De volta ao caminho


O caminho da fé que Deus projetou para nós não é livre de provações. Os obstáculos fazem parte da nossa caminhada, somente os perseverantes vencem. Abraão é um exemplo de alguém que recebeu o chamado de Deus e no momento de aflição tomou uma decisão equivocada, que quase comprometeu o plano de Deus para a sua vida.

Deus tinha decretado uma promessa sobre a vida de Abraão que se estendia a sua família e as gerações posteriores (Gênesis 12:2). Para alcançar a promessa Abraão teria que superar algumas barreiras naturais em sua caminhada. O primeiro desafio de Abraão em sua caminhada foi a escassez de alimentos, Gênesis 12:10 – Naquele tempo houve em Canaã uma fome tão grande, …

Diante do desafio, Abraão tinha que tomar uma decisão: continuar peregrinando na terra da promessa e sujeitar-se a fome ou arriscar a sorte no Egito? Naquele tempo o Egito era um lugar de abundância, havia muita fartura naquela terra. Então Abraão decidiu por tentar a sorte no Egito, Gênesis 12:10b – … que Abrão foi morar por algum tempo no Egito.

  • Uma decisão precipitada pode trazer prejuízos irreparáveis. Abraão estava numa encruzilhada difícil. Ao decidir pelo Egito, ele colocou em risco o seu casamento e a vida da sua esposa que foi cortejada pelos príncipes de Faraó e conduzida ao Palácio Real, Gênesis 12.15.

No Egito Abraão caminhou sob perigo fora da direção de Deus. Abraão sabia que o Egito era um lugar perigoso, portanto ele sabia dos riscos que estava correndo e para se livrar do perigo ele usou uma desculpa comum a muitas pessoas – a mentira. Gênesis 12:11-13.

A mentira pode trazer sérios problemas as pessoas envolvidas, tanto ao que mente, quanto aos que acreditam ou defendem suas mentiras. A recomendação bíblica em Efésios 4:25, 30 – Por isso não mintam mais. Que cada um diga a verdade para o seu irmão na fé, pois todos nós somos membros do corpo de Cristo! 30 E não façam com que o Espírito Santo de Deus fique triste. Pois o Espírito é a marca de propriedade de Deus colocada em vocês, a qual é a garantia de que chegará o dia em que Deus os libertará.

Portanto, a mentira deve ser evitada por aqueles que se dizem cristãos, pois fomos revestidos de uma nova vida em Cristo, Colossenses 3:9-10.

  • Deus não se agrada com a mentira, mas se alegra com as pessoas verdadeiras. Provérbios 12:22.
  • Os mentirosos não entrarão na Cidade Celestial que Deus preparou para aqueles que são fiéis. Apocalipse 22:15.
  • Quando é que mentimos por palavras e ações? Por exemplo: quando dizemos que somos cristãos, mas não obedecemos a Deus. I João 2:4.

A mentira de Abraão trouxe sérias consequências para ele e sua esposa. Gênesis 12:14,15. Se não fosse a misericórdia de Deus na vida de Abraão, a promessa teria cessado naquele momento. O rei do Egito tratou Sara com respeito e lhe deu inúmeros presentes. O que será que Abraão indefeso pensou ao assistir a sua esposa ser cortejada pelo rei do Egito?

  • A Bíblia não diz quem falou ao rei que Sara era casada. Quando o rei soube que estava sendo enganado poderia ter matado Abraão para ficar com Sara. Mas, a misericórdia de Deus interveio para salvar Abraão. Gênesis 12:17-19.

Uma palavra de Deus para a tua vida. Mesmo que você esteja vivendo sob mentiras e enganos, ainda há tempo para mudar a sua história e você retornar ao centro da vontade de Deus, ao caminho que Deus projetou para a sua vida. Se você se converter e arrepender, Deus te perdoará, I João 1:9.

