Temos boas notícias …


Mas então disseram: – Nós não estamos agindo bem! Temos boas notícias e não devíamos ficar calados. Se esperarmos até amanhã para contar, certamente seremos castigados. Vamos agora mesmo contar isso lá no palácio. II Reis 7.9

O rei Ben Hadade da Síria cercou a Cidade de Samaria, impedindo que qualquer pessoa entrasse ou saísse da Cidade (II Reis 6.24). Essa era uma estratégia de guerra comum naquele tempo, a falta de suprimentos básicos enfraqueceria a cidade situada e a única saída era a sua rendição incondicional com pouco derramamento de sangue e o pagamento de impostos a Nação dominante.

  • O sítio a Samaria afetou dois setores fundamentais:
  1. Alimentos, uma cabeça de jumento era vendida por 80 barras de prata;
  2. Combustível, 200gr de esterco de pomba custavam 5 barras de prata.

Com esses setores afetados e com o passar do tempo a fome se agravou levando o povo a praticar o canibalismo (II Reis 6.26-29). Certa ocasião duas mães decidiram matar seus filhos para se alimentar – a primeira mãe cumpriu o trato, mas quando chegou a vez da outra mãe matar seu filho, ela fugiu sem cumprir o acordo, quando o rei ficou sabendo do ocorrido entrou em desespero.

Diante das atrocidades, ao invés de buscar ao Senhor, o rei decide culpar o profeta Eliseu pela desgraça que sobreveio a Samaria e seu povo (II Reis 6.31-33). Ele jurou pelos céus que iria cortar a cabeça do profeta.

Assista o vídeo dessa mensagem em 

POR QUE O REI JORÃO CULPOU ELIZEU PELO CERCO A CIDADE?

  • Quando o rei Jorão se associou com o Rei Josafá de Judá e o rei de Edon para guerrear contra o rei de Moabe, Elizeu foi extremamente duro com Jorão.
    • II Reis 3.13-14. Israel venceu a batalha segundo a palavra do profeta Elizeu. O derrotado rei de Moabe era aliado político da Síria (II Reis 3.26). Provavelmente a guerra de Bem Hadade contra Israel provavelmente foi provocada por causa da derrota do rei de Moabe, seu aliado.
  • Em outra ocasião, o rei Jorão teve alguns soldados sírios em suas mãos e Elizeu não permitiu que os matassem, II Reis 6.21-23.
    • Agora o rei Jorão e seu povo estavam morrendo por opressão dos mesmos inimigos que foram poupados na intervenção do profetaO rei gritou: – Que Deus me mate se, antes que o dia acabe, eu não mandar cortar a cabeça de Eliseu, filho de Safate!(II Reis 6.31).

O rei Jorão foi a casa onde se encontrava Eliseu. Ao chegar no local, ao invés de culpar o profeta, ele muda o seu discurso e culpa o Senhor por todo o mal (v.33b) – Foi o Senhor Deus quem fez cair toda esta desgraça sobre nós. Por que eu iria ficar mais tempo esperando que ele fizesse alguma coisa?

  • Quando a pessoa está em desgraça, é comum dizer palavras tolas, fazer acusações infundadas. Na verdade, a pessoa espera ser ouvida por alguém. O seu grito e suas palavras são de desespero. O rei sente que precisava tomar uma atitude, mas qual seria?
  • A Bíblia diz em Lamentações 3:36 que “O melhor é ter esperança e aguardar em silêncio a ajuda do SENHOR.”

No encontro anterior que o rei e o profeta Elizeu tiveram, o profeta tinha sido extremamente rude como lemos em II Reis 3.13,14.

O TERCEIRO ENCONTRO DO REI JORÃO COM O PROFETA ELIZEU

O cenário é diferente do primeiro encontro (um campo de guerra onde Jorão foi o vencedor) e do segundo encontro (Jorão foi hospitaleiro e misericordioso). No terceiro encontro a situação é diferente. O rei está desesperado e o profeta é sua última esperança em ouvir a voz de Deus e encontrar uma solução para a crise.

