Deus é amor


Em Mateus 25:1-13 Jesus ensina aos discípulos sobre o Reino de Deus contando uma história sobre 10 virgens convidadas como damas para uma festa de casamento.

  • Há uma grande expectativa entre os que aguardavam a cerimônia nupcial. As damas de honra estão no local determinado. Algumas pessoas perguntam quando o noivo irá chegar. Todos estão trajados para a festa, as damas trazem consigo lâmpadas e estão prontas para unir-se ao cortejo nupcial, mas o noivo estava demorando para chegar.
  • As damas colocam as lâmpadas de lado e procuram um lugar confortável para sentar-se e aguardar. A noite estava serena, o dia fora muito exaustivo. Afinal, todas as dez damas adormeceram – e não era para admirar, pois já era quase meia-noite, e o noivo não chegara ainda. À meia-noite ouviu-se o clamor: Aí vem o noivo!
  • De um salto, todas se puseram em pé. A agitação dos preparativos dos últimos minutos começou novamente. As damas viram que a luz das lâmpadas estava muito fraca. O óleo acabara, e a chama estava quase se extinguindo. Cinco apressaram-se a reabastecer as suas lâmpadas, mas cinco não tinham azeite em reserva. Não se haviam preparado para uma espera tão longa, as suas lâmpadas estavam se apagando.
  • Alguém tem azeite de sobra? Perguntaram repetidamente, mas ninguém tinha azeite sobrando. Elas sairam apressadas para comprar azeite e enquanto estavam fora o noivo apareceu. Era a hora do cortejo começar, somente cinco tinham óleo nas lâmpadas e se uniram à procissão festiva.
  • As cinco que foram comprar azeite chegaram depois da meia noite sem azeite. De longe elas podiam ouvir os risos e som da festa, quando chegaram na entrada, a porta estava fechada. Elas bateram repetidamente na porta. Enfim, o próprio noivo apareceu e elas disseram – “Senhor, senhor, nos deixe entrar!” Nós deveríamos estar participando da festa.
  • O noivo observa aquelas jovens, suas vestes estavam amarrotadas e manchadas. Então o noivo respondeu: eu não sei quem são vocês! Sem poder entrar na festa, só restou lamentar-se.

Jesus queria impressionar seus ouvintes acerca da importancia em conhecer a Deus. Mateus 7.21-23 Jesus fala que muitos virão nos últimos dias alegando ser Seus seguidores e Ele lhes responderá: Eu afirmo a vocês que isto é verdade: eu não sei quem são vocês!

  • Mateus 7:21-23 – Não é toda pessoa que me chama de “Senhor, Senhor” que entrará no Reino do Céu, mas somente quem faz a vontade do meu Pai, que está no céu. 22 Quando aquele dia chegar, muitas pessoas vão me dizer: “Senhor, Senhor, pelo poder do seu nome anunciamos a mensagem de Deus e pelo seu nome expulsamos demônios e fizemos muitos milagres!” 23 Então eu direi claramente a essas pessoas: “Eu nunca conheci vocês! Afastem-se de mim, vocês que só fazem o mal!”

A essência da religião cristã é levar as pessoas a conhecer a Deus. A Bíblia diz: E a vida eterna é esta: que eles conheçam a ti, que és o único Deus verdadeiro; e conheçam também Jesus Cristo, que enviaste ao mundo. João 17.3.

  • Há, no entanto, idéias conflitantes a respeito de como Deus é. Para alguns ele é vingativo, arbitrário; para outros ele é bondoso, amoroso, permissivo, incapaz de ferir alguém.
  • Os mesmos pregadores que falam do amor, misericórdia e paciência de Deus, aterrorizam as pessoas falando sobre seus terríveis juízos. Então, como conhecer a Deus?

Deus deseja que cada ser humano se relacione pessoalmente com Ele. Deus deseja tornar-Se nosso Amigo. Ouça o que Ele te diz nas palavras do profeta Jeremias (31:3) – eu sempre os amei e continuo a mostrar que o meu amor por vocês é eterno.

 COMO DEUS SE REVELA? COMO PODEMOS CONHECÊ-LO?

I – Uma das maneiras de se relacionar com Deus é através da observação da natureza. Ela nos ensina muitas coisas sobre o amor de Deus. Salmo 19.1: ”Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras de Suas mãos.”

  • É muito importante a revelação que a Natureza nos dá sobre Deus. O profeta Isaias ilustra a vida humana através das flores que nascem, crescem e murcham. Isaias 40:6-8 – Alguém diz: “Anuncie a mensagem!” “O que devo anunciar?” – eu pergunto. “Anuncie que todos os seres humanos são como a erva do campo e toda a força deles é como uma flor do mato. 7 A erva seca, e as flores caem quando o sopro do SENHOR passa por elas. De fato, o povo é como a erva. 8 A erva seca, a flor cai, mas a palavra do nosso Deus dura para sempre.”

