpo todo cresce e se desenvolve por meio do amor.

Um canal de bênçãos. Se você compreendeu a ilustração do vaso, então sabe que o vaso é como um cofre onde se acumula dinheiro. A você não foi chamado para ser um ‘cofre’ acumulador de bênçãos, mas um “vaso” canal de bênçãos, cuja fonte é Deus.

  • Leia a Bíblia e saiba mais sobre a vontade de Deus para você, II Timóteo 3.16,17 – Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso para que o servo de Deus esteja completamente preparado e pronto para fazer todo tipo de boas ações.
  • Se esforce para servir a Deus, com alegria sempre. Romanos 12.10,11 – Amem uns aos outros com o amor de irmãos em Cristo e se esforcem para tratar uns aos outros com respeito. 11 Trabalhem com entusiasmo e não sejam preguiçosos. Sirvam o Senhor com o coração cheio de fervor.
  • Ocupe a sua mente com aquilo que vem de Deus. Gálatas 4.8 – Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente.

Saber quais são os seus dons e exerce-los na igreja de Cristo, o cabeça – centro de tudo, é experimentar “a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.”

Imagine a igreja de Cristo, a nossa igreja, onde todos sabem quais são seus dons e reconhecem a sua utilidade no Reino. Isso é maravilhoso, isso é a vontade de Deus para todos nós!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s