  • Eu tenho visto pessoas irem a igreja em busca de uma palavra, a última palavra que irá definir a sua história, garantir o seu milagre e impedir que se renda a opressão do inimigo. O mal tenta te dominar, mas seja forte e confie na palavra que é liberada sobre a tua vida hoje e então verás o milagre de Deus sobre você e a salvação da tua família.

Elizeu não perde tempo discutindo com o rei sobre suas ameaças recentes, sobre o passado recente, sobre a crise política, etc. Elizeu compreende o sofrimento do rei e do seu povo, todos estão fragilizados. Aquele momento não era hora para julgar as palavras de Jorão ou condená-lo pela situação. O Momento é de ajuda-lo e dar-lhe esperança.

Elizeu libera uma palavra de vitória sobre Samaria. Ele disse que Deus faria um milagre no dia seguinte:

  • Antes da palavra do profeta: uma cabeça de jumento por 80 barras de prata; 200gr de esterco de pomba por 05 barras de prata.
  • No dia seguinte a palavra do profeta: 3,5Kg do melhor trigo por 01 barra de prata; 07 kg de cevada por 01 barra de prata.

Como é maravilhoso ouvir boas palavras pelos profetas de Deus. Uma boa palavra é capaz de aplacar a ira no coração de alguém, dar esperança ao perdido, alívio ao que sofre, etc. Provérbios 25.11 – A palavra certa na hora certa é como um desenho de ouro feito em cima de prata.

  • O oficial do rei duvidou da palavra do profeta. Então, Elizeu lhe respondeu: “com os seus próprios olhos você vai ver isso acontecer, mas não vai comer.”
  • Quem crê não questiona como o milagre irá acontecer, ele simplesmente acredita e pronto. Muitas pessoas em Nazaré perderam a oportunidade de ser curadas ou abençoadas por Jesus porque não tinham fé, Mateus 13.58 – Jesus não pode fazer muitos milagres ali porque eles não tinham fé.

QUAL DEVE SER A SUA POSIÇÃO DIANTE DE UMA PALAVRA PROFÉTICA QUE RECEBEU?

  • Aguardar o dia seguinte como fez o rei Jorão. Se a tua fé está fragilizada, se não podes compreender, aguarde em silêncio.
  • Quando Deus diz, Ele cumpre a sua palavra. Isaias 55.11 (NAA) – “assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.”
  • Se Deus decide fazer alguma coisa, não há nada que impeça o seu agir, Jó 42.2 – Eu reconheço que para ti nada é impossível e que nenhum dos teus planos pode ser impedido.

DEUS USA MANEIRAS INCOMUNS PARA CUMPRIR A SUA PALAVRA

  • Quatro leprosos condenados a viver separados da cidade, sabendo que morreriam se não fizessem nada, decidem ir até o arraial dos sírios pedir comida (II Reis 7.3-5).
  • No mesmo momento, Deus provocou um tumulto entre os soldados sírios. Eles ouviram barulhos ensurdecedores na escuridão e pensando ser uma armadilha de Israel e seus aliados, fugiram amedrontados deixando tudo para trás (II Reis 7.6).

Quando os leprosos chegaram ao arraial e não havia um soldado sequer, as comidas, armas, cavalos, roupas, ouro, tudo estavam no mesmo lugar a disposição deles.

A conscientização de que o povo perecia de fome fez com que eles fossem imediatamente a cidade para anunciar ao rei e ao povo que tinham encontrado a provisão. II Reis 7.9 – Mas então disseram: – Nós não estamos agindo bem! Temos boas notícias e não devíamos ficar calados. Se esperarmos até amanhã para contar, certamente seremos castigados. Vamos agora mesmo contar isso lá no palácio.

