A oração perseverante em unidade


Mateus 18.19-20: – E afirmo a vocês que isto também é verdade: todas as vezes que dois de vocês que estão na terra pedirem a mesma coisa em oração, isso será feito pelo meu Pai, que está no céu. 20 Porque, onde dois ou três estão juntos em meu nome, eu estou ali com eles.

Essa declaração de Jesus parece contraditória se a compararmos com Mateus 6.6 que nos ensina orar em secreto, a sós com Deus. – Mas você, quando orar, vá para o seu quarto, feche a porta e ore ao seu Pai, que não pode ser visto. E o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa.

O que Jesus ensinou anteriormente dizia respeito a certas particularidades que devem ser ditas em oração somente à Deus. Algumas pessoas quando oram em público falam das suas intimidades em alto som a fim de serem ouvidas pelos outros. É a famosa indireta para quem ouve. Quando o assunto é pessoal, fale somente com Deus, as demais pessoas não precisam ouvir.

  • Eu ouço muitas orações de pessoas que desabafam suas mágoas, desejos e interesses, principalmente quando há alguma liderança da igreja por perto.

No texto em apreço, Jesus está falando sobre outra maneira de orar que é a oração pública e coletiva. Duas ou mais pessoas orando abertamente por determinados propósitos em comum. Esse tipo de oração é diferente da oração individual e secreta.

01 – A primeira característica da oração coletiva está na concordância do que pedimos.

Não basta haver consentimento sobre determinado pedido, é preciso que todos que oram expressem de forma clara e unida que concordam como o que está sendo pedido. Em se tratando da igreja de Cristo, essa concordância compreende orar em espírito e em verdade.

02 – A segunda característica é que o ajuntamento para oração é em nome de Jesus.

O nome de Jesus nos credencia a pedir em oração tudo o que precisamos, na certeza que Deus nos ouve e atende, João 14.13,14 E tudo o que vocês pedirem em meu nome eu farei, a fim de que o Filho revele a natureza gloriosa do Pai. 14 Eu farei qualquer coisa que vocês me pedirem em meu nome.

O nome de Jesus torna a sua presença real para aqueles que creem. A Presença viva de Jesus, a unidade daqueles que oram, traz poder à oração em concordância. O hino 17 da Harpa Cristã diz o seguinte:  Nas horas que passo pensando em Jesus as trevas desfaço buscando a luz. Que horas de vida tão doces p’ra mim Jesus me convida, que eu suba p’ra Si

03 – A terceira característica é a certeza que nossas orações serão respondidas.

 – isso será feito pelo meu Pai, que está no céu. Quando oramos, temos a certeza que teremos uma resposta acerca daquilo que foi pedido.

A igreja precisa saber desse poder que envolve a oração em unidade. Um grupo de pessoas orando uniformemente pelos mesmos propósitos, declarando que concordam com o que está sendo pedido.

  • A unidade na oração é válida para a igreja e também a família cristã, quando o esposo e esposa oram em conformidade, suas orações são respondidas (I Pedro 3.7) – Também você, marido, na vida em comum com a esposa, reconheça que a mulher é o sexo mais fraco e que por isso deve ser tratada com respeito. Porque a esposa também vai receber, junto com você, o dom da vida, que é dado por Deus. Aja assim para que nada atrapalhe as orações de vocês.

Paulo é um exemplo de alguém que crê no poder da oração em unidade, ele se sentia membro de um corpo e acreditava que a oração das igrejas contribuía para realizar o trabalho de Deus através do seu apostolado.

  • Ele pede que os irmãos orem com fervor por ele. Romanos 15.30 – Eu peço, irmãos, pelo nosso Senhor Jesus Cristo e pelo amor que o Espírito dá, que me ajudem, orando com fervor por mim.
  • Ele crê na benção de Deus sobre seu ministério por causa das orações dos santos. II Coríntios 1.11 – enquanto vocês nos ajudam, orando por nós. Assim Deus responderá às muitas orações feitas em nosso favor e nos abençoará; e muitos lhe agradecerão as bênçãos que ele nos dará.
  • Ele pede oração por todo o povo de Deus e por ele para que possa pregar o evangelho. Efésios 6.18-19 – Façam tudo isso orando a Deus e pedindo a ajuda dele. Orem sempre, guiados pelo Espírito de Deus. Fiquem alertas. Não desanimem e orem sempre por todo o povo de Deus. 19 E orem também por mim, a fim de que Deus me dê a mensagem certa para que, quando eu falar, fale com coragem e torne conhecido o segredo do evangelho.
  • Ele crê nas orações da igreja por sua liberdade da prisão. Filipenses 1.19 – Pois eu sei que, por meio das orações de vocês e com a ajuda do Espírito de Jesus Cristo, eu serei posto em liberdade.
  • Ele pede que orem para que possa revelar o segredo de Cristo a todos os povos. Colossenses 4.3 – Orem também por nós a fim de que Deus nos dê uma boa oportunidade para anunciar a sua mensagem, que trata do segredo de Cristo. Pois é por causa dessa mensagem que estou na cadeia. 4 Portanto, orem para que eu faça com que o segredo de Cristo seja bem conhecido, como é o meu dever.
  • Ele crê na oração para a evangelização global. II Tessalonicenses 3.1 – Finalmente, irmãos, orem por nós para que a mensagem do Senhor continue a se espalhar rapidamente e seja bem aceita, como aconteceu entre vocês.

