Paz, amor com fé e graça sobre vós


Efésios 6:23-24 – Que Deus, o Pai, e o Senhor Jesus Cristo dêem a todos os irmãos paz e amor, com fé! 24 E que a graça de Deus esteja com todos os que amam o nosso Senhor Jesus Cristo com um amor que não tem fim!

A epistola de Efésios contêm temas sublimes acerca das bênçãos espirituais, a maravilhosa graça de Deus e a unidade de todos os crentes. Agora, de repente, o autor fala de um grande perigo e uma terrível guerra que o crente tem que pelejar. Paulo identifica o verdadeiro inimigo e suas hostes de maldade que se opõem aos propósitos de Deus.

Esse tema é crucial, porque se o cristão não aprende a resistir a satanás no poder de Deus, não poderá viver uma vida transformada e a igreja não viverá em harmonia.

Muitas vezes, o cristão acha que os inimigos são apenas humanos, como os que lhes ofendem, criticam ou perseguem. Mas, Paulo disse que estamos numa luta sobrenatural e por isso não podemos resistir com a nossa própria força e sabedoria.

O verso 11 fala das armadilhas de satanás (v.a. II Co 2.11;11.14). Desde o jardim do Éden, ele é o pai da mentira, especialista em enganar. Muitas vezes o diabo não nos ataca diretamente, mas de forma oculta, sutil, sedutora e inesperada, ele usa métodos adaptados ao gosto do indivíduo, a circunstância e ao momento.

No entanto, o apostolo também dá esperança ao cristão que se sente assediado pelas hostes da maldade. Satanás é mais potente que os humanos, mas não tem o poder e a autoridade de Deus. Jesus Cristo tem autoridade sobre satanás porque lhe venceu na cruz. Colossenses 2.15.

Assista a pregação deste sermão em nosso Canal. Aproveite para se inscrever, compartilhar e curtir este vídeo.

O cristão deve resistir os ataques das hostes espirituais da maldade. Ele depende da força de Deus em todo momento. O poder que nos garante vitória sobre satanás não é a nossa força, mas o poder de Deus. Como podemos resistir a satanás? Paulo diz: com toda a armadura que Deus dá a vocês. O soldado cristão deve estar revestido com a armadura de Deus e não permitir que satanás logre êxito em suas investidas.

Paulo inclui sete peças da armadura. Ele teve muita oportunidade para refletir sobre a armadura de um soldado enquanto esteve em por dois anos em Roma, vigiado constantemente pela elite da guarda de César.

  1. O cinturão da verdade (6:14a)
  2. A couraça da justiça (6:14b)
  3. Sapatos do evangelho, a boa notícia de paz (6:15)
  4. O escudo da fé (6:16)
  5. O capacete da salvação (6:17a)
  6. A espada do Espírito que é a Palavra de Deus (6:17b)
  7. A oração, guiados pelo Espírito Santo (6:18)

Sobre o tema oração, Paulo pede que orem por seu ministério. Essa é uma forma sutil de informar ao leitor que Paulo também passava pelo mesmo conflito espiritual. Nos últimos versos aprendemos muito acerca de Paulo:

  1. Vemos sua humilde dependência de Deus. Depois de tantas experiências e êxito, ainda sentia a necessidade de pedir oração para que pudesse continuar sua missão de anunciar o evangelho.
  2. Observamos sua dependência de outros membros do corpo de Cristo. Ele abre seu coração para confessar sua fraqueza e necessidade de que outros irmãos lhe apoiem na oração. Ele ora por eles e pede que façam o mesmo.
  3. Vemos sua preocupação pela evangelização. Ele insiste para não perder nenhuma das oportunidades que Deus lhe dava. Veja também, Colossenses 4.2-4
  4. Paulo tinha preocupação com as necessidades dos outros mesmo quando estava sofrendo na prisão e privado da liberdade. Os irmãos também se preocupavam com Paulo e queriam saber notícias dele.

No final, ainda pensando nos outros, o apóstolo envia três bênçãos aos destinatários, sendo 2 no verso 23 e a última no verso 24. Verso 23 Que Deus, o Pai, e o Senhor Jesus Cristo dêem a todos os irmãos paz e amor, com fé!

  1. Deseja que Deus lhes dê paz e que os cristãos de Éfeso vivam sem a discórdia que atormentava muitas igrejas (2:15; 4:3).
  2. Ele deseja que tenham mais amor, pois eles precisavam aperfeiçoar suas relações interpessoais (4:2). Esse amor é com fé, a dependência de Deus é necessária para cumprir com todas as obrigações do cristão.
  3. Por último, verso 24 – E que a graça de Deus esteja com todos os que amam o nosso Senhor Jesus Cristo com um amor que não tem fim! Paulo queria que eles experimentassem a graça de Deus; a capacidade divina e imerecida que realiza os propósitos divino na vida do cristão. Aqueles que amam o nosso Senhor Jesus Cristo são todos os crentes (veja Romanos 8.28).   
logo_gif

Contribua com este ministério

Ajude-nos a levar a mensagem do Evangelho para mais pessoas em mais lugares.

R$ 100,00

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s