II – Através do amor humano podemos compreender o amor de Deus. O amor divino se revela na confraternização e interesse mútuo de amigos e queridos. Deus é revelado através dos laços do amor humano retratado na mãe que carrega nos braços o seu filho ou do pai carregando o seu filho nos ombros.

  • João 15:13,14 – Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles. 14 Vocês são meus amigos se fazem o que eu mando.
  • Salmo 103.13 (Jo 15.13) – Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor Se compadece dos que o temem.
  • Mas que dizer dos pais que violetam e matam seus filhos? A Bíblia responde em Isaias 49:15 – Será que uma mãe pode esquecer o seu bebê? Será que pode deixar de amar o seu próprio filho? Mesmo que isso acontecesse, eu nunca esqueceria vocês. Sim, ela pode esquecer. O amor humano representa o amor divino, mas de modo muito imperfeito.

III – Deus se revela através da Bíblia. Deus é revelado em Sua Palavra, a Bíblia. Ele fala conosco quando lemos a Bíblia, através das histórias, poemas, orações, instruções etc.

  • Hebreus 4:12 – Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas.
  • Salmos 119:15 – A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho

IV – Deus se revela através de Jesus Cristo. Os discípulos de Jesus queriam conhecer a Deus. Filipe perguntou: Senhor, mostre-nos o Pai, e assim não precisaremos de mais nada. João 14:8.

  • Jesus respondeu que Ele é a reveleção de Deus, Joao 14:9 – Quem Me vê a Mim, Vê o Pai
  • A missão de Jesus foi a de vir a um mundo que estava em completa discordância com Deus, a fim de demonstrar como é realmente o Pai, como Ele sempre foi e sempre será.
  • Em Lucas 13.8,9, a parábola da figueira relatada por Jesus ilustra o caráter e o amor de Deus. Mas o empregado respondeu: “Patrão, deixe a figueira ficar mais este ano. Eu vou afofar a terra em volta dela e pôr bastante adubo.9 Se no ano que vem ela der figos, muito bem. Se não der, então mande cortá-la.
    • Quem está envolvido neste diálogo? Jesus é o intercessor que veio buscar e salvar o perdido. Daí, ano após ano, século após século, continuamos ouvindo, Mateus 11:28-30: Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. 29 Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso. 30 Os deveres que eu exijo de vocês são fáceis, e a carga que eu ponho sobre vocês é leve. E assim Deus continua procurando repetidamente alcançar-nos com o Seu amor.
    • II Pedro 3:9 – O Senhor não demora a fazer o que prometeu, como alguns pensam. Pelo contrário, ele tem paciência com vocês porque não quer que ninguém seja destruído, mas deseja que todos se arrependam dos seus pecados.

O GRANDE AMOR DE DEUS É A NOSSA ESPERANÇA DE SALVAÇÃO

João, tentando descrever o amor de Deus, declara em I João 3:1 – Vejam como é grande o amor do Pai por nós! O seu amor é tão grande, que somos chamados de filhos de Deus e somos, de fato, seus filhos. É por isso que o mundo não nos conhece, pois não conheceu a Deus.

  • Como contemplar o amor de Deus? olhando para Jesus. Contemplamos o amor de Deus, relacionando-nos com Jesus, estudando a vida de Jesus, meditando sobre os ensinos de Jesus.
  • Pergunta: Se Deus amou tanto o mundo, por que Ele mesmo não veio morrer? Por que enviou Seu Filho?
  • Resposta: Se você tem um filho a quem você ama, é muito mais fácil sofrer você mesmo, do que ver seu filho sofrer.

Por que nós precisamos conhecer a Deus? Por que precisamos de Deus? A nossa vida aqui é limitada, nascemos e morremos em poucos anos. E, se?

  • Seguir a Cristo, crê em Deus e ao final da vida descubro que Deus não existe. Moral: não perdi nada.
  • E se, ao final da vida descubro que Deus realmente existe, o que fazer?

A escolha é tua. Você pode viver uma vida inteira desfrutando todos os prazeres, sem proibições, inibições ou moralidades e no final ir para um lago de fogo e enxofre com satanás, ou viver sob o domínio de Deus e no final ter a eternidade com Cristo.

A natureza do ser humano é pecaminosa. As pessoas rejeitam a eternidade em favor da vida presente, somos escravos de nossa natureza. Nascidos neste mundo de pecado, somos pecadores.

  • Sabemos que, desde Adão, a morte vem a toda a humanidade (Rm 6:23) e a morte é o salário do pecado. Romanos 5:12 – O pecado entrou no mundo por meio de um só homem, e o seu pecado trouxe consigo a morte. Como resultado, a morte se espalhou por toda a raça humana porque todos pecaram.
  • Ninguém verá o reino de Deus se não nascer de novo. A doutrina do pecado original é bíblica. João 3:3 – Jesus respondeu: – Eu afirmo ao senhor que isto é verdade: ninguém pode ver o Reino de Deus se não nascer de novo.
  • Este é o conceito bíblico de pecado original. Deus jamais nos responsabilizou por termos nascido num mundo pecaminoso. E isto é realmente uma boa nova!

