Nos últimos dias haverá tempos difíceis!


A visão de Paulo em relação ao futuro em II Timóteo 3 é alarmante. Ele escreve para Timóteo que a oposição ao evangelho iria aumentar gradativamente com o passar dos anos. Essa verdade se assemelha aos nossos dias, não devemos esperar que o mundo compreenda e aceite a verdade do evangelho, a amizade com o mundo é inimizade para com Deus.

  • Os versos 2 a 9 descrevem o presente e o futuro da igreja até que Cristo volte. Pessoas irão se infiltrar na igreja e provocar males intermináveis, elas irão afrontar e perseguir a igreja de Cristo.
  • Nesses versos temos um quadro detalhado dos perseguidores da igreja. As suas condutas podem ser observadas em relação a moral, religião e falsos ensinos.

I – Suas condutas morais revelam que realmente são

Versos 2-5a: Pois muitos serão egoístas, avarentos, orgulhosos, vaidosos, xingadores, ingratos, desobedientes aos seus pais e não terão respeito pela religião. 3 Não terão amor pelos outros e serão duros, caluniadores, incapazes de se controlarem, violentos e inimigos do bem. 4 Serão traidores, atrevidos e cheios de orgulho. Amarão mais os prazeres do que a Deus; 5 parecerão ser seguidores da nossa religião…

Temos nesses versos dezenove expressões que descrevem o caráter daqueles que provocam os tempos difíceis para a igreja. O comportamento de tal pessoa é antissocial, egocêntrico e sem Deus.

Alias, o egocentrismo é a grande causa do distanciamento da humanidade de Deus. Cada pessoa prefere seguir o seu próprio caminho. Romanos 1.21,24 – Eles sabem quem Deus é, mas não lhe dão a glória que ele merece e não lhe são agradecidos. Pelo contrário, os seus pensamentos se tornaram tolos, e a sua mente vazia está coberta de escuridão. 24 Por isso Deus entregou os seres humanos aos desejos do coração deles para fazerem coisas sujas e para terem relações vergonhosas uns com os outros.

O evangelho é o único remédio capaz de destronar o egocentrismo e apresentar uma solução radical que mude o caos em que vive a humanidade. Nele encontramos o caminho de volta à Deus, uma nova vida em Cristo de dentro para fora, a partir do coração até o nosso exterior.

  • O evangelho destrona o egocentrismo e coloca Deus em seu lugar. Quando Deus ocupa o primeiro lugar as coisas boas acontecem, Mateus 6.33 – Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e ele lhes dará todas essas coisas.

II – Suas práticas religiosas revelam uma fé falsa e fragilizada

Verso 5: parecerão ser seguidores da nossa religião, mas com as suas ações negarão o verdadeiro poder dela. Fique longe dessa gente!

Paulo afirma que a descrição anterior se refere a pessoas religiosas, que estão em nosso meio. Isso é vergonhoso, pois a religião cristã tem se divorciado da moral ao longo da história. Muitos escândalos surgem no meio dos cristãos trazendo sérios danos e perseguições a igreja de Cristo.

Naqueles dias as pessoas iam nas reuniões de culto, cantavam hinos, faziam suas orações, ofertavam e às vezes davam uns ‘gloria a Deus, aleluias’. Elas tinham aparência piedosa, mas não tinham poder; tinham aparência exterior sem realidade interior; religião sem moral; fé sem obras.

O cristianismo é uma religião de poder. Foi o próprio Cristo quem deu poder à igreja (Lc 10.19; At 1.8) para mudar a sua forma natural em espiritual, resistir a toda forma de pecado e viver em santidade. Esse poder age primeiro no coração e mente, muda a nossa maneira de pensar e sentir, essa mudança reflete em nosso caráter nos diferenciando dos que estão no mundo sem Deus.

Paulo é enfático ao dizer “Fique longe dessa gente!”. Ele estava dizendo para Timóteo evitar qualquer contato com tais pessoas, que se dizendo irmãos na fé são falsos e enganadores.

Aqui não se trata de cortar o relacionamento social com todas as pessoas que estão no mundo, pois nesse caso teríamos que sair do mundo.

  • I Coríntios 5.9-12: Na outra carta que escrevi a vocês, eu recomendei que vocês não tivessem nada a ver com gente imoral. 10 Eu não quis dizer que neste mundo vocês devem ficar separados dos pagãos que são imorais, avarentos, ladrões ou que adoram ídolos. Pois, para evitar essas pessoas, vocês teriam de sair deste mundo. 11 O que eu digo é que vocês não devem ter nada a ver com ninguém que se diz irmão na fé, mas é imoral, ou avarento, ou adora ídolos, ou é bêbado, ou difamador, ou ladrão. Com gente assim vocês não devem nem comer uma refeição. 12 Afinal de contas eu não tenho o direito de julgar os que não são cristãos. Deus os julgará. Mas será que vocês não devem julgar os seus irmãos na fé? Como dizem as Escrituras Sagradas: “Expulsem do meio de vocês esse homem imoral.”

