Chamados para ser discípulos


Mateus 4.19,20: Jesus lhes disse: – Venham comigo, que eu ensinarei vocês a pescar gente. 20 Então eles largaram logo as redes e foram com Jesus.

I – O que é o chamado?

Há muitos que se tornaram cristãos, mas não são discípulos. Muitas pessoas respondem ao chamado de Jesus para vir a Ele, mas são poucos que aceitam seus termos e condições para tomar o seu jugo e segui-lo. A verdade é que estar no meio da multidão não significa que a pessoa é um discípulo de Jesus.

O chamado de Jesus (Mateus 4:18-20) exige mudança completa de vida, um compromisso total. Não quer dizer que a pessoa quando vem a Cristo já esteja pronta para ser um discípulo, isso é um processo gradativo que se desenvolve durante a caminhada de fé e que requer aceitar o senhorio de Jesus sobre nossas vidas. O chamado só tem uma direção, não há meio caminho – ou você segue ou não segue!

  • A conversão representa 5% da vida cristã, enquanto que os 95% restante está totalmente relacionado a nossa submissão à Cristo.

II – Que tipo de seguidor você é?

Mateus 4:17-25. Aonde você for irá encontrar pessoas dizendo: Sim, sou cristão. Eu vou à igreja, sigo o cristianismo, acredito na Bíblia. O fato de a pessoa ir à igreja e se dizer cristã, não a torna um cristão de fato. Nos dias de Jesus, muitas pessoas O seguiam, mas poucos eram discípulos verdadeiros.

Há muitos tipos de seguidores de Jesus, mas quero apenas sobre quatro tipos, apenas um deles é de fato o discípulo verdadeiro.

1º.   As multidões, Mateus 4:25. Eles queriam ouvir os ensinamentos de Jesus, ver os seus milagres e serem curados. Eles seguiam Jesus por causa do que Ele poderia fazer por elas, mas não faziam parte do Seu círculo íntimo. Não houve uma mudança verdadeira da vida interior dos que estavam nas multidões, tampouco se comprometeram com Jesus como Senhor.

2º.   Os coletores de impostos e pecadores, Marcos 2:15. Eles responderam ao amor que Jesus lhes mostrou, sabiam que Jesus poderia resolver seus problemas, satisfazer suas necessidades e consertar suas vidas quebradas, mesmo assim não foram capazes de romper com seus pecados. Eles não obedeceram ao mandamento de Cristo para que se arrependessem e cressem nele.

3º.   Os restaurados, Lucas 18:41-43. Alguns seguiram a Jesus porque Ele os ajudou curando ou de de forma especial. Eles seguiram Jesus movidos por um profundo senso de gratidão pelo que Ele já havia feito por eles (Marcos 5.15-20), eles tinham um senso de obrigação porque foram abençoados por Jesus, sentiam-se endividados com Ele e de alguma forma queriam recompensá-lo por sua bondade.

4º.   Os doze, Mateus 4:18-22. Este foi o menor grupo que seguiu Jesus. Eles não seguiram Jesus por motivos pessoais (como a multidão), por causa de seus pecados e fracassos como os Coletores de Impostos e Pecadores ou até porque eram gratos a Jesus (como os restaurados). Eles seguiram a Jesus simplesmente porque Ele ordenou e eles obedeceram. Eles reconheceram a autoridade de Jesus e o Seu direito de governar suas vidas.

Não esqueça dessa verdade: se Cristo não é o Senhor de tudo, Ele não é Senhor em absoluto. O chamado de Cristo é o mais alto de todos e ouvir esse chamado é muito importante, porque é onde está nosso destino. Mateus 22.14 – E Jesus terminou, dizendo: – Pois muitos são convidados, mas poucos são escolhidos.

Contribua com o nosso ministério através de depósito bancário no Banco Itaú – Agência 4807 – conta corrente 16747-5 – Assembleia de Deus Independente MICC

Se preferir pode doar pelo PagSeguro clicando no link https://pag.ae/7V9AtbrTM

Se preferir pode doar pelo PayPal 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s