A questão é que o nosso coração é mau e não podemos mudá-lo, através dos nossos próprios esforços. Ao falarmos de pecado original, não queremos dizer que o pecado passa de uma pessoa para outra através dos genes e cromossomos. Não há evidência suficiente para crermos nisso. Não, os seres humanos nascem separados de Deus, e, como resultado prático, o homem nasce egocêntrico, e nisto está a raiz de todos os pecados subseqüentes;

  • Romanos 8:7 – Por isso as pessoas que têm a mente controlada pela natureza humana se tornam inimigas de Deus, pois não obedecem à lei de Deus e, de fato, não podem obedecer a ela.

Pecado, no singular, consiste em vivermos distantes de Deus, não importa quão bons possamos ser. Há muita gente boa, de excelente moral, que vive longe de Deus. Vive, porém, em pecado. Praticando ou não coisas erradas, vive em pecado. Sua vida é de pecado. Fazemos as coisas esperando receber algo em troca das pessoas, isso é egocentrismo.

  • É a condição pecaminosa do homem que redunda em atos pecaminosos, sejam estes considerados certos ou errados. O homem peca porque é pecador. Ele não é pecador porque peca. Considere novamente que a principal questão do pecado é a separação de Deus. Você não tem de pecar para ser pecador, basta você nascer! O problema real quanto ao pecado e à justiça consiste em ter ou não Jesus em nossa vida. Humanidade ≠ Deus = Pecadores . Humanindade & Jesus = Justiça de Deus
  • O pecado remove qualquer interesse nas coisas espirituais. Não somente somos incapazes de produzir justiça separados de Cristo, mas ainda temos um problema muito maior, resultante de nossa separação de Deus, ou seja, não temos interesse nas coisas espirituais. Não temos prazer na comunhão com Deus, pois é realmente insípida para nós. Uma das maiores evidências de que alguém não nasceu de novo – ainda vive afastado de Deus – é sua falta de interesse nas coisas espirituais.

A Humanidade Necessita de um Salvador. Se todos neste mundo, exceto Jesus, nascem pecadores (Rm 3.23), então todos necessitam de um Salvador para serem salvos (At 4.12). O evangelho é a boa nova de Jesus (Rm 1.16). Jesus, nosso Salvador, proveu-nos salvação na cruz, pela qual o poder do pecado é anulado. Ao aceitar o pecador tão grande salvação, ele passa pelo novo nascimento, e então se realiza o mais importante negócio do mundo. Podemos trocar nossos pecados pela justiça de Deus.

  • Você gostaria que Jesus lhe propusesse hoje negociar toda a justiça dEle em troca de todos os seus pecados? Você estaria interessado? Na verdade, é justamente isto que Ele quer fazer. E ainda, nessa transação espetacular, poderá parecer a princípio que alguém ficará com prejuízo. Seria como trocar um carro de luxo por uma caneta!
  • Tudo que temos de trocar por Sua justiça são trapos de imundícia como Isaías chama toda a nossa justiça (Is 64.6). Você chegará a uma única conclusão – ou Aquele que propõe esse negócio é muito tolo, ou Ele realmente nos deve amar muito. Com certeza ele te ama intensamente a ponto de dar a sua vida por você.

Não Importa o Que Você Faz, Mas Sim o Que Você é. A salvação não se baseia naquilo que você faz, mas no que você conhece. E ninguém realmente vê a necessidade de conhecer a Deus – portanto, não vê a necessidade de dedicar tempo suficiente para esse propósito – até compreender que a salvação se baseia no relacionamento, e não na conduta. Todo aquele que não busca a salvação através de um relacionamento com Deus é legalista, procurando alcançar o Céu através de suas próprias obras.

  • Romanos 3:20 – Pois ninguém é aceito por Deus por fazer o que a lei manda, porque a lei faz com que as pessoas saibam que são pecadoras.
  • Efésios 2:8,9 – Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. 9 A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la. 10a – Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora.

Conhecer a Deus – Eis o Fundamento. Quando chegamos a compreender que somos pecaminosos por natureza e que esta é a causa básica do pecado, então podemos entender melhor a necessidade de conhecer a Deus.

  • Quando você ama realmente alguém, o que você mais deseja é que esse alguém também ame você. Verdadeiramente, Deus é amor, e deve amar-nos muitíssimo a ponto de querer trocar toda a nossa pecaminosidade por toda a Sua justiça.

Se você crê nesta palavra, este é o momento para confessar a Cristo em teu coração. Romanos 10:9,10 – Se você disser com a sua boca: “Jesus é Senhor” e no seu coração crer que Deus ressuscitou Jesus, você será salvo. 10 Porque nós cremos com o coração e somos aceitos por Deus; falamos com a boca e assim somos salvos.

Seja um mantenedor deste Ministério

Ajude-nos a levar o evangelho para quem precisa ser alcançado e a contribuir para o ministérios dos pregam a Palavra de Deus. Inscreva em nosso canal no Youtube.com/IndependenciaCristo

R$100,00

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s