Continuar na mentira é viver sob o domínio do pecado. A consequência poderá resultar em sérios prejuízos. Vejamos 03 exemplos de perdas:

  1. Perda da comunhão com Deus. Enquanto Abraão esteve no Egito Deus não falou com ele reprovando sua atitude;
    • Não se aprende a orar ouvindo pregações – aprende-se orar, orando. Do mesmo modo a comunhão precisa ser desenvolvida por meio da oração. Efésios 6:18.
    • O fato de você afirmar que conhece o Evangelho e que aceitou a Cristo não te garante comunhão com Deus. Aceitar a Cristo gera o novo nascimento, mas a comunhão com Deus gera relacionamento.
    • O filho biológico será sempre filho do seu pai. No mundo espiritual nascemos de Deus, pela vontade de Deus, da semente de Deus, (Jo 1:12, 13; 3:3-7; Tg 1.18; I Pd 1:23; I Jo 3.9). Somos filhos de Deus. Porém, a nossa capacidade de realizar a sua obra (João 4:34) irá depender diretamente do quanto nos relacionamos com Ele;
    • Nenhum filho de Deus é mais filho ou menos filho que outro. Mas, certamente irá conhecê-lo melhor e agradá-lo mais e melhor fará a sua vontade aquele que mais se aproximar d’Ele.
    • Um homem disse a Deus: “Senhor tu tens filhos prediletos; tens aqueles a quem preferes”. O Senhor lhe respondeu: “Eu não prefiro uns mais que outros; alguns há que me preferem mais que outros”. Esta é a tônica da comunhão.
    • O que vai determinar a minha vida de oração não é o quanto eu sei sobre oração, mas o quanto eu amo estar em oração, o quanto eu amo estar na presença do Pai – Isso é comunhão com Deus.
  2. Perda moral. Abraão perdeu o conceito de homem de Deus sendo advertido por um rei pagão. Pense na vergonha de Abraão ao ser repreendido por alguém que não servia o mesmo Deus que ele. Gênesis 12:18-19.
    • Pense na vergonha de muitos que se dizem cristãos e são constantemente repreendidos por pessoas que não professam a fé em Cristo, por causa do mau testemunho. Exemplo, os filhos de Ceva. Atos 19:15.
  3. Consciência cauterizada pelo erro. Abraão perdeu o senso do correto, do justo e aceitou suborno de Faraó (Gênesis 12:16). Pode ser que entre as servas dadas a Abraão estivesse a egípcia Agar que mais tarde causaria problemas entre o casal Abraão e Sara.

A repreensão de Faraó e expulsão do Egito colocou Abraão de volta na direção de Deus. O “Pai das misericórdias” (II Co 1:3) permitiu que Abraão saísse ileso com Sara do Egito. Às vezes Deus permite algumas situações a fim de despertar a pessoa da letargia provocada pelo erro. É hora de despertar do sono.

  • Abraão volta a Canaã, o mesmo ponto onde havia errado. Gênesis 13:3.
  • Abraão fez um concerto com Deus e retornou ao mesmo local onde havia edificado um altar ao Senhor e ali invocou o nome do Senhor. Gênesis 13:4.
  • Ouça o que o Espírito de Deus está dizendo, do mesmo modo que disse a igreja em Éfeso. Apocalipse 2:5 RAA.

Não importa quantas vezes você tenha caído e se afastado da presença do senhor. Agora é o momento para você reconsiderar as tuas decisões, o caminho por onde tens andado e mudar a sua direção para o caminho que Deus deseja que você trilhe. Provérbios 24:16.

Abraão errou na sua decisão tentando acertar. Esse erro quase lhe custou a perda da promessa de Deus. Se você errou por distração ou intenção, não importa. Aceite a correção de Deus e volte para o lugar onde Deus deseja que você esteja, no centro da Sua vontade.

  • Apocalipse 2:4,5 – Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. 5 Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.

Seja um mantenedor deste Ministério

Ajude-nos a levar o evangelho para quem precisa ser alcançado e a contribuir para o ministérios dos pregam a Palavra de Deus. Inscreva em nosso canal no Youtube.com/IndependenciaCristo

R$100,00

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s