A igreja que se entrega a oração em unidade ora pelo progresso dos seus membros e líderes. Ela clama pela salvação de almas. A sua oração derrota os poderes das trevas, atrai a glória de Deus e traz compreensão dos mistérios de Deus.

POR QUE ORAR POR UM PERÍODO DE 30 DIAS?

Durante os dias 01 a 30 de outubro nós estaremos orando pela igreja do Senhor, o Ministério Independência com Cristo. São esses os propósitos:

  • Mais obreiros para servir aos propósitos de Deus em nossa casa ministerial. Separação e ordenação de obreiros e líderes de acordo com as necessidades ministeriais da igreja.
  • Pelos planos que serão concebidos para os anos vindouros. Isso envolve a igreja local (ministérios locais) e a sede social.
  • Pela salvação de pessoas que aceitarem a Cristo e crescimento saudável da igreja.
  • Pelas famílias que servem ao Senhor nesta casa, pais e filhos.
  • Pelas bênçãos e provisões de Deus sobre a igreja a partir dos seus membros.

Ao orarmos por 30 dias consecutivos, nós estaremos perseverando pelos mesmos propósitos. Aqueles que vierem orar conosco devem conscientizar que os períodos de oração não serão por outras causas, senão as que estamos apresentando. É certo que cada um poderá apresentar seus propósitos pessoais também, mas o que devemos e iremos fazer coletivamente é apresentar os propósitos da igreja. Essa é a razão principal das orações.

A oração em unidade associada a perseverança nos levar a conquistar coisas que aparentemente são impossíveis. Lucas 18.1,6-8: Jesus contou a seguinte parábola, mostrando aos discípulos que deviam orar sempre e nunca desanimar: 6 E o Senhor continuou: – Prestem atenção naquilo que aquele juiz desonesto disse. 7 Será, então, que Deus não vai fazer justiça a favor do seu próprio povo, que grita por socorro dia e noite? Será que ele vai demorar para ajudá-lo? 8 Eu afirmo a vocês que ele julgará a favor do seu povo e fará isso bem depressa. Mas, quando o Filho do Homem vier, será que vai encontrar fé na terra?

Quando alguém não obtém resposta à oração no primeiro momento, a tendência natural é desistir de orar. As razões para deixar de orar são:

  • Deus não está interessado em responder as minhas orações;
  • Deus tem alguma razão oculta para não responder as minhas orações.

Somente quem tem fé consegue compreender os mistérios que envolve a oração. Pense nela como uma caixa de água que precisa estar cheia ou no nível aceitável para começar a liberar água pela tubulação. Ou ainda, como um lavrador que sai arando a terra, preparando o solo, lançando sementes, regando, cultivando até que chegue o tempo da colheita. Assim é a oração perseverante, cada dia em que você ora é um passo a mais em direção a sua benção, deixar de orar é perder todo esforço empreendido para alcançar algo.

  • A oração perseverante é ainda como um tesouro acumulado, cada oração é uma moeda que se acumula, num determinado dia você abre o cofre e se depara com um grande tesouro que foi acumulado ao longo dos anos.

Nós vivemos numa sociedade de pessoas apressadas, intolerantes, imediatistas, que desejam tudo para agora, não se importam com o planejamento de Deus para o seu futuro, tem que ser agora. Embora a resposta de Deus pareça demorada, Jesus disse: 8 Eu afirmo a vocês que ele julgará a favor do seu povo e fará isso bem depressa.

Deus nunca se atrasa para responder as nossas orações, Ele responde no tempo certo e bem depressa. Mas, então porque em algumas vezes a resposta das orações parecem demorar?

  • Temos a resposta nas palavras do apóstolo Tiago 5.7,8 – Por isso, irmãos, tenham paciência até que o Senhor venha. Vejam como o lavrador espera com paciência que a sua terra dê colheitas preciosas. Ele espera pacientemente pelas chuvas do outono e da primavera. 8 Vocês também precisam ter paciência. Não desanimem, pois o Senhor virá logo.
  • O lavrador sabe esperar o tempo certo para colher o fruto. Nós também estamos sob a lei do crescimento progressivo presente na criação. Deus sabe qual o momento certo em que estamos amadurecidos para receber e guardar determinadas bênçãos. Deus espera que o tempo certo para nos dar o que pedimos. As vezes parece demorado, mas Deus responde bem depressa.

O segredo da perseverança passa pela paciência, fé, espera e zelo. Às vezes somos levados ao aprimoramento das nossas orações, mudamos os propósitos e pedidos. Isso ocorre porque em cada fase da vida, somos ensinados por Deus acerca do que é melhor para nós.

Algumas pessoas deixam de orar, desistem da oração coletiva e dizem: faz tempo que estamos orando sem respostas, melhor parar de orarse Deus não respondeu até agora é porque estamos pedindo fora da vontade Dele….

  • Esses pensamentos são altamente destrutivos e pode abalar a fé de alguns. Mas, lembre-se: Os frutos não são colhidos de um dia para o outro. Não esqueça das palavras de Jesus: 7 Será, então, que Deus não vai fazer justiça a favor do seu próprio povo, que grita por socorro dia e noite? Será que ele vai demorar para ajudá-lo? 8 Eu afirmo a vocês que ele julgará a favor do seu povo e fará isso bem depressa…

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s