III – Seus falsos ensinamentos causam ruinas

Versos 6 a 9: Alguns deles entram nas casas e conseguem dominar mulheres fracas, que estão cheias de pecados e que são levadas por todo tipo de desejos. 7 São mulheres que estão sempre tentando aprender, mas nunca chegam a conhecer a verdade. 8 Assim como Janes e Jambres foram contra Moisés, assim também esses homens são contra a verdade. Eles perderam o juízo e fracassaram na fé. 9 Mas não irão longe, pois todos verão como eles são tolos. Foi isso que aconteceu com Janes e Jambres.

Esses versos nos surpreendem mais ainda. Tais pessoas, além de agir impiedosamente, permanecem em nosso meio propagando seu proselitismo. Eles estavam na igreja e tinham alvos definidos, aproveitavam do momento em que algumas mulheres estavam sozinhas em casa para catequizá-las e cometer pecados torpes.

  • Essas mulheres eram ignorantes, de mente fraca e ociosas. Eles aproveitavam das suas fraquezas acrescentando mais pesos as suas consciências;
  • Essas mulheres tinham um déficit intelectual que facilitava serem enganadas. Eram do tipo que escuta qualquer mentira e acreditam, por isso eram enganadas e nunca poderiam chegar ao conhecimento da verdade. Eram incapazes de possuir uma fé firme.
  • Essas mulheres viviam num estado de confusão mental permanente. Não era o amor e a verdade que as impulsionava a aprender, mas o desejo de ouvirem novidades. Esse comportamento as tornava frágeis no caráter e no intelecto, eram presas fáceis para os falsos cristãos que iam de porta em porta disseminando suas doutrinas.

Paulo cita o exemplo de James e Jambre, que segundo a tradição hebraica, eram os magos da corte do Egito, quando Moisés foi a Faraó pedindo que libertasse os hebreus da escravidão. Esses magos faziam mágicas semelhantes aos sinais que Moisés e Arão fizeram (Êx 7.11), eram opositores dos homens de Deus.

Assim como os magos resistiram a Moisés séculos atrás, os falsos cristãos resistem a verdade. O mesmo ocorre em nosso tempo, muitos enganadores se infiltram no meio do povo de Deus com o objetivo de enganar, causar duvidas e tirar pessoas da presença da igreja. Por muitas vezes a igreja tem enfrentado a heresia dentro dela e se não fosse o Espírito de Deus para dar discernimento aos verdadeiros cristãos a igreja teria perecido.

IV – O conselho de Paulo: Mantenha-se firme na fé

Versos 10-15: Mas você tem seguido os meus ensinamentos, a minha maneira de agir e o propósito que tenho na minha vida. E tem seguido também a minha fé, a minha paciência, o meu amor, a minha perseverança, 11 as minhas perseguições e os meus sofrimentos. Você sabe tudo o que me aconteceu nas cidades de Antioquia, de Icônio e de Listra. Que terríveis perseguições eu sofri! Porém o Senhor me livrou de todas elas. 12 Todos os que querem viver a vida cristã unidos com Cristo Jesus serão perseguidos. 13 Porém as pessoas más e fingidas irão de mal a pior, enganando e sendo enganadas. 14 Quanto a você, continue firme nas verdades que aprendeu e em que creu de todo o coração. Você sabe quem foram os seus mestres na fé cristã. 15 E, desde menino, você conhece as Escrituras Sagradas, as quais lhe podem dar a sabedoria que leva à salvação, por meio da fé em Cristo Jesus.

Apesar de todo declínio moral, da falsa religiosidade e falsos ensinamentos, Paulo exorta à Timóteo para ser diferente e se necessário seguir sozinho na fé verdadeira. Todo crente é desafiado a ser diferente do mundo e não aceitar que o mundo o domine.

  • Somos pressionados a todo momento para se conformar com o mundo. Somos desafiados em nossa fé e na moral até mesmo dentro da igreja. Se não estivermos atentos e firmes em Cristo seremos presas fáceis para os falsos cristãos.

Timóteo é um discipulo que tinha o mesmo padrão que Paulo. Desde menino ele aprendeu as escrituras sagradas com a avó, mãe e posteriormente com Paulo. Agora que é adulto, ele é convidado a permanecer na mesma verdade.

  • Na maneira de agir;
  • No propósito de vida;
  • Na fé;
  • Na paciência;
  • No amor
  • Na perseverança;
  • Nas perseguições;
  • Nos sofrimentos.

V – A verdade se encontra nas Escrituras, versos 16-17

Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso para que o servo de Deus esteja completamente preparado e pronto para fazer todo tipo de boas ações.

Não existe outra fonte de inspiração verdadeira além das Escrituras. Os livros são importantes para nos transmitir conhecimentos gerais, mas não podem substituir a revelação sobre Deus através das Escrituras.

Segundo Paulo, o propósito das Escrituras envolve pelo menos cinco coisas fundamentais a nosso respeito:

  • Ensina a verdade;
  • Condena o erro;
  • Corrige as faltas;
  • Ensina a maneira certa de viver;
  • Prepara o servo de Deus para praticar todo tipo de boas ações.

Fonte: John R. W. Stott – Segunda Epístola a Timóteo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s