O sentido da cruz …


I Coríntios 1.18,23 – De fato, a mensagem da morte de Cristo na cruz é loucura para os que estão se perdendo; mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus. 23 mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios;

Jesus morreu não porque os homens o levaram â morte, mas porque ele se entregou e doou a sua própria vida. O ideal de Deus é que a nossa vida reflita a vida de Jesus aqui na terra.

Seguir Jesus é tê-lo em nossa própria vida, passar pelas sensações, emoções, perseguições, prisões, e acima de tudo pela cruz que ele passou. A ênfase de Jesus: “Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me (Mateus 16.24 RA)

  • A mensagem da cruz representa para nós, evangélicos, redenção, resgate, livrar-se do cativeiro.

Na última semana eu falei sobre o modelo de oração ensinado por Jesus, quando nos dirigimos a Deus dizemos “Pai santificado seja o Teu nome…”. Oramos desse modo porque fazemos parte da família de Deus a partir de Jesus Cristo. Hoje vivemos sob a graça de Deus e em plena liberdade em Cristo.

Em algumas igrejas legalistas, cheias de regras e preceitos humanos, as pessoas não vivem a verdadeira liberdade como filhos de Deus.  O filho tem liberdade na presença do pai, senta-se no seu colo, na cama, abre a geladeira, mas o servo não tem a mesma liberdade.

  • Ver o tratamento do pai ao filho pródigo (Lc 15.11-32). O pai diz ao irmão enciumado sobre seus direitos como filho. Têm cristãos que vivem como o irmão mais velho, são filhos, mas não tomam posse das bênçãos que o pai tem para eles, agem como escravos, embora tenham tudo à disposição.
  • Não devemos agir como filhos enciumados que querem a atenção e os bens do pai só para si. Devemos olhar para a cruz para entender o amor que o filho deve ter pelo pai e por seus irmãos.

A nossa vontade é horizontal, mas a vontade de Deus é vertical. Quando as duas se cruzam através da cruz, optamos por viver a vontade de Deus.  A cruz é símbolo de morte, de identificação e de sacrifício.

Tomar a cruz, não é carregar a sua cruz no sentido de levá-la, mas de estar na cruz, de estar pregado nela, rendendo sua vontade à Deus. As pessoas não verão você numa cruz de madeira, mas verão o princípio da cruz em sua vida.

O SENTIDO DA CRUZ NA VIDA DO CRISTÃO

  1. Na cruz olhamos sempre para frente. Quem está na cruz só consegue olhar para frente, não consegue olhar para trás. Quem não está na cruz, desiste facilmente ao olhar para trás. Jesus disse que “quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus” (Lc 9.62).
  2. Na cruz olhamos de cima para baixo. Quem está na cruz olha de cima para baixo e não consegue olhar de baixo para cima. Paulo diz que Deus nos tem abençoado com bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo (Ef 1.3).
  3. Quem está na cruz está compromissado. Quem está na cruz tem compromisso e não volta atrás. Ele não pode dizer: “eu vou descer da cruz, vou dar uma voltinha ali no mundo e depois eu volto”. A cruz é um caminho sem volta. Quem aceitou viver com Cristo, que passou pela conversão, não consegue mais viver sem Cristo, ou, mais ou menos com Ele.
  4. Quem está na cruz se submete a vontade de Deus. É uma pessoa decidida, que trabalha para conquistar seus sonhos, mas submete cada um deles à Deus.
  5. Quem está cruz vive uma vida diferente. Não significa viver isolado da sociedade, das pessoas ou ter um estilo de vida diferente.
  6. Quem está na cruz tem a coragem do Espírito Santo em sua vida. Atos 4.13 – Os membros do Conselho Superior ficaram admirados com a coragem de Pedro e de João, pois sabiam que eram homens simples e sem instrução. E reconheceram que eles tinham sido companheiros de Jesus.
  7. Quem está na cruz tem facilidade para exercer o perdão. Perdoar é não levar em contas as ofensas sofridas. O povo blasfemava de Jesus na cruz, a sua resposta foi Pai, perdoa esta gente! Eles não sabem o que estão fazendo.” (Lc 23.34).
  8. Quem está na cruz ama intensamente os perdidos. Jesus ordenou para pregarmos o Evangelho a toda criatura e em todo o mundo (Mc 16.15).
  9. Quem está na cruz reconhece a soberania de Deus e compreende que Ele tem o controle de tudo. Rm 8.28 – Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano.
  10. Quem está na cruz tem as marcas de Cristo. Gálatas 6.17 – Para terminar: que mais ninguém crie dificuldades para mim, pois as marcas no meu corpo mostram que sou escravo de Jesus.

A cruz não é opcional, ela é a nossa salvação. Somente quando deixamos que a vontade de Deus prevaleça sobre a nossa, é que permitimos que Jesus seja nosso único e suficiente Salvador e Senhor. Viva e proclame o Evangelho da Cruz.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s