A atitude desses homens deveria ser a mesma da igreja que recebeu a salvação de Deus. Não podemos permanecer calados. A nossa mensagem pode salvar alguém.

  • Vejo muitas pessoas dizendo ser cristãs, mas que permanecem omissas diante da condenação eminente dos que morrem sem a salvação. Se realmente valorizamos a vida do nosso próximo, devemos orar por ele e sempre que possível falar do amor de Deus para essa pessoa.

Diante da boa notícia, o rei se mostrou receoso. Ele pensou que poderia ser uma estratégia dos inimigos para atraí-los para fora da cidade (II Reis 7.12).

  • Às vezes, a situação da pessoa é tão terrível que até uma boa notícia gera desconfiança. Será verdade o que eles estão dizendo?

Alguns soldados foram enviados, montados nos últimos cinco cavalos que restaram, e voltaram confirmando o milagre (II Reis 7.13-15). Eles voltaram com a boa notícia, havia comida suficiente para todo o povo. A palavra do profeta se cumpriu (II Reis 7.16).

Se o rei tivesse cortado a cabeça de Elizeu, provavelmente não haveria uma boa notícia no dia seguinte:

  • Sem a boa notícia, quanto tempo levaria até o rei descobrir que os sírios tinham ido embora?
  • Sem a boa notícia, quanta comida em boas condições seria perdida?
  • Sem a boa notícia, quantas pessoas teriam morrido?
  • Sem a boa notícia, quantos filhos inocentes seriam assassinados?
  • Sem a boa notícia, como saberiam que a palavra de Elizeu se cumpriu?

O evangelho é a boa notícia que devemos espalhar. Éramos como aqueles leprosos, alguns de nós estavam condenados a viver uma vida sem sentido, sem paz, sem alegria e sem esperança. Mas, a partir do momento em que conhecemos a Cristo e o aceitamos como nosso Senhor e Salvador, tudo mudou em nossa vida. Hoje temos paz, alegria, esperança e sentido para viver. Essa boa notícia precisa ser espelhada a todos os cantos da terra.

  • Quando alguém está desesperado como o rei Jorão acaba dizendo coisas que não deveriam falar, faz acusações, critica, murmura, etc. Diante do sofrimento do povo, o rei desesperado fez ameaças dizendo que mataria o profeta Elizeu e cortaria a sua cabeça.
  • Fico pensando na sua reação com o profeta após esse episódio vitorioso. Como dizem “ele mordeu a própria língua”.
  • Às vezes devemos ter o cuidado para não falar demais, não se precipitar, esperar o tempo determinado por Deus. Se Deus falou, o milagre vai acontecer na hora exata.

Uma atitude precipitada por impedir que uma palavra de bênçãos se cumpra na tua vida. Não mate o profeta!

  • Provérbios 29.18 (ARA) – Não havendo profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei, esse é feliz.
  • II Crônicas 20.20b – Confiem no SENHOR, seu Deus, e estarão seguros; confiem nos profetas dele, e tudo o que vocês fizerem dará certo.

Qual é o resultado daqueles que NÃO CREEM NA PALAVRA DO PROFETA? Eles veem, mas não desfrutam! O oficial do rei duvidou da palavra do profeta Elizeu, ele disse (II Reis 7:2) – Mesmo que o Senhor Deus abrisse janelas no céu e fizesse cair trigo e cevada, isso nunca poderia acontecer.

  • II Reis 7:17 – Acontece que o rei de Israel tinha colocado o seu ajudante pessoal como encarregado do portão da cidade. Esse oficial foi atropelado pelo povo e morreu, como Eliseu tinha dito quando o rei tinha ido falar com ele.

Você crê nas palavras dos profetas? Você acredita que Deus pode abrir as janelas do céu e derramar bênçãos sobre a tua vida?

  • Malaquias 3:10 – Eu, o SENHOR Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênçãos.

2 Respostas para “Temos boas notícias …

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s