Senhor, ensina-nos a orar


Lucas 11.1-2: Um dia Jesus estava orando num certo lugar. Quando acabou de orar, um dos seus discípulos pediu: – Senhor, nos ensine a orar, como João ensinou os discípulos dele. 2 Jesus respondeu: – Quando vocês orarem, digam: “Pai, que todos reconheçam que o teu nome é santo. Venha o teu Reino.
Mateus 6.9-10: Portanto, orem assim: “Pai nosso, que estás no céu, que todos reconheçam que o teu nome é santo. 10 Venha o teu Reino. Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu!

01 – QUANDO VOCÊS ORAREM, DIGAM: “PAI QUE TODOS RECONHEÇAM QUE O TEU NOME É SANTO
Jesus ensina os discípulos a orar como filhos, entrar na presença de Deus como um filho que se aproxima do pai e lhe pede algo. Jesus mostra aos discípulos qual a posição deles em relação a Deus. Mais adiante, o apostolo Paulo em sua carta aos romanos afirmou que temos liberdade para acessar a Deus como filhos (Romanos 8.15).
A nossa oração ao pai celestial deve ser simples, objetiva e sem censura. Deus é mais que um pai terreno e quando oramos a Ele com o coração aberto temos a certeza que Ele nos ouve e responde.
Somos filhos amados de Deus e por isso devemos demonstrar respeito ao entrar na sua presença, reconhecer que Ele é Santo. Deus se agrade de quem o reverencia.

02 – VENHA O TEU REINO
Essas palavras de Jesus nos ensinam que o foco da nossa oração é o Reino de Deus, ou seja, tudo que diz respeito ao Reino e seus cidadãos.
• O Reino de Deus não é o mesmo que o reino natural, que tem como prioridade bens naturais (casa, carro, emprego, posições, riquezas, etc.).
• O Reino de Deus é espírito, só pode ser alcançado e tocado se orarmos a partir do Espírito. Venha o Teu Reino significa colocar o Reino de Deus acima de todas as coisas (João 3.5-6).

02.1 – O QUE AS PESSOAS VEEM E OUVEM ATRAVÉS DE NÓS REVELA O REINO DE DEUS?
O Reino de Deus se estabeleceu na terra através de Jesus. Quando dos discípulos de João foram até Jesus para saber se Ele era o Messias que havia de vir, Jesus respondeu mostrando para eles que o Reino tinha chegado (Mateus 11.4,5).
O Reino de Deus se manifestou através de Jesus em várias ocasiões. Alguns sinais confirmaram a chegada do Reino através de Jesus: sinais, curas, libertação, transformação, milagres, etc.
O Apostolo Paulo afirmou a igreja em Corinto que nós, a igreja de Cristo, somos como uma carta escrita pelo próprio Cristo para ser lida pelas pessoas. Quem tem o Reino de assentado em sua vida, demonstra através das evidências externas a natureza e o poder de Cristo. Não quer dizer que você fará as mesmas coisas que Jesus fez em seu ministério terreno, mas que, de alguma maneira o Reino de Deus se tornará visível através de você, quando o invocar (II Coríntios 3.2,3).

02.2 – EVIDÊNCIAS INTERNAS DO REINO DE DEUS. ELE ESTÁ DENTRO DE NÓS
Quando falamos sobre as evidências externas que manifestam o Reino de Deus, nós ficamos vislumbrados. Os sinais são tremendos e representam um dos métodos de Deus para atrair a atenção de pecadores para que venham ao Seu Reino. Porém, quando aceitamos a Cristo e passamos a fazer parte do Reino de Deus, algumas evidências internas também manifestam a presença do Reino em nós e com certeza elas são as mais importantes.
O Reino se estabelece a partir do nosso espírito. Infelizmente há muitas pessoas dentro das igrejas que ainda não experimentaram o novo nascimento espiritual. São pessoas que vão à igreja, conhecem as escrituras, gostam das reuniões e da filosofia de vida cristã, acham legal o jeito de ser cristão, mas ainda não receberam o Espírito de Deus. Somente quem tem o Espírito de Deus é capaz de compreender o significado do Reino de Deus (I Coríntios 2.12,14).
É possível que alguns líderes cristãos ainda não conheçam o Reino de Deus porque não tem o Espírito de Deus. Foi essa e outras razões que Paulo afirmou em II Coríntios 3.6.
O apóstolo Paulo ensinou que a nossa filiação não se dá de modo natural. Não é uma credencial de membro de uma organização religiosa que fará alguém cidadão do Céu. A nossa filiação é totalmente espiritual (Romanos 8.16,17).

02.3 – É POSSÍVEL VIVER O REINO DE DEUS AQUI NA TERRA. DEPENDE DE NÓS.
Mateus 14.28-31 – Jesus convida Pedro a caminhar sobre as águas do mar e ir ao seu encontro. Pedro desceu do barco e foi em direção à Jesus. Embora fosse impossível alguém caminhar sobre as águas, enquanto Pedro estava ouvindo a voz de Jesus e olhando para Jesus ele caminhou seguro sobre as águas. Nesse momento o que observamos é Pedro saindo da dimensão do natural para o sobrenatural.
• No meio do caminho, por alguma razão, Pedro começou a olhar para as águas e sentiu a força do vento, o medo se apoderou dele e logo começou a submergir. Nesse instante ele começou a regressar do sobrenatural para o natural, Mateus 14.30,31.
• As vezes oramos com uma fé sobrenatural e somos tomados pela ousadia do Espírito Santo. Mas, se começarmos a olhar ao redor e não vigiarmos, podemos ser tomados pelas dúvidas e medos. Nesse momento, o nosso modo natural sobrepõe o modo espiritual e a única coisa que podemos fazer é clamar como Pedro: Socorro Senhor! Antes que venhamos submergir.

03 – QUE A TUA VONTADE SEJA FEITA AQUI NA TERRA COMO É FEITA NOS CÉUS
Voltando a falar sobre a oração. Em outra ocasião Jesus ensinou aos discípulos sobre a maneira correta de orar, acrescentando a frase – Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu! (Mateus 6.10) – Que o Reino de Deus venha e se estabeleça na terra como nos céus.
• Quando dizemos “Venha o Teu Reino”, devemos ter consciência do quão profunda é essa declaração. O Reino de Deus só virá até nós quando invocarmos a sua presença.
Para que o Reino venha até nós devemos responder algumas questões simples:
1º. Qual é a cultura do Reino Celestial?
2º. Como funcionam as coisas no Reino dos Céus?
3º. Qual é a vontade de Deus no céu?
A nossa resposta revelará o grau de compreensão que temos acercado da vontade de Deus nos céus e aqui na terra.
Em nossas orações devemos rogar para que o Reino Celestial governe sobre o reino terreno. É o mesmo que dizer para Deus: Que aqui na terra possamos viver dentro do padrão que Deus aplica no Seu Reino.
Como isso é possível?
• Romanos 14.17 – Pois o Reino de Deus não é uma questão de comida ou de bebida, mas de viver corretamente (integridade, justiça), em paz (harmonia) e com a alegria (felicidade) que o Espírito Santo dá.
No céu só a vontade de Deus prevalece. Não há discussões, não há lista de escolhas sobre o que deve ser feito. No céu não há dissensões, se ouve apenas o amém e a adoração da corte celestial. A palavra de Deus é Lei e Ordem. E na terra, qual é a vontade de Deus?
• Quando Adão e Eva pecaram no Jardim do Éden, a vontade de quem eles obedeceram? Desde então, a vontade humana se opõe à vontade Deus. Às vezes oramos e determinamos coisas que queremos receber sem primeiro submetê-las a Deus para saber se é vontade Dele.
Você já se perguntou o Porquê algumas orações não são respondidas? Geralmente buscamos coisas que julgamos importantes e oramos a Deus para que a nossa vontade seja realizada.
• É comum cristãos orarem dizendo: Senhor eu quero isso, eu quero aquilo; Senhor que quero que faça tal coisa; Senhor eu quero que faça tal com coisa com alguém; eu preciso disso ou aquilo; etc…
Precisamos entender que não é possível trazer o Reino de Deus até nós sem que o Seu governo seja estabelecido e consequentemente a Sua vontade.
Algumas pessoas ficam doentes, tristes e morrem espiritualmente, porque estão frustradas com a religião e com o ‘pseudo Deus’ que seguem. A frustração de muitos cristãos é por causa da ignorância acerca do Reino e Vontade de Deus.
• Quanto mais descobrimos acerca da vontade de Deus e o quanto ela é poderosa para nos conduzir na melhor direção, mais excitante se torna a nossa oração.
• Quando mais estudamos a Palavra de Deus mais descobrimos sobre a vontade de Deus e o que Deus tem reservado para nós quando vivemos sob o domínio do Seu Reino.
Você já se perguntou:
• Qual a vontade de Deus para a sua vida?
• Qual a vontade de Deus para a sua família?
A tua resposta revelará o nível de influencia que o Reino de Deus tem na sua vida e se a vontade de Deus é plena sobre você.

Uma resposta para “Senhor, ensina-nos a orar

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s